14 novembro 2009

A Cultura Popular do Cariri está de luto


Sr. Veloso, o Pavão, ladeado pro Tiago Santana
e Rosemberg Cariry

Faleceu hoje, por volta das 5hs da manhã, o Senhor José da Costa Veloso da Costa, aos 87 anos de idade. Conhecido por Pavão e Animador do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha, José Veloso era filho de Melquíades Veloso, um antigo "Capitão do Pau da Bandeira". Começou a participar do carregamento do pau da bandeira aos dez anos de idade. Com o tempo passou a ser o Animador do Pau, como era chamado pelos carregadores e admiradores.

José Veloso, o Animador do Pau da Bandeira, era um autêntico representante da cultura popular de Barbalha e do Cariri. Homem simples, filho natural de Barbalha, durante muito tempo trabalhoou como freteiro e chapeado, transportando mercadorias de Barbalha para Juazeiro do Norte. É um filho ilustre que Barbalha perde, mas que viverá para sempre na memória de todos os barbalhenses e amantes da cultura popular tradicional.

Mesmo com sua idade avançada, Senhor Veloso animava os carregadores do pau da bandeira, com suas músicas e tiradas. Vejamos algumas:

Primeira:
“Maneiro-pau, maneiro-pau,
- aí todo mundo responde:
dê de lá que eu dou de cá,
maneiro-pau, maneiro-pau,
mas quem perdeu foi Alencar,
maneiro-pau, maneiro-pau.
Agassi chamava Ana,
maneiro-pau, maneiro-pau,
e o [Doisi] chama Luzia,
maneiro-pau, maneiro-pau.
Do burro espero um coice,
maneiro-pau, maneiro-pau,
e meu palpite é ventania,
maneiro-pau, maneiro-pau.”

Segunda:
“Um f com um r e um a, (todo mundo diz) fra,
e um f com um r e um e, (todo mundo diz) fre,
e um f com um r e I, (todo mundo diz) fri,
e um f com um r e um o, (todo mundo diz) fro,
e um f com um r e um u, (todo mundo diz) fru.
Fra, fre, fri, fro, fru. E levantemos o pau da bandeira.”

Terceira:
"E abre a roda gente (todo mundo acompanha)
ô chiu, chiu, chiu
vamos todos festejar,
ô chiu, chiu, chiu
cavaleiros troca os par,
ô chiu, chiu, chiu
na porta do meu currá,
ô chi, chi, chiu
lá vem a lua saindo,
ô chi, chi, chiu
por cima do pitangá,
ô chi, chi, chiu
nem é lua, nem é nada,
ô chi, chi, chiu
é os ói de carandá,
ô chi, chi, chiu.”

Em maio último, por ocasião do II Congresso Cearense de Folclore e I Seminário sobre Cultura, Religiosidade e Festas Populares do Cariri, o Centro Pró-Memória de Barbalha Josafá Magalhães prestou uma homenagem ao Senhor Veloso, concedendo-lhe a Comenda Vicente de Moça. A seguir dois registros desse momento.

Sr. Veloso canta suas músicas

Sr. Veloso recebe das mãos de Celene Queiroz
a Comenda Vicente de Moça

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.