05 novembro 2009

ADOTE UMA CRIANÇA!!! MUDE UM DESTINO !!! - Por: Mônica Araripe


Estimular a adoção de crianças que vivem em abrigos, porque são órfãs, foram abandonadas ou cujos país perderam a guarda familiar por decisão judicial, é a proposta e o desafio da campanha Doce Natal 2009. Muitas crianças e adolescentes querem uma família. Muitos adultos alimentam o sonho de se tornar pais adotivos, mas na maior parte das vezes faz opção por bebês pequeninhos e eles são poucos. Então prevalece a dupla frustração: meninos e meninas maiorzinhas continuam numa angustiante fila enquanto candidatos a pais permanecem numa infinita espera.

Experiências de vida - A campanha quer estimular que se repitam histórias com final feliz como a da criança do sexo masculino, que esteve aos 2 anos na Casa Abrigo do Crato, que foi mostrada recentemente no Globo Repórter, da TV Globo.Que hoje se encontra em Londrina, no Paraná, onde foi adotado por uma família daquele estado. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei Nº 8.069, de 13 de Julho de 1990), podem se tornar pais adotivos pessoas maiores de 21 anos de idade. Não importa o estado civil. Porém é exigida a diferença de, pelo menos, 16 anos entre o filho adotado e o candidato a pai ou mãe. Conforme a lei, a adoção é irrevogável, tanto que a morte dos adotantes não restabelece o pátrio poder aos pais biológicos.

Inúmeras crianças necessitam de seu carinho!

Por: Mônica Araripe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.