23 outubro 2009

IBOPE – Serra volta a crescer

O governador José Serra, de São Paulo, voltou para a casa dos 40% das intenções de voto em pesquisa nacional encomendada pelo PSDB e aplicada pelo Ibope entre os dias 1 e 5 do mês em curso. Foram ouvidas 2.002 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O Ibope montou dois cenários para a sucessão de Lula – um com Serra como candidato do PSDB e outro com Aécio Neves, governador de Minas. Os resultados:

Cenário 1

José Serra – 41%
Dilma Rousseff – 17%
Ciro Gomes – 16%
Marina Silva – 9%
Branco/Nulo – 9%
Não sabe – 8%
Não respondeu – 0%

Cenário 2

Ciro Gomes – 26%
Aécio Neves – 19%
Dilma Rousseff – 19%
Marina Silva – 11%
Branco/Nulo – 14%
Não sabe – 11%
Não respondeu – 0%

A intenção de voto em Serra é maior entre as mulheres (43%), os mais jovens (44%), as pessoas de menor escolaridade (45%) e as de renda mais elevada (43%). Por região, a preferência por ele é mais acentuada no Sudeste (45%) e no Sul (48%), sobretudo nos municípios do Interior (45%) e os de menor porte (45%). Cerca de 40% dos que consideram o governo Lula “ótimo” ou “bom” manifestaram a intenção de votar em Serra.

O Ibope simulou um eventual segundo turno para a escolha do futuro presidente.

Serra vence Dilma por 56% a 27%. E vence Ciro por 54% a 25%.

No confronto com Dilma, a vantagem de Serra cai para 16% no Nordeste (49% a 33%) e sobe para 36% no Sudeste (59% a 23%) e para 41% no Sul (63% a 22%).

No Nordeste, a diferença entre Serra e Ciro se reduz para 12% (44% a 32%). Mas no Sudeste cresce para 38% (58% a 20%) e no Sul para 36% (60% a 24%).

Como ocorre na intenção de voto no primeiro turno, em um possível segundo turno Serra tem um peso relativo maior entre as mulheres (57% contra Ciro e 59% contra Dilma), entre os mais jovens (57% contra Ciro e contra 63% contra Dilma) e entre os de renda mais elevada (58% contra Ciro e 58% contra Dilma).

Se no primeiro turno o maior percentual de intenção de voto em Serra é registrado entre os eleitores de menor escolaridade, na hipótese de segundo turno a situação se inverte e a sua maior preferência passa a ser entre os que têm curso superior (58% contra Ciro e 59% contra Dilma).

Quando o Ibope simula o segundo turno com Aécio no lugar de Serra, dá: Dilma 36%, Aécio 32%. Ou Ciro 39%, Aécio 29%.

Entre os possíveis candidatos à vaga de Lula, Serra é o mais conhecido. Dos entrevistados, 72% responderam que o conhecem “bem” ou “mais ou menos” – contra 61% que disseram o mesmo de Ciro, 45% de Dilma e 23% de Marina.

Serra tem o mais baixo índice de rejeição entre os possíveis candidatos. Apenas 21% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Esse percentual é de 29% no caso de Ciro, 34% no de Dilma, 32% no de Aécio e 36% no de Marina.

O brasileiro está satisfeito com a vida que leva. Dos total de entrevistados, 80% disseram estar muito satisfeitos ou satisfeitos contra 20% que se dizem insatisfeitos ou muito insatisfeitos. O grosso dos satisfeitos ou muito satisfeitos está no Norte/Centro-Oeste (86%) e nos municípios menores com até 20 mil habitantes (83%). Espontâneamente, 18% citaram Lula como o candidato no qual “votariam para presidente da República se a eleição fosse hoje”. Tal percentual pula para 21% entre as pessoas de menor escolaridade.

O voto espontâneo em Serra é de 9%, em Dilma de 5%, em Aécio de 4%, em Ciro de 2%, e em Marina e na ex-senadora Heloísa Helena de 1%.

O desempenho de Lula é aprovado por 82% dos entrevistados. E seu governo é considerado ”ótimo” e “bom” por 72%.

Quanto à conduta do próximo presidente,

* 11% dos entrevistados responderam que gostariam que ele “mudasse totalmente o governo”;
* 32% que mantivesse só alguns programas do atual governo, “mas que mudasse muita coisa”;
* 28% que fizesse “poucas mudanças e desse continuidade a muita coisa”;
* e, finalmente, 29% que “desse total continuidade” ao governo Lula.”

Fonte: Blog do Noblat

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.