23 setembro 2009

Um brasileiro mais próximo da causa de reabilitação do Padre Cícero

O arcebispo de Belo Horizonte (MG), dom Walmor Oliveira de Azevedo (foto), foi nomeado pelo papa Bento XVI membro da Congregação para a Doutrina da Fé. “O ato do papa é uma deferência e demonstração de confiança e reconhecimento para com a Igreja no Brasil, com a CNBB e a Arquidiocese de Belo Horizonte”, disse dom Walmor, único brasileiro a integrar a Congregação.

Segundo o jornal O Estado de Minas, o comunicado oficial foi feito esta semana pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarciso Bertone. Trata-se de uma das congregações mais antigas, remontando aos tempos medievais (antigamente denominada Santa Inquisição ou Santo Ofício). Ela tem a tarefa de zelar pela Igreja, a verdade da fé e a fidelidade aos seus princípios. “Trabalha com o que a Igreja crê e ensina”, declarou o arcebispo ao jornal O Estado de Minas.
“As questões doutrinais dizem respeito ao ensino teológico e à proclamação zelosa da fé. Terei que estudar muito, pesquisar mais ainda para auxiliar o papa, dar pareceres e examinar as matérias que tratam de moral, fé e das relações com um mundo plural”, explicou dom Walmor, que ficará cinco anos no cargo. Na CNBB, ele preside há seis anos a Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé.

Entre a semana passada e esta semana, em razão das visitas “ad limina apostolorum” dos bispos nordestinos (Nordeste 2 e 1), a causa da reabilitação do Padre Cícero foi relembrada publicamente pelo arcebispo de Maceió, e provavelmente o será também por D. Fernando Panico e/ou por alguém mais da Regional Nordeste 1. Não seria estranho, em razão da expectativa de se colher da Cúria Romana uma posição sobre o andamento dos estudos com o farto dossiê que foi protocolado recentemente. Como a questão fundamental, a da reabilitação, está afeta à Sagrada Congregação da Doutrina da Fé, muito provavelmente este assunto será das próximas preocupações de dom Walmor.

Por Renato Casimiro
Via Beto fernandes - Blog do Juazeiro

6 comentários:

  1. Já que se trata de "...uma das congregações mais antigas, remontando aos tempos medievais (antigamente denominada Santa Inquisição ou Santo Ofício) e que tem a tarefa de zelar pela Igreja, a verdade da fé e a fidelidade aos seus princípios", bem que ela (ou o dom Walmor) poderia nos explicar (citando fontes confiáveis), qual foi mesmo a "causa mortis" que vitimou a beata Maria de Araújo. Por que tanto mistério, a respeito ??? Será que a verdade "desmontaria" um tal milagre ???
    E que se despreocupem os romeiros: mais cedo ou mais tarde o Padre Cícero será não só reabilitado mas, também, canonizado e beatificado, por uma razão simplória: rende muito, muito dinheiro. E, como sabemos, a Igreja Católica "adora" e tem uma imensa fé, no vil metal.

    ResponderExcluir
  2. Mariano,

    Você é tudo!!!

    Realmente no dia que as verdade vierem a tona ...

    ResponderExcluir
  3. dai a igreja catolica estah perdendo tantos fieis.padre cicero santo, basta ver as companhias deste cidadao aa epoca, floro bartolomeu, recebia lampiao.agora uma pergunta que nao quer calar, sr. mariano, quem assinou a patente de capitao a lampiao, foi orientaçao de cicero. e dom panico bispo de juazeiro ou do crato.de um catolico nao praticante.

    ResponderExcluir
  4. Fernando,
    Os "católicos não praticantes" somos milhões, no mundo todo.
    Com relação à "fajuta" patente de capitão outorgada a Lampião, o senhor Mário Correia outro dia postou algo a respeito. O certo é que, se foi Cícero ou Floro o subscritor, não há relevância; nenhum dos dois tinha competência institucional para tal e, portanto, a patente era de araque (donde podemos deduzir que o Lampião podia ser valente, mas, definitivamente, era um otário); no mais, e aqui não há o que se contestar, houve um ato corrupto em tal distinção (obter o apoio bandido do cangaceiro em troca de tal comenda).
    No tocante à dúvida se o dom Panico é bispo do Crato ou de Juazeiro, é preciso atentar que ele passou boa parte da vida anônimo, segredado lá no interior do Piauí e, quando deu de cara com uma diocese com uma bandeira dessa (a reabilitação do Cícero) não perdeu tempo em colocar-se à frente dos holofotes. Esperto, muito esperto, não há como se negar.

    ResponderExcluir
  5. Mariano,

    A vantagem da internet é essa interatividade. Dom Panico também lê o Blog do Crato e poderá até te responder melhor.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  6. Dihelson,

    Se Deus existe e o excelentíssimo Dom Panico lê o Blog porque ela não toma uma atitude de verdade e não vem a publico pedir desculpa pleo abuso que a igreja da sé pratica com os seus alto falantes?

    nem em Fortaleza vc ve essa pratica.

    Será que o Dom Panico não poderia demonstrar um pouco de respeito as pessoas e tirar aquelas caixas de som?

    Além de serem feias e estragarem a fachada d aigreja aind acausa trantornos nas vida ds pessoas.


    Isso so demosntra o egoísmo latente dos católicos que se julgam dono de Jesus e do mundo

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.