09 setembro 2009

Relexões sobre o PT do Crato.

Diante desse tumultuado ano, o Partido dos Trabalhadores do Crato, deveria urgentemente sentar e ponderar , " Onde estamos errando?" Desde a malfadada aliança com o PV nas eleições de 2008 , passando pela expulsão de filiados, culminando em agressão desnecessária no grito dos excluídos deste ano.A pergunta que não quer calar : O que é democracia para esses que conduzem o PT de Crato?, Por que antes quando eram pedra podiam recorrer a todo tipo de manifesto e hoje que são vidraça, não aceitam as criticas?Nessa confusão toda fica claro a urgente necessidade de renovação dentro deste partido, velhas mentes ultrapassadas e ditadoras deveriam se afastar e dar espaços a pessoas que tem coerência, nomes como o J.R , Valdetario, mas acredito que o PT vá sofrer com a mesma situação que ocorreu no Conselho da Mulher , a síndrome do não quero largar o poder então o continuísmo deverá ser o caminho adotado.Mas ainda resta uma esperança, mesmo que longe e cansada de sofrer pancadas, há uma esperança, o famoso MEA CULPA!.O PT de Crato pode vir a ser forte mais o primeiro passo e vir a publico e reconhecer suas falhas , suas limitações, aprender a pedir desculpas, sim essa deve ser a tarefa mais difícil para os dirigentes e os pseudos dirigentes, o aprender a pedir desculpa.Mas vamos indo , vamos ver até onde essa fase negra vai.
Fica ai a reflexão.
Por:Alessandra Bandeira

Um comentário:

  1. Artigo do Prof. Uribam Xavier publiado no jornal "O Povo" de 10.set.2009:

    "O PT no poder

    Uribam Xavier

    O Conselho de Ética e do Decoro Parlamentar, se reuniu no dia 19/9/2009 para colocar em votação os onze recursos apresentados pela oposição contra o arquivamento sumário das acusações contra o presidente do Senado. No início da sessão, o senador João Pedro (PT-AM) leu nota enviada pelo presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, justificando o voto da bancada a favor de Sarney. Diz a nota:

    “A crise política pela qual passa o Senado Federal tem raízes em práticas administrativas inaceitáveis, que colidem com princípios constitucionais que fundamentam a administração pública [...] No entanto, não podemos ignorar
    que essa mesma crise é alimentada pela disputa política relacionada às eleições de 2010 [...] Por entender que essa crise tem raízes reais, mas é manipulada de forma hipócrita para interesses eleitorais... oriento os senadores do PT que fazem parte do Conselho de Ética que votem pela manutenção do arquivamento das representações em relação aos senadores representados, como forma de repelir essa tática política da oposição, que deseja estabelecer um ambiente de conflito e confusão política“.

    A nota do presidente nacional do PT se constitui numa peça que fundamenta um fato, a saber: que o PT virou um partido vazio de projeto em torno do qual se possa construir uma governabilidade programática. O PT passou a disputar o poder pelo poder. Daí, mesmo reconhecendo que existe uma crise, que ela tem raízes reais e revela práticas inaceitáveis que colidem com os princípios constitucionais; é preferível a falta de zelo para com a coisa pública, praticar e ser cúmplice da corrupção do que correr o risco de não continuar no poder. O mais grave, a nota chega a negar o papel político da oposição de fiscalizar o governo e buscar alterar a correlação de forças a partir das próprias contradições do governo e de seus aliados. Esse fato é o mais grave porque pode indicar indícios de um comportamento totalitário.

    Uribam Xavier - Professor do departamento de Ciências Sócias da UFC
    uribam@ufc.br "

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.