12 setembro 2009

Cid e deputados trocam insultos

NE - Por essa, você esperava?

O governador Cid Gomes, ontem, mandou que se retirassem do seu gabinete os deputados federais Pedro Ribeiro (PMDB) e Vicente Arruda (PR), após uma áspera discussão entre ele e o deputado Pedro Ribeiro, que cobrava do governador os recursos das emendas que Cid teria prometido aos deputados federais. Vicente Arruda reclamou respeito do governador ao seu colega Pedro Ribeiro e a discussão evoluiu para palavrões.

Como os dois deputados não saíram da sala de despachos do governador, ele próprio retirou-se para o banheiro. Alguns instantes depois, todos os deputados se retiraram para uma sala vizinha, tentaram acalmar os ânimos dos dois colegas e resolveram todos deixar o Palácio Iracema, tentando demonstrar tranqüilidade. A Assessoria do Governador, no início da noite, procurada para falar sobre o assunto demonstrou surpresa com a abordagem e disse desconhecer o problema.

Tudo aconteceu logo após o início da reunião que seria para tratar de questões relacionadas com a distribuição dos royalties pela exploração de petróleo, a contribuição social para a saúde, a liberação dos recursos das emendas de bancada, a Lei do Orçamento da União para o próximo ano e a indignação do governador com o descaso das estradas federais no Ceará. Dos 22 deputados federais e três senadores estavam lá apenas 12 deputados e um senador.

Emendas

O fato começou com a indagação do deputado Pedro Ribeiro ao governador sobre quando ele (Cid) iria liberar os recursos das emendas que prometera aos deputados federais. Cid não teria respondido satisfatoriamente e o deputado insistiu indagando se o governador não iria cumprir com a palavra. Cid não teria gostado e pediu respeito ao deputado que recebeu a solidariedade do colega Vicente Arruda, reprovando a atitude do governador Cid Gomes.

Os ânimos se exaltaram mais ainda e passaram para a troca de palavrões com o governador ordenando a retirada dos dois deputados que se negaram a sair. O próprio Cid Gomes deixou o espaço onde estavam reunidos e se trancou no banheiro.

O constrangimento foi geral e todos terminaram saindo do gabinete e se confinaram em uma sala ao lado, oportunidade que tentaram acalmar os dois deputados e definirem a estratégia de deixar o recinto sem que os jornalistas, postados na entrada do Palácio Iracema, tivessem conhecimento do ocorrido. O deputado José Guimarães, coordenador da bancada, escalado para falar sobre o que deveria ter sido uma reunião, descreveu o que eles teriam conversado antes do entrevero, sem qualquer menção ao fato.

Estavam lá: Inácio Arruda, José Guimarães, Flávio Bezerra, Mauro Benevides, Paulo Lustosa, Eunício Oliveira, Raimundo Matos, Ariosto Holanda, Eugênio Rabelo, Chico Lopes, Gorete Pereira e os dois deputados federais envolvidos.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.