28 setembro 2009

CRATO - BLOGarquitetura de preservação:Wilson Bernardo!

Preservar o futuro é conservar o passado, e o que nos resta é muito pouco ou quase nada de um Crato referência na sua originalidade arquitetônica, quando então esta província reinava no ciclo canavieiro, e uma das únicas fora dos limites da zona da mata, tempos fervorosos em questões politicas coronelistas e religiosas com o chamado fenômeno religioso messiânico.Temos ainda um pouco que nos resta, belíssimas fachadas de características "ibero-europortugales" e que bom seria se tivésemos um plano de politicas publicas de preservação das mesmas, pois são na verdade, verdadeiras aulas de Arte e arquitetura de uma cidade adormecida em um passado destruído.






Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

3 comentários:

  1. Wilson,

    Quase saltei da cadeira quando vi essa sua reportagem fotográfica, tanto pelo texto extremamente patriótico, quando pelas belas e imponentes fotografias. Um ensaio maravilhoso que ESTAVA FALTANDO, diga-se de passagem, para completar o conjunto de fotografias do acervo do Blog do Crato.

    maravilhoso!
    Por alguns instantes tocou em minha cabeça o hino do Crato:

    "Flor da terra..."

    Sinto-me tão bem em ser Cratense nessas horas, em que tantos duvidam da nossa capacidade enquanto povo, enquanto muitos querem desistir de lutar por esta terra...

    São essas realidades incontestáveis, eternizadas por você, que me fazem acreditar que o Crato ainda vale a pena. Se eu acreditasse que não valia mais a pena, eu já teria feito minhas malas para não mais voltar.

    Se os Cratenses de todo o mundo olharem bem para estas fotos, haverão de se comover, como me coração, que agora pulsa renovado nessas belas fotos e nesse belo e original texto.

    PARABÉNS, meu querido amigo, por nos mostrar que o Crato está bem vivo!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  2. Ah! e eu ia me esquecendo: Essa sua criatividade para inventar novos quadros nos deixa espantados: BlogFashion, BLOGarquitetura, eheheheh, seu pensamento é muito abrangente.

    Olha para o fora-do-comum. A sociedade precisa que a maioria seja gente normal, e também que uns poucos possam pensar de forma abrangente, para orientar a maioria. Que bom que você é criativo e único.

    Um abração,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.