30 setembro 2009

Bento XVI quer padres fora da política

O papa Bento XVI mandou dois recados aos padres brasileiros no encontro com representantes da Regional Nordeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB): mantenham-se afastados de um engajamento pessoal na política e se esforcem para despertar novas vocações sacerdotais. No mesmo evento, o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, recebeu o apoio do papa para criar em Pernambuco unidades do programa Fazenda Esperança, destinado a jovens dependentes de álcool e drogas.

Bispos da CNBB Nordeste 2 (Olinda e Recife, Paraíba, Maceió e Natal) estiveram em Roma de 9 a 18 de setembro último, para visita obrigatória ao papa, que se repete a cada cinco anos. A mensagem de Bento XVI ao grupo foi produzida com base nos relatórios que ele recebeu previamente de cada uma das arquidioceses. “Não temos sacerdotes envolvidos com política no Recife, mas em Sobral (CE) há um padre que é deputado federal”, disse dom Fernando, ao explicar as preocupações do pontífice.

De acordo com o arcebispo, nas audiências coletivas o papa destacou como um dos pontos mais delicados da Igreja a relação harmônica entre padres e leigos. “Não é a falta de presbíteros que justifica uma participação mais ativa e numerosa de leigos”, escreveu Bento XVI. “A função do presbítero é essencial e insubstituível para o anúncio da palavra e a celebração dos sacramentos, sobretudo da eucaristia”, completou.”

Fonte: Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.