06 agosto 2009

Projeto “Cadeia é lugar de Cidadania” é desenvolvido no Crato


Reconhecer o sistema prisional como espaço para reintegração social é dos objertivos do Projeto “Cadeia é lugar de Cidadania” realizado na Cadeira Pública do Crato. O projeto consiste na realização de cursos e palestras que tem como foco a profissionalização e o fomento aos princípios de cidadania. Já foram realizados cursos de origami, corte e costura, artesanato em E.V.A, bijuterias, artesanato em jornal, pintura em cerâmica, alfabetização de jovens e adultos. No início desta semana, foram iniciados mais três turmas para os cursos de Corte e Costura e Bijuterias com sementes. O projeto realizou em fevereiro deste ano, a exposição Ninho no Fórum Hermes Parayba, no Crato que contou com um imenso painel com grafismos, desenhos e frases produzidas pelos detentos e detentas, além de peças fabricadas pelos encarcerados das cidades do Crato e de Várzea Alegre.

O projeto conta ainda com o apoio de estagiários do Curso de Direito da Universidade Regional do Cariri – URCA que desenvolvem um trabalho que visa agilizar a tramitação de processos e servir de elo entre os detentos e a Defensoria e Ministério Público. O “Cadeia é Lugar de Cidadania é realizado pela Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, subseção Crato em parceria, com a Pró-Reitoria de Extensão da URCA, Projeto Nova Vida, Juiz da Vara de Execuções Penais/ Comarca de Crato, Coletivo Camaradas e 18ª Coordenadoria de Desenvolvimento da Educação – CREDE. Um dos problemas enfrentados é a super lotação da Cadeia do Crato que não comportar a capacidade de presidiárias. Tendo em vista, que a capacidade é para atender 50 pessoas e já tem uma população com 89, sendo 77 homens e 12 mulheres. A Comissão de Direitos Humanos encaminhou documento ao Governo do Estado do Ceará apontando para a necessidade de construção de uma nova cadeia Pública na Cidade.

Nota do editor: "É lugar de cidadania e de bandidos também. Nunca esquecer!"

Texto enviado por: Alexandre Lucas

Um comentário:

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.