20 agosto 2009

Mercadante anuncia no Twitter que deixa liderança do PT de forma "irrevogável" - Por: Samuel P. Teles

Em meio à crise da bancada petista no Senado, o senador Aloizio Mercadante (SP) anunciou nesta quinta-feira (20) no microblog Twitter que deixa a liderança da legenda na Casa depois do arquivamento das representações contra José Sarney (PMDB-AP) e do estremecimento de suas relações com colegas de partido.

"Eu subo hoje à tribuna para apresentar minha renúncia da liderança do PT em caráter irrevogável", escreveu Mercadante. O pronunciamento deve acontecer por volta das 15h, segundo assessores do parlamentar.

O senador, que deve disputar a reeleição em 2010, alfinetou os colegas que anunciaram saída do partido. Marina Silva (AC) pediu desfiliação na quarta-feira depois de receber convite do PV para disputar a Presidência da República.

Flávio Arns (PR) afirmou que sairá do PT porque sentiu vergonha da posição do partido de ceder às pressões do Palácio do Planalto e votar pela absolvição de Sarney no Conselho de Ética.

"Ao contrário dos que estão deixando o partido, saio da liderança para disputar, junto à militância, a concepção do PT que eu acredito", afirmou Mercadante.

Na quarta-feira, Mercadante se recusou a ler nota assinada pelo presidente do PT, Ricardo Berzoini, orientando os parlamentares do partido no Conselho de Ética do Senado a arquivar as representações contra Sarney.

O senador Delcídio Amaral (MS), que integra o órgão pelo PT junto de João Pedro (AM) e Ideli Salvatti (SC), também usou o Twitter na quarta-feira para criticar a posição de Mercadante.

Crise com o Planalto
Nas últimas semanas a posição de Mercadante pela reabertura de pelo menos uma das 11 representações contra Sarney o afastou do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata à sucessão presidencial em 2010.

Em julho, uma nota assinada pelo petista dizia que gravações da PF indicaram envolvimento de Sarney na negociação da contratação do namorado da neta. "É grave, porque há indícios concretos da associação do peemedebista com atos secretos", dizia a nota.

Mercadante pedia o o afastamento temporário do presidente do Senado. Na época, o ministro José Múcio Monteiro (Relações Institucionais) disse que o pedido de licença de Sarney feito por Mercadante era um ato isolado de "um ou dois" senadores.

Fonte: UOL Notícias

Por: Samuel P. Teles

10 comentários:

  1. Não confie muito nisso. O PT é partido que tem dono (o mandato, é bom lembrar, é do partido, como faz questão de alardear o subserviente Ricardo "poderoso chefão" Berzoini) ) e se Lula mandar o senador baixar a bola, ele murcha na hora.
    É só aguardar.
    Sempre tem sido assim. Petista independente age como Marina e Flávio Arns. Ou seja, dá bye-bye à canga.
    Mercadante não é esse homem todo...

    ResponderExcluir
  2. Também acho! Mercadante é mais frouxo do que calça de palhaço (alguma semelhança com os petistas de hoje é mera coincidência).

    Lula o chamou pra uma conversa. Vamos ver no que vai dar.

    Enquanto isso, a pizzaria do Senado está funcionando a todo vapor.

    E dá-lhe pizza!

    ResponderExcluir
  3. O Senador Mercadante devia pensar que ano que vem ele tem um encontro com o eleitor paulista, que não é igual ao do Amapá, é bem mais exigente. A Marta que o diga.

    O fato é que Marina Silva e Flavio Arns estão saindo pela vontade propria e ano que vem sairão outros pela vontade do povo.

    ResponderExcluir
  4. Prezados amigos tucanos não assumidos
    (Samuel e Morais, nem só de Marina e Flávio Arns vive o PT. Eles foram eleitos se utilizando do nome do partido, é bom que se diga. Que saiam logo ! não fiquem com balelas.

    ResponderExcluir
  5. Mercadante é suspeito de estar à frente do famigerado "dossiê dos aloprados", que quase põe a perder o projeto de reeleição de Lula.

    ResponderExcluir
  6. Sobre Mercadante e mais 80 pizzaiolos do Senado:

    "como diria meu avô: bitencú tem medo!"

    Sem troquidalhos, por favor. :)

    ResponderExcluir
  7. A propósito, vejam:

    http://charges.uol.com.br/2009/08/21/representacoes-arquivadas-do-senado-cantam-luz-de-tieta/

    kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Como eu previ há dois dias (ver primeiro comentário acima) a assessoria do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) confirmou nesta manhã, minutos antes do pronunciamento do petista na tribuna do Senado, que ele permanecerá na liderança do partido na Casa. Na quinta-feira, ele havia afirmado que anunciaria oficialmente sua renúncia à tarde. Porém, após uma conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, este último mandou ele baixar a bola e o senador obedeceu servilmente...

    ResponderExcluir
  9. Mas Toinho, o que é isso ?

    Quando eles estavam no PT eram bons, e agora que querem sair, não prestam mais ????

    rs rs rs

    Abraço,
    Sim, muito obrigado pela reportagem, meu amigo!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.