08 fevereiro 2009

Transnordestina só tem 5,3% em obras - Por: Antonio Vicelmo


Ferrovia Atrasada

Clique para Ampliar

Trecho entre Missão Velha, no Ceará, e Salgueiro, em Pernambuco. Apesar da movimentação de máquinas e operários, a ferrovia está longe da conclusão (Foto: ANTÔNIO VICELMO)

Clique para Ampliar

De 1,8 mil quilômetros da Ferrovia, só 96km estão em obras. Destes, 80% da terraplanagem estão prontos. Missão Velha. Mesmo debaixo de chuvas, estão tendo prosseguimento os trabalhos de construção da Ferrovia Transnordestina, no trecho entre Missão Velha, no Ceará e Salgueiro, em Pernambuco. A construtora EIT, responsável pela execução do projeto, não fornece nenhuma informação sobre o andamento dos trabalhos. Apesar da movimentação de máquinas e operários, a ferrovia está longe de ser concluída. De 1,8 mil quilômetros previstos no projeto da Ferrovia Transnordestina, que deverá ligar o interior do Nordeste aos portos de Pecém (CE) e Suape (PE), apenas o trecho de 96 quilômetros entre os municípios de Salgueiro, em Pernambuco, e Missão Velha, no Ceará, está em obras, ou seja, somente 5,3% do total previsto. A informação é de um técnico que trabalha no canteiro de obras, que preferiu não ser identificado. A conclusão da Ferrovia Transnordestina estava prevista para o ano de 2010. No canteiro de obras, os operários, que pedem para não serem identificados, afirmam que 80% da terraplanagem estão concluídos — seria a etapa mais importante porque envolve a construção da estrada. Faltam somente as obras-de-arte (pontes e barragens, diques e muros) e o dois túneis. Um deles passará por baixo da CE-293, a altura da localidade denominada de Café da Linha. Em alguns pontos, foi feita a imprimação, que consiste na aplicação de óleo asfáltico em cima da terraplanagem, onde serão instalados os trilhos. Esta semana, foi aberta a picada para a construção do último trecho, entre os quilômetros 16 e o marco zero, no município de Salgueiro (PE).

Reconstrução
A linha que liga Salgueiro ao Porto de Suape, em Pernambuco, já existe, mas será reconstruída. Isso porque a ferrovia atual é em bitola métrica, ou seja, os trilhos têm um metro de distância um do outro, e as ferrovias modernas são feitas em bitola larga, com 1,6 metro de distância. O investimento previsto na ferrovia, de acordo com o projeto, é de R$ 4,5 bilhões. Os recursos são da concessionária da obra (R$ 300 milhões) e de financiamentos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste e do Fundo de Investimentos do Nordeste (R$ 3,5 bilhões). Outros R$ 400 milhões serão de empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 250 milhões virão de novos sócios. A empresa responsável pela construção da ferrovia é a Transnordestina Logística que, até maio do ano passado, chamava-se Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN), também se recusa a fornecer informações sobre a obra. Com 1.860 quilômetros de extensão, a ferrovia começará no município de Eliseu Martins, no Piauí. De lá, segue pelo interior pernambucano até a cidade de Salgueiro, onde bifurca em dois ramais — um em direção ao Porto de Suape, em Pernambuco, e o outro até o Porto de Pecém, no Ceará. Toda a obra envolve investimentos de R$ 4,5 bilhões, dos quais R$ 3,95 bilhões de financiamentos do Governo Federal. O projeto original da Transnordestina foi iniciado no ano de 1990 e paralisado no fim de 1992, segundo dados do Ministério dos Transportes.

Antônio Vicelmo
Repórter

RECURSOS
4,5 bi de reais é o investimento previsto na construção da Ferrovia Transnordestina, de acordo com o projeto. Deste total, R$ 3,95 bilhões são oriundos de financiamentos do Governo Federal

Mais informações:
Empresa Industrial Técnica (EIT)
Maraponga, Fortaleza (CE)
(85) 3495.3262
Companhia Ferroviária Nacional
(11) 8495.9782

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Um comentário:

  1. Sempre achei o governo Lula um atraso para nosso País. Os investimentos são ínfimos e quem sobre é o povo brasileiro que infelizmente se contenta com uma bolsa mensal.Essas obras paradas é sinal que o bem-estar da população está em segundo plano.Irão se arrastar durante anos, transposição, transnordesrina, trem bala, o PAC que nem ver efetividade, mas aumento no bolsa família tem, pois é interesse do governo manter 84% de popularidade.Francamente!!
    Cada um tem o governo que merece.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.