30 julho 2008

Mandem erguer uma estátua para Lampião

.Acima: Foto de Lampião e Maria Bonita


Ronaldo Correia de Brito
Do Recife (PE)

Festejaram bastante os setenta anos da morte de Lampião. Uma festa parecida com o louvor a um mito. Todos parecem esquecidos do medo em que viviam os estados nordestinos, nos anos em que o cangaceiro reinou. Em Serra Talhada, onde ele nasceu, até pensaram em erguer estátua. Pode? Se na França cultuam a memória de Napoleão, porque negar esse direito aos conterrâneos de Virgolino Ferreira da Silva?

No Houaiss, bandido é o indivíduo que pratica atividades criminosas; pessoa sem caráter, de maus sentimentos. E também assaltante, bandoleiro, cabra, celerado, larápio, malfeitor, salteador e por aí afora. Por mais que a literatura de cordel e o cinema novo tenham lapidado uma outra imagem de Lampião, ele será sempre um bandido. Por mais que os sociólogos de esquerda como Rui Facó analisem as causas do cangaço, vinculando-as à fome, ao isolamento, à miséria da região, ao coronelismo e à política latifundiária, mesmo assim os cangaceiros continuarão bandidos.

No Brasil, tendemos a transformar bandidos em heróis, a simpatizar com salafrários que burlam a lei, enriquecem com o crime e sobem na vida a qualquer custo. Nenhuma comoção nacional aconteceu com a prisão de Daniel Dantas e seus asseclas. Ninguém saiu às ruas para manifestar-se, nem houve ameaças de linchamento como no caso da menina Isabella. Crimes de corrupção, mesmo que cheguem à cifra de dois bilhões de reais, são abstratos demais para os brasileiros. Gostamos do espetáculo do sangue e da carnificina.

A história de Lampião é um exemplo de que o Brasil globalizado ainda guarda resquícios do Brasil rural. Em 1926, Virgolino, acompanhado de seu bando, visitou a cidade cearense de Juazeiro do Norte, para se encontrar com grandes proprietários de terras, A Liga dos Coronéis, e receber a bênção do Padre Cícero Romão Batista, o Padinho Ciço. Os políticos, os latifundiários, o clero e os bandidos juntos, parecido com hoje.

A simpatia por Lampião se deve ao poder que ele alcançou desafiando autoridades e poderosos. Suas façanhas alimentavam o imaginário das pessoas que também sonhavam em romper com a miséria sertaneja. Mas Lampião nunca foi um herói como o lendário Robin Hood, roubando dos ricos para ajudar aos pobres. Sua crueldade só fazia distinção com os fazendeiros que pagavam para não serem molestados, nem terem as propriedades invadidas. Eram os coiteiros, protetores de criminosos e passadores de informações. Tudo igualzinho a hoje.

Quando visitou Juazeiro, além de receber armamentos, munição e a bênção do Padrinho, Lampião foi incumbido de ir ao encontro da Coluna Prestes e atacá-la. Mas ele tomou um rumo contrário ao dos comunistas. Sua vida era de bandoleiro e não de político. É falso politizar suas façanhas. Brigas de família por disputa de terras eram comuns naquele nordeste agrário e medieval. A escolha de Lampião pelo cangaço se deu por vários motivos, e não apenas por ele ter presenciado a morte dos pais. Centenas de cangaceiros entraram na vida errante, e não passaram pelo mesmo trauma.

O romancista russo Dostoievski criou um personagem que justifica o crime de assassinato cometido por ele, comparando-se a Napoleão. Bonaparte levou centenas de milhares de pessoas à morte, pilhando e destruindo cidades em nome de um sonho imperialista. A história o transformou em herói. É possível que as gentes nordestinas tenham enxergado em Lampião não o imperador expansionista que converteu a França ao seu delírio, mas alguém capaz de um grande feito: inverter a ordem do medo e do terror, assumindo o lugar de tirano. Se abstrairmos os discursos políticos, Lampião e Napoleão são metais do mesmo quilate. Afinal, bandido é o indivíduo que pratica atividade criminosa, segundo Houaiss.

Ronaldo Correia de Brito é médico e escritor. Escreveu Faca e Livro dos Homens.

Fale com Ronaldo Correia de Brito: ronaldo_correia@terra.com.br

Foto Ilustrativa: Fonte: website spintravel.blogtv.com.pt.


A FÉ DA RAPAZIADA

O Brasil possui a terceira população jovem mais religiosa do mundo, segundo estudo da consultoria alemã Bertelsmann Stiftung: pelo menos 95% dos brasileiros entre 18 e 29 anos declararam que seguem uma religião. Esse índice coloca o País entre os mais religiosos do planeta – estamos apenas atrás da Nigéria e da Guatemala. Marrocos e Indonésia (países muçulmanos) têm os mesmos índices do Brasil (predominantemente católico). Os jovens brasileiros também estão entre os que mais rezam: 74% declararam fazê-lo diversas vezes ao dia, embora um terço deles tenha admitido que não vive totalmente de acordo com os preceitos da religião

Clique na imagem para ampliar


Por Tatiana de Mello

Fonte: Revista ISTOÉ N° 2021 - http://www.terra.com.br/istoe/

A comunicação integrada de marketing e o planejamento de campanha eleitoral - Por: Leopoldo Martins Filho

.

A
liberdade garantida pelo regime democrático fomenta a concorrência entre os políticos e os partidos. Estes, então, procuram utilizar-se de estratégias mercadológicas no intuito de se manterem competitivos no contexto político-eleitoral. As estratégias e as táticas de comunicação são montadas em cima de um ambiente eleitoral vivo, já existente, em andamento.
Neste caso, os focos das táticas deste tipo de marketing são os eleitores e o candidato. Através de pesquisas os marketólogos conhecem a realidade dos eleitores, seus desejos e necessidades para assim adequar os esforços de campanha, afim de satisfazê-los e com isso obter mais votos para o postulante.
As campanhas eleitorais precisam ser formadas por profissionais multidisciplinares. Não há mais espaço para o improviso, ou estratégias traçadas na base da intuição e de acordos políticos. Neste novo contexto eleitoral, o eleitor passou a ser o principal foco do marketing eleitoral, tudo começa e termina nele. As atividades do marketing, neste caso, convergem para o processo de decisão de voto do eleitorado.
A pesquisa de mercado, ou a pesquisa eleitoral, visa conhecer as tendências do eleitor em tudo o que possa interferir direta ou indiretamente no seu voto. O planejamento do produto busca moldar o candidato às necessidades e desejos do consumidor. A determinação de preços consiste na adequação das propostas e seus custos sociais, considerando as propostas e custos apresentados pelos adversários. A propaganda, a promoção de vendas e a distribuição têm por objetivo tornar o produto conhecido, estimular a demanda e levar fisicamente o produto ao consumidor final.
Para dar inicio a fase da inicial da campanha é preciso identificar e mapear o segmento social no qual o candidato exerce algum tipo de liderança. A partir de então é necessário mensurá-la através de pesquisas, a fim de conhecer seus problemas e necessidades. É neste primeiro momento também que são delineados o perfil e histórico dos concorrentes, além de avaliar o potencial do próprio candidato frente ao seu eleitorado. Em seguida, é composto o staff de campanha para a partir de então elaborar o planejamento. São estes profissionais que irão coordenar o trabalho na campanha, tratando da militância do partido, da comunicação estratégica, buscando solidificar o esquema de financiamento, planejar a logística dos roteiros, elaborar a agenda do candidato, criar e adaptar os programas de governo, realização de contatos políticos, avaliar o desempenho do candidato periodicamente, dentre outras funções. Com base nas informações levantadas nas pesquisas e do panorama traçado na análise ambiental deve ser criado um conceito para a campanha a fim de estabelecer um conjunto de valores para dar identidade e unidade ao candidato, conferindo credibilidade as suas propostas.
A próxima etapa do planejamento é a definição da estratégia de comunicação. É nela que o composto comunicacional é estabelecido, ou seja, é realizada a seleção das mídias de massa e alternativas, dos canais mais direcionados para o público-alvo que o candidato fará uso durante a campanha.
Outro fator que precisa ser considerado, na elaboração de um planejamento de campanha eleitoral ou de qualquer político que almeje o sucesso de sua trajetória, diz respeito à imagem que este candidato criará e manterá frente aos seus eleitores e toda a opinião pública.
As técnicas do marketing político-eleitoral têm levantado debates cada vez mais calorosos na sociedade. Questiona-se o caráter midiático e comercial que as campanhas eleitorais incorporaram, transformando políticos em produtos e propostas de governo em entretenimento. Realmente, os instrumentos publicitários são necessários, mas superficiais, o que deve fazer diferença neste caso é a mensagem que é transmitida. Enfim, a maioria das pessoas confunde o meio com a mensagem. O instrumento com a ação que se faz do instrumento.

Por: Leopoldo Martins Filho - Advogado
.

MISSA DO VAQUEIRO

Mais fotos do evento MISSA DO VAQUEIRO em complemento a reportagem do Diário do Nordeste.




Fotos: Pachelly Jamacaru
"Direitos reservados"

Chapada do Araripe - Josilson Lobo

Informação Útil - O que fazer se você for roubado e levarem seus cartões de Crédito.

.

Olá, pessoal, Este excelente texto foi repassado pelo Amilton Silva, e eu repasso para vocês. Vale a pena ter uma cópia dele sempre perto, caso você venha a precisar:

"Fui abordada por um indivíduo na rua em março e levou a minha bolsa com todos os documentos (até hoje não apareceram), cancelei todos os cartões, abri um boletim de ocorrência, fiz tudo o que manda um figurino nessa situação, mas não foi o suficiente.

Semana passada fui tentar um crédito numa loja e fui surpreendida com uma notícia, que meu nome estava com muitas restrições. Fui ao SPC e SERASA imediatamente para verificar, e realmente meu nome está completamente sujo. Os camaradas abriram conta, usaram limites e fizeram cartão de crédito em vários bancos em Estados diferentes, pegaram empréstimos em várias financeiras, compraram através de crediário no Ponto Frio, Lojas Renner, etc, isso tudo 5 dias após o assalto. Imaginem... agora estou tendo uma dor de cabeça e uma trabalheira para conseguir limpar meu nome.

Mas o que quero atentar, é para o item 6, que está bem destacado abaixo. Assim como o advogado relata, eu também nunca tinha ouvido falar disso e acho que a maioria das pessoas. Então não fiz o alerta nos orgãos de crédito, que aliás o principal responsável por essa orientação é a Policia no momento que registramos o Boletim de Ocorrência. A partir de orientações do SPC e SERASA, fiz o alerta agora, pois depois de conseguir limpar meu nome, como os bandidos ainda estão com meus documentos, podem tentar novas fraudes.

Pessoal, repassem esta informação para que outras pessoas não tenham a dor de cabeça que estou tendo agora.
Compensa ler e seguir... até que enfim alguém coloca algo bem útil nessas mensagens...

Um advogado circulou a seguinte informação para os empregados na Companhia dele:

1. Não assine a parte de trás de seus cartões de crédito. Ao invés, escreva 'SOLICITAR RG' .

2. Ponha seu número de telefone de trabalho em seus cheques em vez de seu telefone de casa. Se você tiver uma Caixa Postal de Correio use este em vez de seu endereço residencial. Se você não tiver uma Caixa Postal, use seu endereço de trabalho. Ponha seu telefone celular ao invés do residencial.

3. Tire Xerox do conteúdo de tua carteira. Tire cópia de ambos os lados de todos os documentos, cartão de crédito, etc. Você saberá o que você tinha em sua carteira e todos os números de conta e números de telefone para chamar e cancelar. Mantenha a fotocópia em um lugar seguro. Também leve uma fotocópia de seu passaporte quando for viajar para o estrangeiro. Se sabe de muitas estórias de horror de fraudes com nomes, CPF, RG, cartão de créditos, etc... roubados.
Infelizmente, eu, um advogado, tenho conhecimento de primeira mão porque minha carteira foi roubada no último mês. Dentro de uma semana, os ladrões ordenaram um caro pacote de telefone celular, aplicaram para um cartão de crédito VISA, tiveram uma linha de crédito aprovada para comprar um computador, dirigiram com minha carteira, e mais.....
Mas aqui está um pouco de informação crítica para limitar o dano no caso de isto acontecer a você ou alguém que você conheça.
E MAIS....

4. Nós fomos informados que nós deveríamos cancelar nossos cartões de crédito imediatamente. Mas a chave é ter os números de telefone gratuitos e os números de cartões à mão, assim você sabe quem chamar. Mantenha estes onde você os possa achar.

5. Abra um Boletim Policial de Ocorrência imediatamente na jurisdição onde seus cartões de crédito, etc., foram roubados. Isto prova aos credores que você tomou ações imediatas, e este é um primeiro passo para uma investigação (se houver uma)
Mas aqui está o que é talvez mais importante que tudo:

6. Chame imediatamente o SPC (11-3244-3030) e SERASA (11-33737272) (e outros órgãos de crédito se houver) para pedir que seja colocado um alerta de fraude em seu nome e número de CPF . Eu nunca tinha ouvido falar disto até que fui avisado por um banco que me chamou para confirmar sobre uma aplicação para empréstimo que havia sido feita pela Internet em meu nome. O alerta serve para que qualquer empresa que confira seu crédito saiba que sua informação foi roubada, e eles têm que contatar você por telefone antes que o crédito seja aprovado. Até que eu fosse aconselhado a fazer isto (quase duas semanas depois do roubo), todo o dano já havia sido feito. Há registros de todos os cheques usados para compras pelos ladrões, nenhum de que eu soube depois que eu coloquei o alerta. Desde então, nenhum dano adicional foi feito, e os ladrões jogaram fora minha carteira. Este fim de semana alguém a devolveu para mim. Esta ação parece ter feito eles desistirem.

Passamos para frente muitas piadas pela Internet . Mas se você estiver disposto a passar esta informação, realmente poderá ajudar alguém com quem você se preocupe.


Por: Amilton Silva

Você realmente acredita que essa "coisa" está na superfície Lunar ?

Com toda a tecnologia que temos hoje, todos os avanços da informática nos últimos 40 anos, ainda é muito complicado ir à Lua. Fazem previsões de "voltar" à Lua em 2020. E como é que se explica que em 1969, com aquela tecnologia atrasada que nós tínhamos, recém saídos do período das válvulas para o uso do transistor, mal tínhamos circuitos integrados, e quanto menos, computadores, nós fomos até a lua, levamos um Jipe que se movia a energia solar, e tinha uma antena de microondas que se comunicava com a terra ?

Todos já sabem que cada vez mais surgem evidências e desconfianças de que o homem ainda não pisou o solo lunar, e que isso foi uma armação do governo americano, que levou os astronautas para um outro local, na própria terra, além dos efeitos especiais que teriam sido feitos por Stanley Kubrick.

Os que não acreditam na ida à lua alegam que:

Futebol - Atualização - Amilton Silva

Começa nesta quarta feira dia 30, o hexagonal final do campeonato cearense 2008 com tres jogos: às 15:00 h no Alcides Santos Tiradentes X Trairiense, às 20:00 h no Carlos Jereissati Maracanã X Crato, também às 20:00 h no Moraizão Maranguape X Guarany.
Nesta etapa do campeonato, o campeão e vice farão parte da elite do futebol cearense de 2009.Todos os desportistas caririense ficam na torcida para ascensão da equipe Cratense.

Pela segundona do Brasileirão, hoje teremos tres jogos abrindo a 15ª rodada:

Bragantino X Ceará Fortaleza X Santo André Barueri X ABC

Todos os jogos serão realizados às 20:00 horas.

Por: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato


Tradição - Vaqueiros se reúnem em Serrita

Clique para Ampliar

Vaqueiros, aos poucos, sobem ao altar montados em seus cavalos e entregam objetos pessoais

Mil vaqueiros, de várias cidades, celebram missa em alusão a Raimundo Jacó, primo de Luiz Gonzaga

Serrita (PE). O vaqueiro José João de Freitas amanheceu o dia com o cavalo selado. Vestiu as perneiras, o gibão, o peitoral, botou o chapéu e tomou o caminho do Sítio Lajes, município de Serrita (PE). Depois de duas horas de cavalgada, ele chega ao seu destino, onde se juntou a mais de mil vaqueiros, todos vestidos a caráter, para participar da 38ª Missa do Vaqueiro, em sufrágio à alma de Raimundo Jacó, primo de Luiz Gonzaga, Rei do Baião.

Na madrugada de 8 de julho de 1954, o vaqueiro Raimundo Jacó foi traiçoeiramente assassinado com uma pancada na cabeça nas caatingas do Sítio de Lages, distrito do município de Serrita, localizado no alto sertão Araripe, a 553 quilômetros de Recife. A tragédia motivou vaqueiros, cantadores e religiosos a celebrar a missa em homenagem a Raimundo Jacó, todos os anos, no terceiro domingo de julho.

A missa transformou-se num mega espetáculo cultural, religioso, turístico, popular e tradicional que tem sua origem assentada em uma história sangrenta, atraindo milhares de visitantes entre vaqueiros, curiosos, turistas e políticos. Com a morte do padre João Câncio e de Luiz Gonzaga — idealizadores da cerimônia, ao lado do poeta Pedro Bandeira —, a viúva do padre, Helena Câncio, assumiu o comando. Ela diz que foi a única herança que o ex-padre lhe deixou, um patrimônio valiosíssimo porque, segundo afirma, lhe dá oportunidade de fortalecer a cultura popular e de conviver com pessoas simples do sertão nordestino.

Helena lembra que “o espírito místico deste povo, aliado ao credo do homem à terra, transformou o lugar do crime em sagrado, passando a ser motivo de constante romaria. A este vaqueiro mártir, foram atribuídos, a partir de então, vários milagres”. No pé da estátua de Raimundo Jacó, no centro do Parque de Vaquejadas, a aposentada Maria do Socorro dos Santos acendeu uma caixa de velas para o que ela chama de “almas vaqueiras”, ali representadas por Raimundo Jacó que, para ela, é um “santo”.

Missa

A música “Jesus Sertanejo” estronda na Caatinga e ecoa no chapadão do Araripe, anunciando o início da missa. Na frente do altar, em forma de ferradura, mais de mil vaqueiros, montados em seus cavalos, escutam, em silêncio, a mensagem do celebrante que diz: “Rogai pelo vaqueiro senhor, viajante e mensageiro de um mundo tostado e silente, figura profundamente humana na sua casa, no seu amor, na pobreza e na incerteza. Guardai a sua morada contra o mal, a mágoa e o dissabor”.

O celebrante embarga a voz e prossegue: “Senhor tem piedade deste homem, o vaqueiro, um quase esquecido dos homens. Tem piedade do vaqueiro sentado à mesa. Em meio à pobreza, no meio da vida e no meio do mundo, tão forte e sem sorte, sem meios para mudar sua imagem, sua face e seu perfil social”. A cerimônia tem continuidade intercalada com músicas cantadas pelo Coral de Aboio de Serrita. O poeta Pedro Bandeira afina a viola, começa a improvisar versos com cada objeto de uso pessoal oferecido pelos vaqueiros. Um a um, o grupo de vaqueiros sobe ao altar. Montados em seus cavalos, fazem a entrega do chapéu, gibão, perneira guarda-peito, luvas, botas, selas, alforjes, manta cabeçada, chocalho, esporas, chicote, careta, maca búzio, relho e peia. Depois da comunhão, a missa termina com o canto de despedida.

Mais informações:
A missa acontece no Parque Estadual do Vaqueiro
Município de Serrita, no Estado de Pernambuco
(87) 3882.1156

Fonte: Jornal Diário do Nordeste
.

Índios Kariris realizam encontro em São Benedito

O povo indígena Kariri realiza III Encontro na cidade de São Benedito- CE, na Aldeia Carnaúba, local aonde abrigou os índios perseguidos da região Sul do Estado. O Encontro acontece desde o dia 28 e encerrará no dia 02 de agosto. O objetivo do evento segundo a presidenta da Associação Indígena Kariri - AIKA, Rosi Kariri é promover o reencontro, a organização e defesa dos direitos indígenas em geral e do Povo Indígena Kariri em especial. Conforme a presidenta, o Encontro deverá reunir cerca de 200 participantes, entre índios de diversas etnias, pesquisadores, representantes de diversas ONGS, entidades de representação indígena e órgãos governamentais. Ela calcula uma média 170 índios. Da região do Cariri, local originário da etnia Kariri, deverão participar cerca de 25 índios, os quais estão em processo de reconhecimento pela FUNAI, Além dos índios, representantes da Universidade Regional do Cariri - URCA que vem desde o ano passado realizando parceria com os Kariris, residentes no Crato estão em São Benedito, alem de representante Prefeito do Crato.

Berço dos Índios Kariris no Ceará

No Ceará, o povo Kariri habitou o vale do Cariri, na região sul do Estado. Com a invasão e colonização desta região por fazendeiros e missionários as aldeias foram sendo destruídas e os kariri perseguidos e até obrigados a negar sua origem. Com isso houve uma imigração dos índios Kariri buscando outras regiões para segurança e sobrevivência e encontraram lugares como Piauí, Crateús, São Benedito, Pernambuco e outras regiões do país. Hoje se organizam para manter os seus direitos garantidos e com isso rever seu território.

Entidades que já confirmaram participação III Encontro do Povo Indígena Cariri

FUNAI-CE
FUNAI-Brasilia
SEDUC-CE
CREDE 05
IPHAN-CE
Medicos de Sobral ( Formados em cuba- projeto de bolsa ao MST )
Universidade Regional do Cariri- URCA
Secretarias municipais de São Benedito-CE-Prefeito
Dep José Guimarães
AIKA-SP-CE
kariri( Crateus. Crato, SP, Queimada nova-PI)
Comissao Pastoral da Terra-SP
Grupo de pesquisa indígena - Terra Tomada- Direto-USP
ACT Brasil- ong indigenista
Movimento de solidariadade a Cuba - Frei Tadeu-SP
CEPISP-Conselho dos Povos indígenas de SP
COPICE
APONME

Fonte: Pauta Cariri
.