01 julho 2008

Violeta Arraes: Eterna Sertaneja Cidadã do Mundo

.

Os jardins do Araripe, bem como de todo o Vale caririense perderam agora seu antigo encanto, posto que sua mais linda rosa, a flor do lótus feneceu. A Violeta que mantinha no semblante e coração todas as cores do mundo. Todas as bondades e a beleza da vida. Todas as qualidade e os perfumes que a humanidade mais precisa para crescer, evoluir e ascender aos píncaros da sabedoria.
Sem nossa Violeta os jardins desses verdes vales e serras estão mais áridos, pobres, carentes de estéticas e de entusiasmos. Adeus Violeta Arraes!
Os grandes jardineiros dos céus; dos umbrais universais haverão de cantar hinos fantásticos e maravilhosos tão somente para celebrar a tua chegada. Enquanto aqui, continuaremos todos à duras penas, no árduo ofício de acreditar no futuro, na esperança de que poderemos cultuar e cultivar novas Violetas, só porque cremos piamente que você não morreu para sempre. Posto que os gigantes, os titãs da bondade e do saber, tanto quanto as suas idéis não morrem nunca. Adeus santa rosa Violeta... Feliz despertar para à eternidade. Qualquer dia desses nos encontraremos de novo nos jardins e nas Universidades da vida plena. E tudo será novamente e, para o todo e sempre, uma grande festa.
Violeta você existiu... e isso é o bantante para acreditamos no dia da vinda!
_____________________
Prof. José Cícero
Aurora - CE.

Utilidade Pública - Nota de Agradecimento

NOTA DE AGRADECIMENTO

A AFAC-Associação dos Filhos e Amigos do Crato agradece a todos aqueles que direta ou indiretamente contribuiram para o sucesso do II São João do Crato em Fortaleza, em especial à Sitio Mapura(Mapurunga), Carlos Cruz Advogados, Ribeiro Lago, Penha Turismo, Delicias do Milho, Casas Girão, Cartório Araripe, Peogeot, Clinica Diana Feitosa, Top Móveis, Oswaldinho, Emilson Lucas de Morais, Prefeitura Municipal do Crato e a todos os filhos e amigos do crato que se estiveram presentes ao evento.

A Diretoria

Dança de Salão em Juazeiro do Norte

Imperdível: as inscrições começa neste mês!
Curso para professores e alunos de Danças de Salão, com Flávio Campos e Kátia Bezerra da cidade do Recife.
Vagas Limitadas!
Certificado de 40 horas;Dias: 17, 18 e 19 de Julho;Local: Academia RL Nucleo - Juazeiro do Norte.Programação: 1-Aulas práticas: Bolero,Samba,Salsa e Zouk.2-Palestra: A importância das Danças de Salão na sociedade e nas relações de genero: suas contribuições,3-Baile, 4-Espetáculo com os professores.;Professores capacitados e com mais de 10 anos de experiência na área com experiências nos Estados Unidos e Argentina. Flávio Campos é professor da Universidade Federal de Pernambuco, do curso de Educação Física.Informações pelo fone: (088) 9212-2056, ou (088) 8808 4648.
Postado por Coletivo Camaradas às 18:22

Dia 05 de Julho - Sábado - Orquestra do Estado de Mato Grosso no Teatro Municipal do Crato.

.

O Projeto Sonora Brasil – Formação de Ouvintes Musicais apresenta:
A Orquestra do Estado de Mato Grosso se prepara nesse mês de abril para colocar o pé na estrada numa grande turnê, a convite do Projeto Sonora Brasil do Sesc Nacional, que a levará por 78 cidades brasileiras em 22 estados, apresentando-se por praticamente todas as capitais brasileiras.

A Orquestra do Estado de Mato Grosso foi criada em 2005 numa iniciativa do Governo do Estado de Mato Grosso em parceria com o Ministério da Cultura e empresas privadas de diversos segmentos. Músicos profissionais de várias partes do mundo e de diversos estados brasileiros mudaram-se para Cuiabá para trabalharem na instituição.

A Orquestra valoriza a cultura mato-grossense em diálogo com a música universal, solidificando um grupo singular, com repertório e timbres únicos. O grupo dispõe de um "naipe" de violas de cocho, sendo a única Orquestra do país a incluir instrumentos 'populares' em seu instrumental permanente. A Orquestra recebe maestros e solistas convidados de renome internacional e já gravou três DVDs que serão lançados ainda este ano.

Com a direção artística de um dos mais criativos músicos da nova geração de artistas brasileiros, o maestro Leandro Carvalho. Violonista Reconhecido pelo público e pela crítica especializada como um dos músicos mais expressivos da nova geração de artistas brasileiros.

Dia 05 de Julho - Sábado - Teatro Salviano Arraes - Crato - As 19h.

Grupo Coletivo Camaradas se Reuniu na Câmara de Vereadores para definir estratégias para combater a "Farra da Violência".

.
A Coisa é Pra Valer !


Ontem, dia 30 de Junho aconteceu outra reunião do grupo Coletivo camaradas e convidados na câmara municipal do Crato. Na pauta, a discussão de vários temas:

- O discussão de estratégias contra a exclusão dos artistas locais no palco principal da ExpoCrato
- A possibilidade de realização de evento paralelo à ExpoCrato somente de artistas locais
- A criação de uma Associação de Artistas do Cariri e organização da classe.
- A discussão de estratégias para uma Campanha Permanente para a Democratização dos meios de Comunicação, especialmente o Rádio para a diversificação da música.
- A quebra do Monopólio exercido pelas Bandas de Forró Eletrônico nas estações de Rádio.

A reunião, que durou mais de 2 horas foi muito produtiva, com ampla exposição de idéias, muitas vezes contrastantes, proposição de soluções a curto, médio e longo prazo. Foi também uma ótima oportunidade para outros simpatizantes das idéias se conhecerem pessoalmente, pois alguns só se conheciam através da internet. Da pauta, resultaram diversas estratégias e ao final, foi marcada nova reunião no mesmo local, na câmara dos vereadores do crato na próxima Segunda-feira às 18:30 com a intenção de levar mais artistas, pessoas ligadas ao segmento e outras que partilham dos mesmos ideais do Coletivo Camaradas em seu papel de ir contra o Monopólio exercido pela mídia, e o que eles chamam de "A Farra da Violência", promovida pelo "Cartel da Mídia", formado de um lado pelas estações de rádio que só tocam um só tipo de música de baixo calão, por outro lado, os promotores de eventos, que baseados nessa veiculação trazem essas bandas, os proprietários das bandas de forró que as produzem a cada dia, demonstrado na prática pela livre veiculação da pornografia em forma de letras de músicas não de duplo sentido, mas livremente pornográficas, que incitam o alcoolismo, a prostituição, rebaixa o papel da mulher na sociedade e promovem a degeneração da estrutura social promovendo a "Farra da Violência".

Parabéns a esses bravos jovens do "Coletivo Camaradas", que contrários a toda uma política perversa, teima em lutar por uma mídia democrática que dê espaços a todos os tipos de música, todo um Cartel formado por pessoas que precisam ser retiradas urgentemente dos locais que ocupam, de onde só causam o mal à sociedade, através da massificação, bestialização e corrupção de seres humanos, numa ampla e irrestrita lavagem cerebral encabeçada pelos detentores da mídia radio-porno-fônica.

Abaixo, fotos da reunião de ontem na Câmara dos Vereadores em Crato:

Acima: Alexandre Lucas, criador do "Coletivo Camaradas"









O
ntem, dia 30 de Junho aconteceu outra reunião do grupo Coletivo Camaradas e convidados na Câmara Municipal do Crato. Na pauta, a discussão de vários temas importantes para a classe artística e para a sociedade como um todo:

- O discussão de estratégias contra a exclusão dos artistas locais no palco principal da ExpoCrato
- A possibilidade de realização de evento paralelo à ExpoCrato somente de artistas locais
- A criação de uma Associação de Artistas do Cariri
- A discussão de estratégias para uma Campanha Permanente para a Democratização dos meios de Comunicação, especialmente o Rádio para a diversificação da música.
- A quebra do Monopólio exercido pelas Bandas de Forró Eletrônico nas estações de Rádio.
- A influência nociva das letras das bandas de forró eletrônico na Sociedade

A reunião, que durou mais de 2 horas foi muito produtiva, com ampla exposição de idéias, muitas vezes contrastantes, proposição de soluções a curto, médio e longo prazo. Foi também uma ótima oportunidade para outros simpatizantes das idéias se conhecerem pessoalmente, pois alguns só se conheciam através da internet. Da pauta, resultaram diversas estratégias e ao final, foi marcada nova reunião no mesmo local, na câmara dos vereadores do crato na próxima Segunda-feira às 18:30 com a intenção de levar mais artistas, pessoas ligadas ao segmento e outras que partilham dos mesmos ideais do Coletivo Camaradas em seu papel de ir contra o Monopólio exercido pela mídia, e o que eles chamam de "A Farra da Violência", promovida pelo "Cartel da Mídia", formado de um lado pelas estações de rádio que só tocam um só tipo de música de baixo calão, por outro lado, os promotores de eventos, que baseados nessa veiculação trazem essas bandas, os proprietários das bandas de forró que as produzem a cada dia, demonstrado na prática pela livre veiculação da pornografia em forma de letras de músicas não de duplo sentido, mas livremente pornográficas, que incitam o alcoolismo, a prostituição, rebaixa o papel da mulher na sociedade e promovem a degeneração da estrutura social promovendo a "Farra da Violência".

Parabéns a esses bravos jovens do "Coletivo Camaradas", que contrários a toda uma política perversa, teima em lutar por uma mídia democrática que dê espaços a todos os tipos de música, todo um Cartel de pessoas formado por pessoas que precisam ser retiradas urgentemente dos locais que ocupam, de onde só causam o mal à sociedade, através da massificação, bestialização e corrupção de seres humanos, numa ampla e irrestrita lavagem cerebral encabeçada pelos detentores da mídia radio-porno-fônica.

Dia 07 de Julho, Segunda-Feira já está marcada nova reunião para definir estratégias a curto, médio e longo prazo para atuação no dia-a-dia pelo grupo. Todos lá...

website do coletivo camaradas:
http://www.coletivocamaradas.blogspot.com

Entre nessa luta, que é de toda a sociedade, para salvar a Música de Qualidade ! - Democratização dos Meios de Comunicação JÁ !

Por: Dihelson Mendonça
.
.

I Fauna Cariri - Evento nacional debate cinema e eco-cidadania

Clique para Ampliar

O "I Fauna Cariri" – Mostra Nacional de Cinema Ambiental e Eco-Cidadania” acontecerá a partir de amanhã até 5 de julho em Crato, Juazeiro do Norte e Nova Olinda (Foto: Elizângela Santos)

A principal proposta do encontro no Cariri é promover o incentivo de ações de promoção da eco-cidadania

Juazeiro do Norte. O debate permanente em torno das questões ambientais e os movimentos voltados para a Eco-Cidadania. Com essa proposta, nasce na região o “I Fauna Cariri – Mostra Nacional de Cinema Ambiental e Eco-Cidadania”, que acontecerá a partir de amanhã até 5 de julho nos municípios de Crato, Juazeiro do Norte e Nova Olinda.

De acordo com o gestor técnico de Cultura do Sesc, Samuel Macedo, a principal proposta de trabalho é promover o incentivo de ações de promoção da eco-cidadania, tendo o audiovisual como referência principal. Para a organização do evento, exercer a eco-cidadania implica em trabalhar para que as pessoas tenham respeitados seus direitos civis, políticos, sociais, suas diferenças culturais e individuais, em harmonia com os ecossistemas.

Além da apresentação de diversos filmes temáticos, serão realizados debates e oficinas. São cerca de 30 filmes a serem exibidos, incluindo produções do Cariri, como o “Catadores de Pequi”, um documentário de 20 minutos, produzido ano passado com direção de Nívia Uchôa e Laerto Xenofonte.

O filme trata do cotidiano dos homens e mulheres catadores da cidade de Jardim, no Sítio Cacimbas, na Floresta Nacional do Araripe. Eles acampam todos os anos de três a seis meses e juntos fazem a colheita do pequi. O filme mostra como eles moram, colhem e falam dos valores que o pequi tem para sobrevivência, além das propriedades medicinais.

Nacional

Além das produções regionais, serão apresentados trabalhos do Rio de Janeiro, Brasília, Bahia, Fortaleza, Espírito Santo e São Paulo. Segundo o gestor técnico, há algum tempo o evento vem sendo pensando para acontecer no Cariri. Faz parte de uma parceria entre a Cena Pop, com as produtoras Verônica Guedes e Jane Guedes, e o Sesc. A meta é continuar os trabalhos.

O real sentido, conforme Samuel Macedo, é promover a educação ambiental, usando o cinema como recurso. Ele destaca as oficinas que serão ministradas durante a Colônia Cinematográfica, nos dias 3, 4 e 5, com David Pacheco, que abordará o tema Aldeia do Olhar. Já Felipe Cacheta tratará o tema Popular e Ecológico.

A abertura, no dia 2, a partir das 19 horas, no Sesc do Crato, contará com o show musical do argentino Paulo Lerner. O trabalho reúne pesquisa em torno de instrumentos nordestinos, aproximando o som da viela à rabeca, criando um novo estilo. Haverá participação da dupla de cantadores Zé Francisco e Zé Teles e exibição do filme “Meu Brasil”, de Daniela Broitman. O encerramento será no Teatro Municipal Salviano Arraes, com apresentação do Projeto Sonora Brasil, com Orquestra do Mato Grosso, às 19 horas. A entrada será 1kg de alimento não perecível.

Para os organizadores do evento, a temática ambiental nos últimos anos vem ganhando destaque, revelando a preocupação com a crescente degradação do ambiente humano. Para Samuel, a educação ambiental passa a ser o caminho para o desenvolvimento de uma consciência crítica sobre essas questões, trazendo a participação coletiva para o debate voltado para ações de preservação ambiental.

E é justamente no espaço onde há a primeira Floresta Nacional reconhecida por decreto lei, nos anos 40. A maior parte da Chapada do Araripe está entre as cidades que serão sede do evento, um planalto encravado na divisa dos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. A área que abriga a floresta nacional tem característica de Mata Atlântica, com riqueza de área em seu subsolo, uma Área de Proteção Ambiental (APA), e um Geopark, o único criado no Hemisfério Sul, além de uma rica diversidade cultural. É o maior museu a céu aberto do mundo de fósseis do período cretáceo.

Mais informações:
Programa Cultura Sesc, na região do Cariri
Rua André Cartaxo, 443
Bairro São Miguel- Crato/CE
(88) 3523. 4444

Matéria de Elizângela Santos
Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Morre irmã de Violeta Arraes

Crato. Dois dias depois do sepultamento da urna com as cinzas de Violeta Arraes, no túmulo da família, morreu, no último domingo, Alda Arraes de Alencar, 87 anos, irmã de Violeta. Alda foi vítima de insuficiência respiratória. Ela já estava internada no Hospital São Miguel do Crato quando Violeta morreu.

O sepultamento ocorreu ontem. Entre os presentes, dos familiares que vieram de Recife, estava o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sobrinho-neto de Alda. Com a morte dela, restam somente três irmãs vivas do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes: Anilda, Maria Alice e Alminia, que estão com mais de 80 anos de idade. Ex-secretária de Cultura do Estado, Violeta faleceu no último da 17 de junho, vítima de câncer.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste