20 março 2008

Crato chove mais que Seattle ! - Súplica de um Cearense !

Conta-se nos livros de história que os colonizadores europeus ao chegarem em Seattle ( estado de Washington - USA ), descobriam uma região que chovia tanto, mas tanto, que as suas mulheres, desesperadas com tanta chuva, chegaram a rasgar as suas vestes em desespero e em pranto.

Com as chuvas contínuas que caem aqui no Crato, chuva de trovões e relâmpagos o dia inteiro, ou sem hora pra começar e terminar , fica até difícil de se trabalhar com qualquer aparelho eletrônico. Lá vem os trovões, desliga-se tudo. Quando veremos a luz do sol novamente ???

Termino esta breve nota com a letra de Catulo da Paixão Cearense:

SÚPLICA CEARENSE
Oh! Deus, perdoe este pobre coitado
Que de joelhos rezou um bocado
Pedindo pra chuva cair sem parar

Oh! Deus, será que o senhor se zangou
E só por isso o sol se arretirou
Fazendo cair toda chuva que há

Senhor, eu pedi para o sol se esconder um tiquinho
Pedir pra chover, mas chover de mansinho
Pra ver se nascia uma planta no chão

Meu Deus, se eu não rezei direito o Senhor me perdoe,
Eu acho que a culpa foi
Desse pobre que nem sabe fazer oração

Meu Deus, perdoe eu encher os meus olhos de água
E ter-lhe pedido cheinho de mágoa
Pro sol inclemente se arretirar

Desculpe eu pedir a toda hora pra chegar o inverno
Desculpe eu pedir para acabar com o inferno
Que sempre queimou o meu Ceará
.

Lançamento de livro - 28 de março de 2008

Será na sexta-feira dia 28 de março do corrente,na sede do Instituto Cultural do Cariri - ICC, na Praça Filemon Teles, em frente ao Parque de Exposições, em Crato, o lançamento do livro RÉSTIAS DO TEMPO, de Geraldo Ananias Pinheiro, caririense radicado em Brasília. A apresentação do livro é de Emerson Monteiro.

Réstias do Tempo
Geraldo Ananias Pinheiro
Geraldo Ananias empreende este feliz retorno aos mesmos páramos que lhe inspiraram na formação de sua personalidade agradável, vitoriosa, de pai dedicado, profissional competente, homem precursor de idéias e gestos partilhados. É possível que o tabuleiro que aqui põe em movimento nem exista mais no mundo tangível, vez que as existências passam constantes, no estágio atual das vidas. Contudo reconstitui o caleidoscópio que conhece e guarda nos refolhos mais íntimos, e, de acréscimo, transmite em moldes suficientes para cativar os que leiam. Vamos, pois, adentrar o circo animado das histórias de Geraldo Ananias com a certeza de boas reflexões e momentos profícuos, tangidos pela mão de escritor que sabe do mérito de democratizar a legenda de sua vida pronta a ser conhecida pelos demais.Editado por THESAURUS, 2008, 1a edição, 245 páginas, ISBN 9788570627117

Para quem estiver em Brasília - Tributo a Gonzagão.


Materia sobre a exposição intinerante de Luiz Gonzaga que sera apresentada aqui em Brasilia.
Cartaz e equipe reunida para ultimos detalhes. Espero ver publicada no blog para todos os que acessão aqui da capital federal possam ir prestigiar.

Erlon Teles
Brasilia-DF

A UGT¨- União Geral dos Trabalhadores, e a Câmara dos Deputados, realizarão a partir de 25 de março de 2008 no espaço do Servidor Público da Câmara dos Deputados, a exposição “ 60 anos de Baião - Tributo a Gonzagão “. Com a presença de “ Os Gonzagas “, grupo formado por Chiquinha Gonzaga ( 82 anos, irmã do Gonzagão),Daniel ( filho de Gonzaguinha ), e os sobrinhos Sérgio e Joquinha, serão mostradas 300 peças inéditas, que pertenceram ao Rei do Baião, e fazem parte do acervo da Fundação Vovô Januário presidida por Reginaldo Silva. Elmano Rodrigues Pinheiro.
.