05 fevereiro 2008

Foto da noite: Milhares se aglomeram no Largo da Reffesa em Crato !


Fiquei surprêso ao ver que o carnaval de rua do Crato está cada dia maior. Se o ritmo continuar assim, haveremos de ver hoje, terça-feira, uma multidão jamais vista no Largo da Reffesa. A visão de ontem me surpreendeu e ao mesmo tempo me fez lembrar dos antigos carnavais. A banda, com certeza, contribuiu bastante.

O Corta-Lombra:

Só não gostei de uma coisa, mas isso é compreensível: quando o pique da animação chegou no seu máximo, o carnaval estava de ferver, todo mundo pulando, de repente, o cantor anunciou que a coisa toda acabava por ali, exatamente às 23:00 e nem um minuto a mais...foi o acordo com a polícia para poupar a vizinhança do barulho, mas diga-se de passagem, aquele momento foi o verdadeiro "corta-lombra" que faltava!

Fico a imaginar se em Olinda, Recife e Salvador se houvesse esse tipo de problema. Não posso estar de acordo que uma festa daquelas, onde milhares de pessoas se comprimiam daquela forma terminasse de forma tão súbita e dramática. O público ficou decepcionado com a atitude. Mas fazer o quê, né ? tem gente que precisa dormir...mas as 23:00 ??? não sei se pelo fato de eu só dormir depois das 06:00 da manhã, 23:00 pra mim ainda é de manhã...

Então, são 03:29 da madrugada - Boa Tarde aos normais.

Dihelson Mendonça
.

Em Guaramiranga - Por João Paulo - Repórter Fotográfico.

Olá, pessoal,

O João Paulo, que é membro do Blog do Crato está em Guaramiranga, curtindo um carnaval diferente. Um carnaval de muita música instrumental, músicos de altíssimo nível, no clima de serra agradabilíssimo que Guaramiranga possui.

E é de lá que ele nos envia essa reportagem:








"E aí Dihelson, aproveitando e enviando as primeiras fotos. A máquina não é como a sua, mas da pra registrar alguma coisa.Vai algumas fotos de Guaramiranga e Pacoti. As fotos são desde a subida da serra, cachoeira, céu de Guaramiranga, placas artesanais(Pacoti), e duas fotos da manhã chuvosa em Guaramiranga.
Seqüência;
1° Subindo a serra com destino a Guaramiranga (muita chuva)
2° Subindo a serra, pouca visibilidade
3° Cachoeira em Guaramiranga
4° 11:00 da manhã, dia ainda escuro em Guaramiranga
5° Manhã gelada na Suíça cearense
6° Placas artesanais - Pacoti


Abraço, João Paulo."
.

A CHAPADA NÃO É SERRA ! - Por: João Ludgero


A CHAPADA NÃO É SERRA !

Caro Dihelson., aproveito este espaço para esclarecer e ao mesmo tempo informar para os leitores e membros que existe uma grande diferença entre Chapada e Serra. Este imenso paredão rochosa que nos rodeia que muitos insistem em denominá-lo de Serra, na verdade é uma Chapada, a nossa bela CHAPADA DO ARARIPE, e não Serra do Araripe como muitos a denominam. Como disse no início a uma grande diferença entre as duas formas de relevo. A Chapada tem sua natureza geológica formada por rochas sedimentares, ou seja rochas mais jovens que datam do fanerozóico, sendo assim são rochas mais porosas, permeáveis formadas por arenitos e calcário. Devido a estas características é que as Chapadas são pobres em águas superficiais, mas em compensação temos uma grande riqueza em águas subterrâneas, que chegam a romper nas suas encostas, dando origem as nossas nascente. Reforçamos ainda a forma do relevo que lembra uma mesa, por isso denominamos de tabular, predominando um relevo plano no topo e escarpado nas suas vertentes. Por outro temos as Serras, que são cristalinas, ou seja sua estrutura geológica é constituída por rochas ígneas, magmáticas e metamórficas que datam do pré-cambriano, sendo assim bastante velhas com cerca de 2 a 4 bilhões de anos. Seu relevo é bastante acidentado, apresentando geralmente riqueza de água na superfície, com presença de quedas de água como a de Guaramiranga aqui no Ceará.
Se fossemos aprofundar em uma discussão mais científica com certeza identificaríamos mais diferenciações, porém basta lembramos que nossa Chapada é sedimentar e plana, enquanto as Serras são cristalinas e acidentadas.

Saudações Geográficas!
João Ludgero
.