08 novembro 2008

Mantega diz que recessão nos EUA e na Europa parece "inevitável"

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira que uma recessão nos EUA parece inevitável. "Parece-me inevitável que haja uma recessão nos Estados Unidos, nos países europeus e também no Japão. O importante é estancar esse processo, impedir que essa recessão seja muito profunda de modo a atingir menos os países emergentes", disse o ministro. Ele deu a declaração depois de reunião que contou com os países do chamado Bric (Brasil, Rússia, China e Índia). O encontro é parte da reunião do G-20 (grupo das 19 principais economias do mundo mais a União Européia), que está em São Paulo para preparar a cúpula que acontece em Washington no fim de semana seguinte. O Bric defendeu a reformulação do sistema financeiro internacional e o enfrentamento da crise financeira por meio de políticas anticíclicas.

"Consideramos a necessidade de que os países avançados tomem medidas adicionais para restabelecer o crédito e a confiança dos sistemas internacionais", disse Mantega.

Emergentes se aproximam de zona de risco, diz Banco Mundial
G-20 se reúne em São Paulo para discutir crise. Importante, mas insuficiente
O Mantega disse que a reunião do G-20 será importante para criar medidas contra a crise. Entretanto, não será suficiente.


"Teremos ainda que fazer um Bretton Woods 2, mas em outro lugar, com as mesmas propostas da original", disse em alusão ao encontro que redefiniu o sistema financeiro mundial no pós-guerra. Segundo Mantega, cem dias é um prazo "razoável" para que os países membros do G-20 coloquem em prática um bom número de medidas contra o avanço da crise financeira. "Esse prazo é bom porque dará tempo de Obama assumir o cargo. Porque hoje, na fase de transição, fica difícil para o atual governo se posicionar. Mas não significa que nesse prazo todo o sistema financeiro mundial será reformulado", disse. Neste fim de semana, presidentes de bancos centrais e ministros da Economia de grandes países emergentes e desenvolvidos participam em São Paulo da reunião do G-20, que é uma cúpula mundial criada para tratar assuntos referentes a questões econômicas em geral.

(Com informações da Reuters)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.