20 outubro 2008

O DESEMPENHO ELEITORAL DO PT - UM BREVE BALANÇO

Por: Amadeu de Freitas

Os regimes políticos democráticos nas sociedades capitalistas vão sempre produzir resultados eleitorais ora com avanços à esquerda ora com recuos à direita, em decorrência da própria natureza da sociedade capitalista. A conquista de governos por partidos populares ou de esquerda e por partidos conservadores ou de direita vai depender da correlação de forças entre esses grupos e de outros fatores locais. Como vivemos um momento na sociedade brasileira em que ganha espaço a idéia de promoção da justiça social com o Governo Lula, podemos dizer que os resultados eleitorais obtidos pela esquerda em 2008 são fruto de uma conjuntura política favorável.

Em todo o país, o PT e outros partidos de esquerda aumentaram o número de prefeituras que governarão a partir de 2009. A evolução entre 2004 e 2008 é a seguinte: o PT cresceu 33%, o PV 38%, o PSB 76% e o PCdoB 300%. Enquanto isso, o PSDB teve uma redução de 10% e o DEM de 37% do número de prefeitos. Também o número de vereadores dos partidos de esquerda aumentou em relação à legislatura que termina este ano. No Estado do Ceará, além da reeleição da prefeitura de Fortaleza, o PT reelegeu e conquistou um total de 15 prefeituras, sendo o partido que governará o maior número de cearenses.

A novidade nas eleições de 2008 para o PT do Ceará está no resultado obtido na Região do Cariri com a eleição de Santana, em Juazeiro do Norte e a de Zé Leite, em Barbalha. Conseguindo realizar boas administrações nesses dois municípios importantes do Sul do Estado, o PT e seus aliados se credenciarão para alargar a presença institucional na Região do Cariri a partir de 2013. No Município do Crato, a inviabilidade da unificação dos partidos aliados ao Governo do Estado em uma única candidatura facilitou a reeleição do candidato do PSDB. Por se tratar de incompatibilidade com práticas políticas e modelos administrativos de lideranças desses partidos isso não significa que essa base não possa, no futuro, construir um projeto conjunto para disputas vindouras. Esse fato verificado no Crato e em outros municípios é comum em governos com base aliada ampla.

Em que pese a polêmica gerada com a decisão do Partido dos Trabalhadores do Crato de formalizar aliança para apoiar o candidato do PV, André Barreto, hoje podemos avaliar que foi uma decisão acertada. Primeiro porque o PT participou de uma campanha de forma protagonista indicando o candidato a vice-prefeito, compondo a coordenação de campanha e contribuindo para a elaboração do programa de governo com as propostas que sempre defendemos quando lançamos candidatura própria. Segundo porque o PT estabeleceu uma relação política com grupos sociais que permite ampliar o espectro político do seu arco de alianças eleitorais e com os movimentos sociais. Terceiro porque realizamos uma campanha em que os nossos candidatos tiveram comportamento ético, sem compra de voto e debatendo propostas para o desenvolvimento do município. E por último, a avaliação é positiva porque o PT elegeu uma vereadora, Mara Guedes, com boa votação (1.030 votos) para uma candidatura de esquerda.

A coligação entre PV, PT, PCdoB, PMN e PTdoB lançou 21 candidatos a vereador e obteve 6.099 votos entre nominais e de legenda. Com seis candidatos ou 28% das vagas, o Partido dos Trabalhadores obteve 2.623 votos ou 43% dos votos nominais e de legenda da coligação. É um resultado que demonstra a importância do PT.

O retorno do PT à Câmara Municipal do Crato com a eleição de Mara, seguramente contribuirá para qualificar o debate político em torno dos problemas do município e será uma voz importante na defesa do projeto político e social que nossa aliança representou nas eleições e que precisa manter-se vivo como alternativa ao projeto elitista que foi reeleito.

Amadeu de Freitas é dirigente municipal do PT do Crato

17 comentários:

  1. Não conheço o Dr. Amadeu de Freitas. Como ele se intitula dirigente do PT de Crato, eu faço um questionamento: Qual foi o crescimento do PT em Crato. No legislativo eu sei. Continua com o vereador que sempre teve. Para prefeito, Amadeu sabe dizer quantos votos o PT transferiu para o seu candidato? E se depois da projeção o Andre Barreto concorda com a parte que lhe sobra. Pelos resultados do TSE o DEM que está a seis anos fora do Governo fez 50 prefeituras a menos que o PT que a seis anos distribui Bolsa familia, dinheiro em cueca, mensalão ETC. È bom o Lula ir a São Paulo vê se dar um jeito porque se perder vai ser preciso juntar quantos Salitre, Mauriti, e Baixio para fazer frente aos paulistanos? Quando se diz que o PC do B cresceu 300 por cento vamos vê o que era antes. Uma ou duas. Pelo andar da carroagem o PT de Crato precisa trabalhar melhor para que com propostas boas tenha a credibilidade do povo. Aguardo um comentario seu no dia 27 de Outubro informando o numero de Eleitores que cada partido obteve no pleito geral ( primeiro e segundo turno).

    ResponderExcluir
  2. O PT só cresceu nos grotões da miséria e do atraso, graças ao Bolsa-Esmola.
    Vejamos a unidade mais rica da federação: São Paulo.O estado de São Paulo tem 28.037.734 eleitores, é o maior colégio do Brasil. Só a capital tem 7.593.144 eleitores, onde existe a possibilidade do PT perder no próximo domingo a prefeitura da capital, a maior cidade da América Latina, com 11 milhões de habitantes. Marta Suplicy, segundo as pesquisas, está 17 pontos abaixo de Kassab, do DEM.
    (Ou seja, só São Paulo tem quase todo o eleitorado do Nordeste, que tem 35.373.283 eleitores, e hoje se constitui no maior curral eleitoral do PT)
    Segundo o líder do PSDB na Câmara, deputado José Aníbal (SP), o desempenho do PT em São Paulo joga por terra as fanfarronices de Lula. "A clássica idéia de que elegeria até um poste ruiu completamente, foi para o ralo. O presidente fez campanha de rua em São Bernardo, gritava que ia ganhar no primeiro turno, mas a decisão foi para o segundo turno. Em São José dos Campos também saiu em campo, mas perderam pela quarta vez consecutiva, e no primeiro turno", enumerou.
    A partir de 2009, o PSDB irá comandar 203 prefeituras em São Paulo- quase um terço das 645 em disputa nas eleições, o que representa aumento de 6% em relação ao pleito de 2004. Já o PT venceu em 61 cidades, ficando atrás não apenas dos tucanos, mas também dos Democratas e do PMDB. O PSDB passará a comandar municípios que reúnem 5,8 milhões - um crescimento de 1,5 milhão em quatro anos e quase o dobro do contingente administrado pelos petistas.
    Considere-se, ainda, que o governo do PT, a 15 dias das eleições, liberou R$ 5,131 bilhões para distribuir entre os ministérios que tinham projetos dos aliados do base de Lula. É o cabo eleitoral chamado PAC.
    Considerando-se tudo isso, o desempenho do PT foi pífio.

    ResponderExcluir
  3. Como diria Eduardo Galeano, perder a vaca tudo bem, mas deixar de mamar da um desespero danado!

    ResponderExcluir
  4. Para responder aos questinamentos do Sr. A. Morais, em seu comentário a meu artigo, quero dizer-lhe inicialmente que sou membro do Diretório Municipal do PT do Crato eleito por filiados(as) ao PT em eleição direta. Quanto aos questionamentos, passo a respondê-los:
    1. Qual foi o crescimento do PT em Crato?
    R. Elegeu uma vereadora. Não tínhamos ninguém. Para sua informação o PT elegeu 02 vereadores em 1988; 01 vereador em 1996; 02 vereadores em 2000 e 01 vereadora em 2008.
    2. Quantos votos o PT transferiu para seu candidato (a prefeito)?
    R. O Sr. sabe que não há transferência automática de votos. Os quase dez mil votos que André obteve foi fruto do esforço e do trabalho honesto do candidato e dos cinco partidos da coligação.

    O Sr. pode tentar minimizar o crescimento dos partidos de esquerda. Porém, esse crescimento é muito importante para nós que fazemos política com o desejo de transformar a realidade de desigualdade social secular desse nosso Brasil.

    Em uma coisa eu tenho acordo com o Senhor, quando diz que o PT do Crato precisa trabalhar boas propostas para que tenha credibilidade do povo. Pois esse tem sido nosso desejo ao propor a democratização da gestão pública através da participação popular; ao propor prioridade dos investimentos municipais na melhoria das políticas públicas de saúde e educação; ao propor uma cidade saudável com investimento em saneamento ambiental, geração de emprego e moradia popular.

    Para não esperarmos o dia 27 de outubro para conhecermos os partidos mais votados, já posso lhe adiantar que no primeiro turno o resultado foi o seguinte:
    PT - 16.486.025
    PSDB - 14.454.949
    DEM - 9.291.086
    Por fim agradeço os comentários, pois eles dão a oportunidade para a troca de idéis e, sem preconceito, confrontarmos pensamentos e posições políticas diferentes.
    Amadeu de Freitas.

    ResponderExcluir
  5. Querido Armando Rafael,

    As nossas preferências políticas e ideológicas nos conduzirá a analisar de maneira diferente os resultados das eleições de 2008. No entanto, quero discutir apenas alguns pontos do seu comentário.
    Sobre o crescimento do PT nas regiões que você chama de "grotões da miséria e do atraso" e que isso somente ocorreu, segundo sua visão, "graças ao bolsa-esmola". É bom lembrar que há alguns anos os adversários do PT diziam que ele só tinha voto na classe média porque era um partido elitista. Quando um governo do PT desenvolve programas que eleva a renda da população empobrcida e essa população, reconhecendo os feitos do governo, vota em seu partido, isso não é mérito?
    Você usa outro argumento para minimizar a vitória eleitoral do PT e dos aliados do governo Lula (que até poderia ser mais expressiva, concordo)acusando que esse governo liberou recursos para beneficiar essses aliados. Eu lhe asseguro que o governo do Presidente Lula tem atendido os municípios que apresentam projetos para os programas feederais, independente de ser aliado ou não. Um bom exemplo foi o asfalto do Crato que reelegeu o candidato do PSDB. Quem não sabe que o maior cabo eleitoral de Samuel foi o asfalto? Recurso do Governo Federal.
    Como disse, cada um trabalha os números como lhe convém. Em São aulo o PT cresceu 9% nas eleições de 2008 em relação a 2004, enquanto que o PSDB, segundo sua informação, cresceu 6%. O PT reelegeu 56% das prefeituras que governa, já o PSDB reelegeu apenas 40% e DEM 29%.
    Apesar do meu artigo ter trabalhado o aspecto numérico do resultado, para mim o que interessa não é a quantidade de prefeituras e vereadores, mas a qualidade do mandato desses representantes. Qual a política que será ou está sendo implentada. Em que essas administrções contriuem ou contribuirão para o desenvolvimento da cidadania em nosso país. Esse balanço qualitativo precisamos também fazer.
    Muito obrigado pelos seus comentários, Armando. Meus cumprimentos.
    Amadeu de Freitas.

    ResponderExcluir
  6. Muito bem. Na região nordeste, o PT foi apenas o sexto em numero de prefeitos eleitos, ficando atras pela ordem de PMDB, PSDB, DEM, PSB e PTB. Numa região que há 50 milhoes de pessoas e 5.500 mil bolsas, 11 por cento da população. A sugestão para o numero de votos em 27.10.2008 é justificada pela KASSAMBADA prevista. Quanto ao PT em Crato, de duas uma, ou o partido está diminuindo ou o André Barreto teve numero de votos negativos. Em 2004 o PT teve 3.566 votos se acrescer a estes em 2008 os votos dos aliados PCdoB, PTdoB, PMN o que vai sobrar para o PV do André. Em Crato o PT vai como a cantiga da perua. È facil confundir o povo com porcentagens. PT cresceu 36 por cento e PSDB perdeu 10 por cento. Quem continua maior?

    ResponderExcluir
  7. O PMDB foi o partido que recebeu mais votos para prefeito neste domingo: 17,9 milhões em todo o país, seguido pelo PT, com 16,1 milhões, e o PSDB, 14,2 milhões. Já nas 26 capitais e no estratégico G-79 (grupo que inclui estas e mais 53 cidades com mais de 200 mil eleitores) o partido do presidente Lula figura em primeiro: chegou a 15 Prefeituras deste grupo e passou para o segundo turno em outras 15.
    Que grotões são esses ? Fortaleza e Recife ? Quantos prefeitos e vereadores os monarquistas elegeram nesta eleição? O DEMO quase se acaba , até o reinado de ACM não chegou ao neto...

    ResponderExcluir
  8. Dr. José Flávio escreveu (literalmente):

    “Que grotões são esses? Fortaleza e Recife? Quantos prefeitos e vereadores os monarquistas elegeram nesta eleição? O DEMO (sic) quase se acaba, até o reinado de ACM não chegou ao neto...”

    Deixo de lado o reconhecido ódio que o competente médico e brilhante intelectual tem por tudo que se refere ao tema “Monarquia” e, em respeito aos leitores – sejam "fanáticos lulistas" ou pessoas que possuem espírito democrático, senso crítico e abertura para aceitar as opiniões contrárias, para esclarecer:

    1) Alguns eleitos no último pleito são simpatizantes da Monarquia, mas não faz sentido a existência de um partido monarquista no Brasil. Se esse partido existisse, seria apenas mais uma facção partidária a dividir a já tão dividida sociedade brasileira. A ideologia monárquica está acima do triste panorama político-partidário dos dias atuais. Entendemos que um Rei é completamente independente das forças políticas, econômicas e financeiras de uma nação. Um Rei não está atado – ao contrário dos atuais chefes de executivos – a votos de partidos políticos. Um Rei tem como missão unir o Povo a um ideal de continuidade da História pátria. A Herança que o Rei recebe é apenas o partilhar, com seu povo, tal como fizeram os seus antepassados, mantendo vivas as boas tradições do País. É assim que acontece noutras Monarquias Européias, que são em termos de desenvolvimento humano muito mais avançadas que esta Republica brasileira.
    A Monarquia e o seu valor histórico, representa uma Herança inquebrável, mesmo que golpes republicanos triunfem nos países, porque são a representação viva em cada momento e em cada espaço de uma Herança que representa a Identidade Nacional que não dependente de facções políticas ou ideológicas.
    Não que os monarquistas sejam contrários a partidos políticos (de qualquer ideologia, diga-se de passagem. Basta dizer que a Espanha – desde a restauração monárquica em 1975 – já foi governada mais tempo por socialistas do que por liberais). E isso é democracia. Pois se é verdade que é obrigatório haver liberdade de expressão e de escolha numa democracia (pois é um Direito de qualquer cidadão) também é um dever desse mesmo cidadão acatar o que é melhor para o seu país com coerência e respeitando opiniões contrárias, desde que dentro das leis vigentes no País.
    2) Quanto ao DEM que “quase se acaba” ( segundo sua avaliação), a derrota desse partido ocorreu apenas nos grotões da miséria e do atraso, ou seja, no curral eleitoral nordestino, que inclui Salvador, Fortaleza e Recife (pela ordem de importância atual, a começar pela população).
    Não se precipite, aguarde o resultado das eleições – do próximo domingo – na maior cidade do Brasil – São Paulo – onde o candidato do DEM, Gilberto Kassab, está (segundo as pesquisas) com 53% dos votos dos mais de 7 milhões de paulistanos. Algo em torno de 3 milhões e 600 mil votos (igual a Salvador, Fortaleza e Recife juntos).
    Por fim: Mantendo minha avaliação sobre os métodos do presidente Lula. Ele tem os mesmos defeitos dos antigos coronéis, no que diz respeito aos programas clientelistas. Tem, é verdade, os mesmo defeitos, mas não tem as virtudes dos antigos coronéis...

    ResponderExcluir
  9. Meus cumprimentos, Amadeu.
    A luta continua.
    E o povo cada vez se organiza melhor.

    É isso aí.

    ResponderExcluir
  10. ...e quando o povo estiver bem organizado, é só fazê-los MARCHAR como Gado em fileiras, arrastando milhões ao precipício, como cegos guinado cegos!

    Essa é a organização que esses indivíduos pregam. A organização da submissão e do alinhamento.

    "Não é interessante que todo mundo que tem bom-senso pensa como a gente ?" Essa é a filosofia desses caras!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. "Povo cego", "marchando para o precipício"?

    Quem defende isso, Dihelson?

    Espero que não seja uma argumentação ad hominem.

    Saudações marxistas.

    ResponderExcluir
  12. Você é um homem inteligente, Darlan.
    Sabe do que nós estamos falando.

    Um abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  13. Oi pessoal, estive ausente uns dias mas voltei. Por ironia do destino me deparei com mais um texto falso do "dono" do PT do Crato. Dizer que a estratégia do partido foi a melhor, mesmo com o resultado pífio obtido nas urnas, é, no mínimo, classificar o eleitor de imbecil. Na eleição de 2004, considerando-se apenas os votos válidos, mais de 15.000 eleitores ( a soma dos votos do Roque e do Dr. Valdetário) disseram não querer Samuel ou Waltin, ou seja, o mínimo que o André deveria tirar, nesta eleição seria 15.000 votos. Ninguém viu isso. O que eu vi foi uma eleição praticamente entre DOIS candidatos em que o perdedor ficou em terceiro lugar. Ou seja, numa corrida entre dois, um dos postulantes era tão lerdo que conseguiu chegar em terceiro. E agora vem este rapaz com discursinho chulo para enganar os bestas. Dizer que o seu candidato teve um bom desempenho mesmo quando este perde até para os votos nulos, é um absurdo! O número de votos nulo foi quase três vezes o total de votos do André. E o "Sadan" continua com o mesmo discursinho fajuto de que fez uma campanha limpa, sem aliciamento do voto e besteiras do gênero. Fica aqui um desafio: "Sadan", você topa fazer um debate público para eu provar que você e pessoas do seu grupo político compraram votos, nesta e em outras eleições? Sua máscara caiu, cara. Você não é ninguém. Em breve estarei postanto a minha avaliação sobre o pleito eleitoral. Dr. Valdetário.

    ResponderExcluir
  14. Olá meus amigos petistas ( Amadeu e Valdetario), realmente acho triste essa briga de vcs. Vejo que não há espaço no PT pra vcs dois. Façam uma reavaliação do desempenho de vcs na camara municipal; se alguem tiver uma curiosidade de ler as atas daquele tempo, vai ver o grande desempenho de vcs dois. Não podia um vereador falar de mal de um, que o outro já estava com a defesa pronta. Elogios por cima de elogios um com o outro e aí vai.....
    Valdetario realmente seu nome era muito pesado nessa ultima eleição, mas seu presidente foi quem ensinou a fazer "mistura" com outros partidos.
    Vamos acabar com essa briga...isso não proporciona nenhum beneficio para o Crato.Nosso Prefeito Samuel está precisando de ajuda em sua nova administração. Vamos nos unir.
    A única briga que quero de vcs dois é que defenda o Crato.
    Um abração bem "incarnado" para os dois.
    Por coincidencia tinha 13 comentarios antes do meu.

    ResponderExcluir
  15. Não vou aceitar as provocações de Valdetário, pois elas são desrespeitosas e insanas. Mas devo debater com ele o tema do artigo. Em nenhum momento eu disse que meu "candidato teve um bom desempenho", como afirma. Mas que tenho uma avaliação de que foi acertada a decisão do PT de apoiar o André pelos motivos que expus. E que o resultado positivo foi a eleição de Mara para vereadora. Quanto a matemática que junta os votos de Roque com os de Dr. Valdetário da eleição de 2004 para querer que André os tivesse obtido em 2008,pois foram votos contra Samuel e Waltim, esquece Valdetário que Roque, em 2008, estava com Waltim. Como os votos de Roque iriam para André?
    Sobre as acusações de compra de voto que eu e pessoas do meu grupo político teriam praticado, sugiro que Valdetário encaminhe denúncia à justiça eleitoral e à direção do Partido dos Trabalhadores para a devida apuração. Como acho que não agredi ninguém com o meu modesto artigo, espero também não ser agredido por ninguém. Apenas quero ter o direito de expressar minha opinião. Não tenho a menor pretenção de que ela seja a única e nem que expresse a verdade absoluta. Como já manifestei anteriormente, quero apenas fazer o bom debate político para que a política no Crato não se restrinja ao momento de eleição ou aos eleitos. Isso também é defender o Crato, caro Luiz Wellington.

    Amadeu de Freitas.

    ResponderExcluir
  16. Prezado Luiz Wellington, quando você quiser conhecer REALMENTE uma pessoa, brigue com ela. Aquele que eu fazia as defesas era um "Amadeu" que, de fato, nunca existiu, percebe-se agora. Do colega, Valdetário.

    ResponderExcluir
  17. É sempre o mesmo discursinho falso, olha cara, se ficou com medo do debate proposto não saia pela tangente com esse falso moralismo. Essa de dizer que pretende um debate de alto nível e propor o caminha da justiça é uma forma eufêmica e covarde de assumir que tem SIM culpa no cartório. Pegando este seu mote, vou mudar um pouco a proposta original e propor que você entre na justiça contra a minha pessoa por ter afirmado que disponho de meios que comprovam que você e algumas outras pessoas do seu grupo político compraram votos nesta e em outras eleições. A verdade é que existe um ano-luz separando o seu discurso das suas práticas. "Chega de sujeira". Valdetário.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.