13 setembro 2008

Nova e Surpreendente teoria sobre o desaparecimento dos Dinossauros!


O missionário RR Soares, em suas inúmeras pregações na TV.

Embora a ciência ao longo do século XX tenha formulado várias teorias sobre o desaparecimento dos dinossauros da terra, ainda não se chegou a um veredito definitivo. A teoria mais aceita na comunidade científica é de que o extermínio dos grandes répteis teria se dado com a possível colisão de um asteróide com o nosso planeta, o que teria causado um cataclisma sem precedentes.


Diferentemente do que acredita a ciência, em uma nova e controversa teoria ( ou pelo menos o que se pode chamar de uma nova luz sobre o assunto ), foi lançada uma nova idéia sobre o assunto pelo pastor RR Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, em um dos seus inúmeros programas de TV. O Pastor, que comanda uma legião imensa de fiéis, ainda é cunhado de outro pastor bem mais conhecido: Edir Macedo, o chefe da Igreja Universal. RR Soares também ficou famoso por ser talvez a pessoa com maior permanência na televisão Brasileira.

Segundo RR Soares, em seu programa de TV, a ciência está errada quanto à questão do desaparecimento dos dinossauros. Ele diz em tom de deboche:

"...eles ficam aí dizendo que os dinossauros foram extintos por um cometa ou um asteróide que teria caído na terra... tsc tsc..."

"eu estive pensando sobre o assunto e finalmente descobri o porque do desaparecimento dos dinossauros e cheguei à conclusão de que não foi nada de asteróide, nada de cometa algum. A verdade é que os Dinossauros foram extintos porque não couberam na Arca de Noé!"



Nota:

Depois que eu ouvi essa explicação do eminente RR Soares, eu fiquei aqui a imaginar a cena de Noé tentanto dar um jeito de por um casal de Brontossauros dentro da Arca. Na verdade, bastaria um deles para afundar o enorme barco. Sem falar no trabalho colossal que seria ter de capturar um casal de Tiranossauros Rex para levar em cativeiro. Imagine também o trabalho da equipe de limpeza necessário para recolher todo dia os dejetos deixados em suas celas pelos grandes dinossauros.

Porém nessa nova e "incrível" idéia de Soares, o que mais me chamou a atenção foi ele não ter explicado como teria sido a extinção dos dinossauros marinhos e dos voadores. Os marinhos, com a subida das águas do dilúvio não seriam extintos, mas os voadores, dada a extensão das águas devem ter se cansado de voar, voar ...voar, até que caíram no mar...

Perguntando a um amigo meu, muito gaiato por sinal, sobre o que ele achava que teria acontecido aos dinossauros marinhos, chegamos à conclusão que os marinhos e os voadores provavelmente teriam se suicidado, em solidariedade aos dinossauros terrestres, já que estes devem ter ficados muito tristes pelo fato de haverem sido deixados de fora da Arca de Noé...

...

Mas na verdade, com toda essa "estorinha" no mínimo engraçada, mas dita em tom de seriedade por RR Soares, é que o missionário não sabe que a distância temporal em que os dinossauros viveram sobre a superfície da terra e a chegada do primeiro ser humano dista de alguns milhões de anos, de modo que mesmo se for um dia comprovado o evento da Arca de Noé e o dilúvio, não haveria ainda a mínima possibilidade destes haverem se encontrado face a face. Mas ... dito da forma que foi dita, provavelmente muita gente que ali estava deve ter acreditado na estória do missionário... OU NÃO...

Dihelson Mendonça

.

9 comentários:

  1. Primeiro que fique bem claro que não estou defendendo "A" nem "B". Só Dihelson que você caiu na mesma armadilha do pastor.Você o critica pela suposta "teoria da arca" e logo em seguida afirma:

    "é que o missionário não sabe que a distância temporal em que os dinossauros viveram sobre a superfície da terra e a chegada do primeiro ser humano dista de alguns milhões de anos"

    Você tambèm se baseia em que quando discorre sobre a distância temporal em que os dinossauros viveram e a chegada do primeiro ser humano?

    Creio que a síntese disso tudo é: teoria vs teoria. Ou quem sabe Fé vs razão". O engraçado é que muita gente "prega" o relativismo, mas se contradiz na prática quando tenta convecer que o outro está errado em seu raciocínio.

    ResponderExcluir
  2. Taí uma coisa bastante interessante e uma pessoa inteligente que se pode debater sobre esse assunto.

    Só que antes eu gostaria de sabero nome do debatedor. Blogdoicasa não fica bem para debatermos frente a frente...

    Aguardo sua resposta.

    Um abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  3. Tenho todo respeito para com os evangélicos, mas quando eles entram , como outras religiões, na área científica, é uma verdadeira tragédia. Dizem que o Gênesis aconteceu há 4000 anos atrás e marcam até a hora e a data ( como existiria data e hora se nem o sol tinha sido ainda criado?). Como existem fósseis de dinossauros de 60 milh~eos de anos ? Todas as teorias existentes como o evolucionismo por exemplo têm provas científicas da sua validade. A datação é científica. Não existiam sumérios há 6000 anos ? O Transatlântico de Noé, a seu ver, tinha condições de carregar todas as espécies existentes na terra? Por que não ficaram tb os rinocerontes, os hipopótmos, os elefantes ? Desde a criação as espécies ficaram fixas e nunca evoluiram? oram criadas todas de uma vez? A diferença básica é que sempre se discute esta questão os crédulos colocam logo uma questão de fé. Pois bem, se se tiver fé, o pai-da-mata existe, o papai noel traz´presentes todo natal. Pode aparecer caro blogdocoisa( o nome é ótimo), pode defender suas idéias que já não há perigo de ir à fogueira, como antigamente.

    ResponderExcluir
  4. Existiam ainda dinossauros muito pequenos, porque estes não vieram no transatlântico?
    Wikipédia:

    "Um Compsognato deveria ter em média 30 cm.Ele era muito parecido com o Galimimus,apesar de seu tamanho não deixava de ser um tipo de raptor então tinha grande estimulativa de ser um predador muito rigoroso.Sua pele era identica a das folhas então ele se camulflava facilmente entre os capins e samambaias".

    ResponderExcluir
  5. Como o coisa e o pastor sabem que existiam os dinossauros? Não existem qusiquer relatos dele na Bíblia... Não me digam que acreditam em descobertas científicas...

    ResponderExcluir
  6. Estas igrejas e suas ilusões ditatoriais! Belo artigo!

    ResponderExcluir
  7. Olá Dihelson, como vai? Meu nome é João Paulo e já nos conhecemos.Peço desculpas por não ter colocado o nome no final da postagem como sempre faço quando envio sugestão de matérias.O erro é que como sou responsável pelo blog do Icasa, consequentemente utilizo o endereço de cadastro do google que é "Blogdoicasa", e não "blogdocoisa" como senhor J.Flávio assim se referiu. Sendo assim fica assinado pelo nome do blog.Buscarei daqui por diante não comenter tal equívoco.


    JOÃO PAULO FERNANDES

    ResponderExcluir
  8. O pior é entender como é que ele (Noé) alimentava o leão, o tigre, a onça e outros bichos dentro da tal arca... E ainda tinha que proteger a vaca, o carneiro e outros "alimentos" dos predadores...

    ResponderExcluir
  9. Olha, pessoal, embora eu não concorde com a "maestria" do RR em querer dar uma resposta final que a própria história, a Bíblia e a ciência não dão para o fim dos dinossauros, devo dizer que às vezes partimos de premissas muito bobas aquando queremos contrariar a história do Dilúvio e da Arca, da mesma forma que os que querem empurrar a Bíblia como livro de ciências.
    Naquela época, por causa da microevolução, os animais não existiam em tantas espécies como temos hoje; a arca não era tão pequena assim, basta fazer os cálculos; os animais podem ter entrado em estado de hibernação por se tratar de um período extremo de falta de alimentos e em que não podiam se reproduzir - são fenômenos comuns e observáveis hoje; os animais certamente não estavam em seu tamanho máximo; no relato do dilúvio também há algumas coisas que devem ser vistas.
    Partindo da premissa de que Deus estava no comando, ele mesmo trouxe os animais que Noé deveria pôr na arca (então não creio que Deus seria idiota de pôr um brontossauro ou uma baleia azul na arca); Deus também mandou que Noé juntasse vegetais para servir de alimento aos animais, donde presume-se que os animais carnívoros ou eram herbívoros numa terra sobre condições climáticas bastante diferentes da nossa e depois passaram a ser carnívoros ou foram de alguma forma induzidos divinamente (?) ou em razão das circunstâncias a se alimentar de vegetais por aquele período.
    No fim das contas, tudo termina em fé: pois desde que há dois grandes absurdos para o começo da existência - tudo foi criado ou tudo sempre existiu - cada escolhe o que quer baseado no que vê.
    No entanto, se a NASA ainda quer que a gente acredite que Marte, um planeta sem sinais de água, teve um dilúvio global, que mal há em crer num dilúvio global onde temos 3/4 da superfície do planeta cobertos de água?
    Os homens modernos da ciência também têm muita fé para crer no incrível, não é?

    "A datação é científica." Mas as premissas que levam os cientistas a concluir os resultados baseiam-se em preconceitos que podem ser despidos de exatidão, levando a conclusões diversas e que poderão ser superadas pela própria evolução do conhecimento. E não vemos fósseis que já vêm desenterrados com etiquetas de datação. Assuntos controversos não podem ser empurrados dogmaticamente, não é?

    Então, deixem o homem lá com a fé dele... E a NASA com a dela. :)

    Abraço a todos!

    PS: Não pretendo continuar o dabate, mas se quiserem uma fonte científica da teoria do "Design Inteligente", uma das teorias críticas da da Evolução, deixo-lhes este site para pesquisa em inglês: http://www.answersingenesis.org - é um ponto de partida.)

    Antes eu não conhecia as críticas à Evolução e a Teoria do Design Inteligente, mas, depois de ler sobre o assunto, acho o "Design" muito mais racional e convincente por apresentar um modelo mais coerente.
    Aconselho que vocês vejam os outros modelos e suas críticas ao invés de se acomodarem ao da Evolução pela inércia de só ler os "bitolosos" livrinhos de ciência de segundo grau. Sinto falta da dialética na ciência de segundo grau, apesar de falarem muito nela.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.