03 julho 2008

CANÇÃO DO CARIRI


Já me manifestei em oportunidade recente e novamente afirmo meu apoio à gloriosa luta em defesa da democratização e moralização da programação cultural da Exposição do Crato, especificamente no tocante à parte privatizada.Não resta dúvida que o ato de privatizar é legal, do ponto de vista jurídico. Mas configura-se imoral quando fere a identidade cultural do Cariri e do Nordeste e desce ao último degrau da indecência, com uma programação que agride a qualquer senso de qualidade e faz apologia a todo tipo de discriminação e violência.

Proponho que, dentre outras ações, seja composta uma canção de protesto a ser cantada a mil vozes na abertura da ExpoCrato. Grandes artistas internacionais fizeram contra a fome. Grandes artistas nacionais contra a seca d'água. E nós poderemos fazer em defesa da nossa cultura, plural e vigorosa. Panfletos seriam distribuídos com a letra, a música seria divulgada nas rádios, em carros, carrinhos e motos de som. Um grande ensaio aberto poderia ser feito na Praça da Sé, um ou dois dias antes da grande apresentação.

Outra sugestão é que se crie um canal permanente de discussão e elaboração de políticas/ações culturais que envolvam eventos e programas de fomento, difusão e cooperação. Nesses encontros poderia ser criada a já proposta associação de artistas, a qual poderia se insurgir em breve contra toda espécie de agressão à cultura, à arte, ao artista, ao povo.Um forte abraço!

Cacá Araújo
Folclorista, Ator, Professor e Dramaturgo

Um comentário:

  1. Cacá, eu pessoalmente acho todas essas proposições excelentes e vindas de uma pessoa que sempre teve muito contato com a cultura. Eu não poderia aprovar mais. Iremos discutir essas propostas lá na reunião da Segunda-feira dia 07, e peço que vc esteja lá também, na câmara municipal.

    Abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.