14 junho 2008

Cariri - Biodiesel - Miniusina é testada no Cariri - Por: Elizângela Santos

Clique para Ampliar

Óleo já refinado na miniusina fabricada pela Linard Engenharia, em Missão Velha, é observado pelos responsáveis no controle de qualidade (Foto: Elizângela Santos)

Pequenos produtores poderão ser beneficiados com miniusinas de biodiesel. A primeira unidade já foi testada

Missão Velha. O primeiro teste de uma miniusina de fabricação de biocombustíveis foi realizado no município, com a presença de vários técnicos do setor. São as primeiras usinas com design compacto a serem destinadas a três municípios do Ceará, por meio de uma parceria entre o Instituto Centec e Departamento Nacional de Obras Contra às Secas (Dnocs). Inicialmente serão beneficiados com a parceria os municípios de Sobral, Aracoiaba e Russas. Os municípios de Tauá e Piquet Carneiro, no Estado, já trabalham com o processamento e refinamento do óleo, para uso nos automóveis.

A meta principal do trabalho é beneficiar agricultores familiares. Segundo o engenheiro mecânico responsável pelo projeto, Jorge Santos — um dos pioneiros no fabrico de biocombustíveis no Estado, ainda na década de 70 — qualquer espécie de óleo vegetal e até animal poderá ser processado através da usina, além de produtos farmacêuticos, provindo da glicerina. Em cada base onde forem instaladas as usinas, cerca de 1.500 famílias poderão ser beneficiadas, com o plantio, o processamento e finalização do biocombustível. A perspectiva de produção diária é de até 3 mil litros.

Fabricação de maquinário

A empresa Linard Engenharia e Fundição, do município de Missão Velha, encampou o projeto, com a fabricação e montagem das peças. A empresa também fabrica maquinário pesado para engenhos, a exemplo das velhas caldeiras. O empresário Maragton Linard afirma que o desafio não foi tão difícil de cumprir, mas desenvolveu ao mesmo tempo as três miniindústrias que deverão estar em funcionamento a partir do mês de setembro nos municípios nas quais serão destinadas. O período vai coincidir com a safra da mamona.

A parceria para que a máquina fosse desenvolvida foi desenvolvida por meio da empresa Brasbiocombustíveis, de Pernambuco. O engenheiro Jorge Santos, proprietário da empresa, afirma que a planta foi desenvolvida pela empresa e o projeto de fabricação das peças e montagem foi acompanhado pela indústria vencedora do processo de licitação, no caso, a Linard Engenharia.

Interiorização

Para a região, a escolha da empresa Linarde tem uma importância fundamental, já que a tecnologia sai dos grandes centros para indústrias do Interior do Ceará, além de possibilitar a melhoria da qualidade de vida da população agrícola. “São 3 mil litros por dia que podem ser refinados. Hoje isso representa uma utilização de 4 a 5 mil hectares de mamona plantada”, calcula o engenheiro. Para ele, esse potencial demonstra um benefício social muito grande. “A idéia é fazer a inserção social do homem ao campo. Possibilitar renda dessas famílias que estão na área rural, além de ser um aditivo ecológico”, completa.

O coordenador do programa de Biodiesel do Dnocs, Amauri Fernandes, afirma que o Departamento, como órgão vinculado ao Ministério da Integração Nacional, está desenvolvendo um programa próprio de diesel à base vegetal, o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel, em consonância com o governo federal. É por meio desse projeto que vêm sendo implantadas as miniusinas de biodiesel.

O Dnocs irá instalar unidades gestoras dessas miniindústrias de processamento, com comitês formados nas comunidades e a perspectiva é que sejam administradas pelos movimentos sociais. A importância, conforme o coordenador, é que estejam voltadas para os pequenos produtores de girassol, mamona e vários outros tipos de oleaginosas que produzem o biocombustível. Fica, com isso, no encargo dos produtores da semente o refinamento do óleo, já que a miniusina contempla unidades de extração.

O produto poderá ser usado pelos produtores, com até 20% de acréscimo no óleo diesel, nos veículos usados no preparo do solo das cooperativas de movimentos sociais. O excedente, de acordo com Amauri Fernandes, poderá ser comercializado com as prefeituras para uso no transporte escolar, além de outras instituições que queiram auxiliar nesse processo. O repasse também deverá ser feito para a Petrobras.

Inclusão

“O programa de Biodiesel é novo e requer um tempo para se desenvolver. A inclusão social passa pela garantia de compra ao pequeno produtor, sem que haja a substituição da cultura, principalmente durante os períodos em que não esteja sendo cultivada a agricultura de subsistência”, explica Amauri Fernandes.

Uma parceria com a Petrobras está sendo estudada com a finalidade de instalação de outras unidades comunitárias no Estado, até maiores, com capacidade de produção de 8 mil litros por dia.

O QUE ELES PENSAM

Seleção foi por pregão eletrônico

'Ficou a responsabilidade do Centec para a instalação de três usinas nos municípios de Aracoiaba, Sobral e Russas. Por meio de uma licitação por pregão eletrônico, a empresa Linard ganhou o trabalho para instalação das três miniusinas de biodiesel, compostas por uma unidade de extração de óleo e outra de refinamento, onde será produzido o produto final, a partir de oleaginosas. O programa do Biodiesel do Centec tem como principal finalidade a inclusão social.'
Luís Alexandrino Feitosa
Engenheiro do Instituto Centec

'Tive conhecimento desse projeto por intermédio do Centec, há dois anos e meio. Venho trabalhando desde setembro do ano passado, na parceria da Linard com a Brasbio. Começamos a tratar de negócios com plantas e desenhos estudando todo o processo de fabricação. O biocombustível no Brasil é processo em desenvolvimento. É importante o apoio que vem sendo dado no momento, mas é necessário que haja mais interesse por esse projeto no País. Já estou com uma encomenda para outro Estado.'
Maragton Linard
Empresário da Linard

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter


Mais informações:
Linard Engenharia e Fundição Ltda
Rua Padre Cícero, 810, bairro Centro, Missão Velha (CE)
(88) 3542.1026/1013

Fonte: Jornal Diário do Nordeste
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.