26 fevereiro 2008

Liberdade de Expressão ou de Opressão ?

Têm pululado no Blog do Crato e em outros blogs locais agressões de todo tipo e intensidade sobre o posicionamento político de alguns usuários dos blogs.Esta inflamação era até previsível uma vez que cá estamos em ano eleitoral e as sensibilidades ficam mais à flor da pele. Há alguns pontos, no entanto, que parecem preocupantes e beiram ao total provincialismo.

1- Todos têm o direito sagrado de emitir sua opinião de qualquer teor e intensidade e a dialética é imprescindível para oxigenar os blogs. Que o façam no entanto com lhaneza e respeito pois quem pensa diferente de mim não é meu inimigo, muito pelo contrário, sua visão se soma à minha para que eu tenha um conhecimento melhor do mundo ao meu derredor;
2- Quem emite uma opinião deve assinar embaixo. Que valor tem um pensamento se até mesmo o próprio autor se recusa a assinar a autoria ? Opinião não assinada não é opinião , apenas mera fofoca;
3- Agressões levianas, blasfêmias que se escondem por trás do anonimato devem ser cuidadosamente investigadas ( não existe anonimato na Internet!) e levadas ao foro legal ( Danos Morais);
4- O associativismo político é garantido por lei. Todo mundo tem o sagrado direito de defender seus candidatos. Dihelson, Salatiel, Marcos Peixoto, George Macário devem escolher seus candidatos e defendê-los publicamente( no blog ou fora dele). Existe no entanto maneiras mais inteligentes e delicadas de utilizar o espaço virtual nesta batalha, embora seja um direito de qualquer um , se assim o desejar, criar sites e blogs perfeitamente chapas brancas, utiliza-os e faz comentários neles, quem quiser;
5- A faceta política é apenas uma mera aresta da complexidade humana. Ser de Esquerda ou Direita , da situação ou oposição não nos faz necessariamente bons ou maus;
6- Dihelson, George Macário, assim, são bem mais que seres políticos e merecem todo nosso respeito e consideração independentemente da inclinação política que possuam.
7- Por fim, segundo Bourdieu, a Liberdade de Expressão não envolve apenas que fala, mas também quem do outro lado escuta. Assim, utilizar palavras para humilhar e ultrajar outros não mais se trata de Liberdade de Expressão, mas de opressão.


J. Flávio Vieira

12 comentários:

  1. Muito bem, Dr. José Flávio,

    Parabéns por sintetizar tudo que estava entalado na garganta de muitos de nós. Em nome dessa liberdade de expressão que eu e muitos outros tanto defendem, é que estávamos sendo tolerantes em até deixar que aqui fôssemos apedrejados, e publicados comentários ofensivos até à pessoa que os permite publicar: Eu. E a outros que nada tem a ver com o peixe ( no caso do blog ), o caro george Macário.

    Como eu já disse antes, parece que para ser imparcial nessa cidade e não ser apedrejado, é preciso que se apedreje o prefeito. Isso eu não farei. Não há motivos para isso, como muitos querem.

    Se eu for lá no centro agora, e ver uma obra sendo realizada e colocar a foto aqui no Blog, é porque eu sou como disseram "babão" do prefeito. Até que ponto nós chegamos! Isso é um absurdo!

    Outros me mandaram e-mails dizendo que eu não aceito críticas. Bem, se ficar denegrindo minha imagem como o fazem lá no Orkut, for o tipo de crítica que sabem fazer, eu realmente não sei mesmo aceitar isso. Nem eu e nem ninguém.

    E falando mais francamente, meu caro Zé, acho que até por você ter escrito esse tópico aí, em defesa da liberdade com responsabilidade, é bem possível que venha alguém pra te chamar de babão também, poque não se pode agradar a todos.

    A conduta de certas pessoas nessa cidade quando tange a partidarismos beira o fascismo. Mas estamos no caminho certo. Os cães ladram, e como ladram... mas a caravana passa!

    Não percamos tempo com idiotas.

    O Crato será bem melhor, independente dessas crises. E isso tudo é só uma questão de tempo, meses...

    Um fraterno abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o texto do Sr J Flavio e seu inigualável domínio da Língua Portuguesa, mas pegando o gancho do comentário do Dihelson vou expressar algumas idéias:

    a) Há um certo exagero em dizer que o Blog do Crato está sob o ataque de um bando de criminosos mascarados. O Orkut é um outro ambiente onde pessoas se manifestam livremente - inclusive de forma anônima por opção do criador da comunidade - e nada tem a ver com este blog. O Dihelson poderia ter simplesmente ignorado o que é discutido no Orkut - já que não estão alinhados com a "proposta" do blog - inclusive com base nos princípios de que eles usam do anonimato e falam "mentiras".

    b) Como disse J Flavio, não há mal algum no fato da pessoa do Dihelson (ou a pessoa do George, ou a pessoa de seja quem for) manifestar publicamente apoio ou simpatia a uma ideia ou alguem. O problema que venho levantando em outros comentários é justamente no "aparente" conflito entre o que o blog se propoe (de ser também um veículo jornalístico) e as opiniões dos colaboradores na forma como são compreendidas pelas pessoas.

    c) falando em anonimato, imagine se não existisse abertura para as denúncias anônimas na polícia, se as pessoas comuns, coagidas e oprimidas pelo fantasma do "processo judicial", não tivessem a mínima liberdade de expressar uma idéia sem medo dos processos e dos advogados sedentos por sangue. Hoje em dia, políticos e empresas se utilizam dessa arma em prol da defesa dos seus interesses, massacrando qualquer um que ousar questiona-los ou critica-los... isso pra mim é Censura, e uma censura muito pior, mais sutil e ardilosa, do que tivemos no regime militar. Ainda mais quando falam em "cameras para monitoramento", "registro e identificação" disso e daquilo... pouco a pouco abrimos mão da mais simples liberdade e privacidade pelo medo dos "crimes digitais" e dos "malignos" hackers. Tenha santa paciência.

    E 1984 se aproxima...

    ResponderExcluir
  3. Valdir disse:

    "O Dihelson poderia ter simplesmente ignorado o que é discutido no Orkut - já que não estão alinhados com a "proposta" do blog - inclusive com base nos princípios de que eles usam do anonimato e falam "mentiras".

    Valdir, o problema é que alguém me detonou lá no Orkut, colocou meu nome em letras garrafais de difamação de forma anônima. Talvez se o fato tivesse ocorrido contigo, vc tivesse ignorado. Quando o fato acontece conosco, a coisa é bem diferente...

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  4. Creio que a visão do Valdir é muito interessante. Impossível se controlar o Orkut que é um instrumento específico para o anonimato( e estas regras lá estão bem claras). Ele é um grande mural e lá se escreve de tudo: pornografia, desenhos obscenos, palavras impublicáveis, blasfêmias , além do lado bom, da possibilidade de unir pessoas separadas geografiacamente mas de alguma maneira unidos historicamente. Concordo com o Valdir que a questão deveria ter se resumido ao Orkut, fórum onde estas questões nasceram. Imaginei, também, que hackers haviam invadido os blogs e escrito lá suas calúnias.Tenho, por outro lado, visto o Cariricult e o Blog do Crato como abertos às mais variadas opiniões ( monarquistas,centristas, direitistas, esquerdistas, poetas das mais variadas escolas) e isso me parece que apenas engrandece estes veículos abrindo um leque de possibilidades. A questão da política partidária neste ano eleitoral inflamou um pouco o processo.Todos têm o direito de declarar seu voto nos blogs e devem estar também perfeitamente abertos a receber as críticas que hão de vir: o contraditório é essencial não só no direito mas em todos os embates do dia a dia. Continuo acreditando que denúncia anônima é apenas uma fofoca mas concordo que isto não nos tira a necessidade de investigar a veracidade do fato.

    ResponderExcluir
  5. Dihelson, entenda que é impossível agradar todo mundo, impossível fazer com que todo mundo compreenda suas idéias e motivações, impossível fazer com que todos te ouçam e te vejam, e mesmo que tudo isso aconteça, ainda seria impossível fazer com que todos concordem contigo. Talvez você esteja um pouco atordoado, até então era conhecido no meio artístico, intelectual, agora pessoas do povo que acessam a internet estão te conhecendo, natural esse choque. Você tem que começar a pensar um pouco em como as pessoas vão receber o que escreve, e pode até se sentir um pouco preso, mas foi uma escolha sua.

    Veja que MILHÕES de pessoas criticam, esculhabam, dizem coisas pesadas e fazem piadas humilhantes e vexatórias para o Lula. Óbvio, ele não agrada todo mundo (eu incluso) mas se ele for se preocupar com isso, melhor que ele se mate, porque isso não acaba nunca. É o resultado natural da exposição. Voce continua o mesmo, fazendo muitas coisas certas e muitas besteiras, como todo ser humano, mas agora a coisa atinge outro nível.

    No dia que te impedirem de fazer aquilo que gosta e acredita (por mais bobo que seja), aí sim é motivo para ir à guerra. Eu te critico, mas você ta aí, continua seu blog do seu jeito.. ótimo, não estou te atrapalhando. Compreende?

    ResponderExcluir
  6. Este Valdir é mesmo uma figura!

    "Uma coisa é ser atirador outra coisa é ser o alvo".
    Rasputim de ?

    No meio de toda a defesa dele, com relação aos orkuteiros, que se "manifestam anonimamente", ou melhor "livremente", dizendo ele(Valdir de ?)que o Dihelson "poderia simplesmente ignorar tudo", falou, ainda, em "denúncias na polícia..." O que seria de nós se não fosse elas? Há 100% de verdade nelas! Defendeu "as pobres pessoas comuns, todas coagidas e oprimidas pelos processos judiciais, patrocinados por advogados carniceiros, ávidos por sangue". "Da opressão dos poderosos aos mais fracos..." "no massacre aos oprimidos que os ameaçarem..." "Censura ardilosa", "em abrir mão da simples liberdade de privacidade, pelo medo dos crimes digitais"... etc. etc. etc. etc.

    Meu caro "Valdir 1984 da Silva", este discusso já é ultrapassado demais.É por isto que vc sempre se reporta à década de 80. Nós estamos em 2008!!!

    Olha meu camarada, você, eu, todos nós podemos fazer, dizer, escrever, criticar, VOTAR, se expressar do jeito e pelo meio que quiser. Ninguém é privado de absolutamente nada! A Lei não diz que não podemos fazer algo. Ela simplesmente diz que, se alguém realiza uma ação e esta se constitui numa conduta ilegal... Por esta mesma conduta ela vai arcar com uma "coisa" que você tem que levar em conta em suas brilhantes observações: A RESPONSABILIDADE - A liberdade, ela existe e para sempre existirá! Mas, a responsabilidade vem logo coladinha nela. Em síntese, o que eu, o Dihelson, além de outros que comungam com a mesma tese, defedemos, que é o cerne da questão, é isto! Responsabilidade de quem não as possui!

    Por isso, amigo Valdir 1984..., lembre-se de defender as liberdades, os fracos e oprimidos, a censura, privacidade...Contudo, não deixe de observar e RESPEITAR a questão da responsabilidade, no direito sagrado de exigi-la,SEJA COMO FOR, no próprio blog, que, também, é válido! Contra toda e qualquer espécie de agravo, de violência à nossa pessoa ou à nossa imagem.
    Disto, pelo menos eu, não abro mão!

    Seu direito termina quando o meu começa.Esta é a regra que vale. Com ou sem censura!

    Ah! Antes que eu me esqueça: Valmir mesmo de que em...?
    GEORGE MACÁRIO
    odemocrato.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Este Valdir é mesmo uma figura!

    "Uma coisa é ser atirador outra coisa é ser o alvo".
    Rasputim de ?

    No meio de toda a defesa dele, com relação aos orkuteiros, que se "manifestam anonimamente", ou melhor "livremente", dizendo ele(Valdir de ?)que o Dihelson "poderia simplesmente ignorar tudo", falou, ainda, em "denúncias na polícia..." O que seria de nós se não fosse elas? Há 100% de verdade nelas! Defendeu "as pobres pessoas comuns, todas coagidas e oprimidas pelos processos judiciais, patrocinados por advogados carniceiros, ávidos por sangue". "Da opressão dos poderosos aos mais fracos..." "no massacre aos oprimidos que os ameaçarem..." "Censura ardilosa", "em abrir mão da simples liberdade de privacidade, pelo medo dos crimes digitais"... etc. etc. etc. etc.

    Meu caro "Valdir 1984 da Silva", este discusso já é ultrapassado demais.É por isto que vc sempre se reporta à década de 80. Nós estamos em 2008!!!

    Olha meu camarada, você, eu, todos nós podemos fazer, dizer, escrever, criticar, VOTAR, se expressar do jeito e pelo meio que quiser. Ninguém é privado de absolutamente nada! A Lei não diz que não podemos fazer algo. Ela simplesmente diz que, se alguém realiza uma ação e esta se constitui numa conduta ilegal... Por esta mesma conduta ela vai arcar com uma "coisa" que você tem que levar em conta em suas brilhantes observações: A RESPONSABILIDADE - A liberdade, ela existe e para sempre existirá! Mas, a responsabilidade vem logo coladinha nela. Em síntese, o que eu, o Dihelson, além de outros que comungam com a mesma tese, defedemos, que é o cerne da questão, é isto! Responsabilidade de quem não as possui!

    Por isso, amigo Valdir 1984..., lembre-se de defender as liberdades, os fracos e oprimidos, a censura, privacidade...Contudo, não deixe de observar e RESPEITAR a questão da responsabilidade, no direito sagrado de exigí-la,SEJA COMO FOR, no próprio blog, que, também, é válido! Contra toda e qualquer espécie de agravo, de violência à nossa pessoa ou à nossa imagem.
    Disto, pelo menos eu, não abro mão!

    Seu direito termina quando o meu começa.Esta é a regra que vale. Com ou sem censura!

    Ah! Antes que eu me esqueça: Valmir mesmo de que em...?
    GEORGE MACÁRIO
    odemocrato.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Creio que o comentário do Dr. José Flávio, na visão de uma grande amiga minha também conseguiu trazr algo de produtivo nisto tudo e colocando uma espécie de ponto final na questão.

    Segundo o artigo:

    - Todos têm livre pensamento de defender seus ideais.

    - O Blog do crato é uma pluralidade de idéias contrastantes e nisso reside a sua virtude. O que seria da unanimidade ?

    - É preciso que haja mais respeito às opiniões das pessoas, para não confundirem liberdade de expressão com liberdade de OPRESSÃO.

    Acho que estamos aqui para converar como gente civilizada que somos. Ouvi dizer que alguns odeiam política. Mas como diz Abidoral Jamacaru, a política é necessária, e aind aé o único meio legal de se mudar o destino de um povo. Toda pessoa segundo os gregos, que detesta política é um asno que não quer participar do futuro da sua gente.

    Da minha parte, encerrei com réplicas aos comentários ofensivos á minha pessoa. à medida que alguém se projeta, ela ganha inimigos, invejosos, e outras mazelas. valdir se expressou bem quando falou do presidente Lula como exemplo. O George Macário falou muito bem também sobr a questão da responsabilidade.

    E eu vou fazer como o amado e idolatrado FIDEL CASTRO, que está muito em notícia nesses dias. os comentários ofensivos a qualquer membro do Blog que partam de anônimos e siglas, mandarei pra sibéria sumariamente e fim de papo. Não teremos problemas. Teremos PAZ.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  9. Zé, ja te admirava como o grande médico e excelente cronista.
    de fato vc é único!!
    Essas discussões sobre a responsabilidade com a liberdade de expressão é ótima!
    Sou petista, não me sinto ofendida em nada com a propaganda exarcebada do governo municipal, apesar do lema "falando menos e fazendo mais..."
    Infelizmente a grande maioria ainda não tem educação para aprender a respeitar as opiniões e criticas, o legal é o elógio, mas nem sempre ouvimos.
    Só acho que o trabalho de Dihelson, de mostrar o Crato deve ser maior do que a covardia de pessoas que se escondem para ofender.
    Fácil falar ,mas faça melhor!
    Ficar atacando sem mostrar a id é moleza, díficil e assumir sua opinião, isso se chama responsabilidade.
    Não tenho vergonha de assumir o que penso mesmo que seja contrário ao que querem que pense.
    No mas Dihelson, vc é maior que essas infantilidades.
    Caro Valdir o anonimato em determinados casos se faz necessário, mas nunca para atacar levianamente a honra das pessoas.
    e ao George de fato estamos em 2008mas infelizmente ainda não estamos fora da politica dos coroneis e dos votos de cabrestos!
    pensem nisso

    ResponderExcluir
  10. Parabéns, Alessandra!

    Eu sempre te admirei desde o dia em que nos encontramos pela primeira vez, porque você é uma pessoa que assume o que é, e o que faz. Certamente que até as pessoas que lhe são oposição lhe tem profunda admiração pelo fato de você tendo todo um conjunto de convicções, por exemplo, é petista e carrega no peito com orgulho a sua estrelinha, vc sabe reconhecer as coisas certas e as coisas erradas sem o fanatismo de muitos. Fanatismo esse que pode vir d qualquer fação política, de direita e de esquerda.

    Tem gente que fica cego por um partido ou uma ideologia, ou até mesmo uma religião. É como uma psicose. Mas é preciso muita maturidade política para se chegar a esse nível de entendimento, de sentar-se à mesa de negociações de diferentes tendências e opiniões, fazer valer a sua, defender seus ideais sem denegrir a idéia de ninguém. É tão difícil se conseguir isso...

    Outro dia um amigo meu, Alemão estava questionando porque qui no Brasil nao se fazem os debates políticos como na TV da Alemanha, onde todos defendem o que acreditam, mas ninguém sai no tapa. A resposta é que se for feito aqui no Brasil, iria dar em muita baixaria, porque as pessoas nao tem essa maturidade política.

    De defender suas idéias em meio a tantas outras, sem perder sua identidade, tendo argumentação suficiente, provas, e ao mesmo tempo, a sutileza e a educação de não precisar difamar as pessoas que pensam de forma contrária.

    Você poderia ser uma excelente candidata. E oxalá todos os candidatos tivessem esse amadurecimento político de saber sentar-se à mesa de negociações.

    Abraços, minha amiga.
    A gente se vê...

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  11. Dihelson e Alessandra encerram muitíssimo bem essa questão, que no mínimo trouxe elementos interessantes para pensar. Parabéns a todos.

    Agora respondendo ao grande George, pessoa ilustre que conheci ha um bom tempo atrás, 1984 se refere ao "1984" de George Orwell, um clássico distópico que mostra a sociedade sem liberdade, direitos, totalmente controlada e monitorada. É assim que muitos desejam que seja. Foi esse 1984 que me veio a mente quando voce escreveu algo sobre "cameras de monitoração em lanhouses". O medo exagerado dos "criminosos" digitais promove a quebra da privacidade, dos direitos, da liberdade em nome de uma aparente "segurança", claro que na minha opinião (e preocupação). Mas como isso tem pouco a ver com o cerne da discussão aqui, deixemos de lado. Quanto ao meu sobrenome, não sou de nenhuma familía importante e conhecida, da nobre elite cratense, logo não faria diferença, e também me incomoda o fato de ter que toda vez me identificar com nome completo, cpf, identidade e comprovante de residência pra ser ouvido, ter minha credibilidade testada ou idéias validadas. Se estou postando aqui, conforme as regras do blog, é porque no mínimo não sou anônimo e menos ainda um "Hacker". Tenho meu perfil no Orkut (ora ora veja só), se quiser dar uma olhada:

    http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=992128065259787150

    tem lá meu nome, alguns amigos, vídeos e até as coisas que eu gosto de comer.. já pensou? informação demais até.

    Tenho um blog também, um pouco desatualizado:

    http://enlabs.net/blog

    Por falar nisso, e sua "arapuca para hackers", tá funcionando? ja pegou algum? :)

    brincadeiras a parte, Grande Abraços a todos! Aprendi muito aqui.

    ResponderExcluir
  12. Caro Valdir
    Agora sim! Sei quem você é!
    Satisfação em conhecê-lo e trocar ótimas idéias.

    Respondendo sobre minha arapuka de pegar Hackers(KKKKKK, gostei do nome)...
    Pois é meu amigo, ela acaba de fazer a primeira vítima: VOCÊ!

    Um grande abraço

    GEORGE MACÁRIO
    odemocrato.blogspot.com

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.