23 fevereiro 2008

Igrejas antecipam festejos a São José

Fé e devoção

Clique para Ampliar

Crianças participam de procissão, no Crato, em louvor ao pai adotivo de Jesus (Foto: Antônio Vicelmo)

Além do carisma que São José desperta entre os católicos, persiste a crença de que ele favorece as chuvas no Estado

Crato. Todas as paróquias das Diocese da Igreja Católica que têm São José como padroeiro estão antecipando a festa para antes da Semana Santa. O vigário da Sé Catedral do Crato, Edmilson Neves, justificou que a antecipação tem como objetivo concentrar as atenções dos católicos para os atos litúrgicos da Semana Santa que visa recordar a Paixão de Cristo, desde a sua entrada messiânica em Jerusalém no Domingo de Ramos.

Em Missão Velha, cujo padroeiro é São José, a festa será realizada no dia 9 de março. A abertura será no dia 1º, com o carregamento do pau da bandeira, uma tradição que conta com a participação de milhares de pessoas. O padre João Bosco Lima, vigário da cidade, informou que a festa tem como tema principal “São José, o missionário que percorre os caminhos de Deus”. Em Juazeiro do Norte, a festa também foi antecipada para o dia 9. Na paróquia de São José do Crato, o evento será no dia 15, coincidindo com o Domingo de Ramos.

Equinócio

Tradicionalmente, a Festa de São José é celebrada no dia 19 de março. Além do carisma que o santo desperta entre os católicos, por ser o pai adotivo de Cristo e um símbolo da unidade familiar, persiste a crença de que a data define o inverno no Estado.

A data coincide com a passagem do equinócio, ponto da órbita da Terra em que se registra igual duração do dia e da noite, o que sucede nos dias 21 de março e 23 de setembro. Neste período podem ocorrer chuvas que são atribuídas pelos católicos aos poderes de São José.

Este ano, não está havendo muita preocupação com as chuvas. O inverno no Cariri, segundo os agricultores, não está “economizando chuvas” para as plantações. Mesmo assim, não faltam orações para São José que, segundo os católicos, é também um exemplo de pai.

A Sagrada Família levava uma vida modesta, em meio a uma numerosa parentela, constituindo um lar nem pobre, nem rico, ganhando o pão de cada dia com o suor de seu rosto, respeitando as leis administrativas e sociais de seu povo.

A devoção a São José se espalhou no século XV. Em 1479, ele foi colocado no calendário romano com sua festa a ser celebrada em 19 de março. O papa Leão XIII o declarou patrono da justiça social. Já o papa Pio XII estabeleceu uma segunda festa para São José, a festa de “São José, o trabalhador” no dia 1º de maio.

São José é considerado pelos devotos como padroeiro dos carpinteiros. É representado na igreja como um homem velho com um lírio na mão ou com Jesus, lhe ensinando o ofício de ser carpinteiro.

Mais informações:
Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
Travessa Padre José Marques, 113, Iguatu
(88) 3581. 1221

fonte: www.diariodonordeste.com.br
.

Um comentário:

  1. Grande Dihelson:
    Boa postagem. São José, nos dias atuais, é uma referência para um mundo em crise.
    A Sagrada Escritura nos ensina que “José era um homem justo...”. Ou seja um homem correto, simples e trabalhador, que vivia no anonimato e na humildade do ofício de carpinteiro.Estes valores estão, infelizmente, escondidos no mundo atual.
    O que pouca gente sabe é que São José era príncipe da Casa Real do Rei Davi, a mais importante dinastia que o mundo já teve.

    Se a monarquia legítima de Israel não tivesse sido derrubada, São José teria sido o herdeiro do Trono.O que é lógico: quando Deus determina a vinda de Jesus - o Rei dos Reis - ao mundo, Cristo não poderia ter como pai adotivo uma pessoa sem a dignidade a àltura do filho do Rei do Universo.
    Mas como Deus não faz acepção de pessoas, Ele incluiu esse singelo José, o Justo no seu plano de salvação. Com isso percebemos que ninguém está excluído dos mistérios divinos. Também nós, residentes no Cariri - os paroquianos ou mesmo simples devotos de São José - fazemos parte desse plano de amor e redenção. Deus conta com o nosso testemunho de amor e fidelidade a Ele. Devemos como, o bom José, saber escutar a voz de Deus e nos colocar a disposição de sua vontade.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.