04 outubro 2007

+ Fotos do Show

Por ocasião do encerramento da Exposição fotográfica CENAS CARIRI, aconteceu no palco do SESC dois grandes espetáculos. Um musical com o cantor/compositor Abidoral Jamacaru, contando com a interativivade total do público, e, uma performance poética com poesias de Pachelly interpretadas pelo magnífico performance João do Crato.

Fotos: Pachelly Jamacaru

Entrevista: Pachelly Jamacaru e a Fotografia Artística no Cariri.



Finalizando a sua excelente exposição fotográfica que esteve em cartaz no SESC Crato de 10 de setembro a 03 de outubro, Pachelly nos concedeu uma entrevista sobre o seu envolvimento com a fotografia, sua recente premiação no festival da revista Fotografe Melhor, e como ele vê o ressurgimento do interêsse pela fotografia e os novos movimentos aqui na região do Cariri.
Vale a pena conferir!

Show do Abidoral Jamacaru ontem no SESC - Quem viu...viu...



Aconteceu na noite de ontem um dos mais belos espetáculos dos últimos tempos aqui no cariri. O show do genial Abidoral jamacaru no teatro do SESC. Marcado pela simplicidade, pela sonoridade necessariamente acústica, empunhando um excelente violão, e tendo ao segundo violão e viola, o músico e arranjador Lifanco, e ao contrabaixo, o exímio baixista Aécio Casa grande, o show foi marcante em vários sentidos.

A platéia, muito interativa, porém educada, participou cantando em quase todas as músicas.
E olha que tinha muita gente ontem no excelente teatro do SESC Crato. O show teve ainda a participação do cantor João do Crato, que antes fez uma Performance poética, que por si só, merece outro artigo.

A qualidade acústica estava simplesmente impecável! - Comandado por talvez o melhor técnico de som do cariri, o perfeccionista DUDU, do Sesc.

Cada música executada era como o reencontro de um velho amigo.
Sucessos antigos e novas sonoridades, que em breve estarão no seu próximo CD, já gravado e em fase de mixagem.
Abidoral esbanjou talento, tranquilidade, e aquilo que é uma das maiores qualidades em um músico: A Sinceridade artística. Desfilando em letras da sua autoria, parcerias com Geraldo Urano, seu irmão Pachelly Jamacaru, e até Patativa do Assaré, Abidoral demonstrou plena maturidade artística. A maturidade de alguém que está dentro de um tempo próprio. Ele não é contemporâneo. Abidoral é atemporal e ao mesmo tempo, sua música está em todos os tempos.

Um show sensível, especial.
O trabalho de um artesão da poesia, do pensamento crítico, do retrato de toda uma geração.


Por: Dihelson Mendonça
Foto: Dihelson Mendonça