06 maio 2007

Última Foto - Anoitecer, visto da Vilalta !



É isso aí, gente,

Foto tirada há poucas horas, do anoitecer visto à partir da Rua Vicente Leite, na Vilalta.

www.portaldocrato.com

Outro BlogPoem para um certo médico.... rs rs !




Budismo moderno
Augusto dos Anjos

Tome, Dr., esta tesoura, e... corte
Minha singularíssima pessoa.
Que importa a mim que a bicharia roa
Todo o meu coração, depois da morte?!


Ah! Um urubu pousou na minha sorte!
Também, das diatomáceas da lagoa
A criptógama cápsula se esbroa
Ao contato de bronca destra forte!


Dissolva-se, portanto, minha vida
Igualmente a uma célula caída
Na aberração de um óvulo infecundo;


Mas o agregado abstrato das saudades
Fique batendo nas perpétuas grades
Do último verso que eu fizer no mundo!

BLOW UP



Achados e Perdidos

Ultrapassando o Cabo das Tormentas por volta dos cinqüenta , nos pomos, continuamente a fazer balanço da vida. É que , à frente, se vai estreitando o caminho e começam a faltar, seguidamente, colegas de classe na hora da chamada.As coisas passadas vão pouco a pouco se tornando mais presentes e mais vívidas. Até porque nos vamos dando conta de que a juventude ,com seu séqüito de leveza, de descompromisso, com os frutos da esperança, languidamente, se oferecendo no nosso pomar terá sido a mais dourada fase da nossa existência. Com os anos, nos vamos cobrindo de um sem número de responsabilidades e compromissos . Passamos a carregar um fardo cada vez mais pesado : vivemos apenas nos interlúdios e sorrimos nas entrelinhas. A vida é isto mesmo: um curta-metragem e nem sempre de animação.
Um dia empreenderemos a viagem final para o desconhecido. Os místicos e os espiritualistas esperam na estação, sem muita ansiedade e angústia. Perpassa em todos, no entanto, laivos de um temor instintivo primal e incontrolável: “Ser ou não ser: eis a questão!” Quem sabe, por isto mesmo, viajar seja para todos um deleite. Viajar é uma espécie de morte reversível, a possibilidade de desvendarmos o desconhecido com passagem de volta no bolso. Loucos empreendem viagens psicodélicas( nem sempre com retorno garantido) na tentativa de descerrar a cortina e conhecer o outro lado da névoa. Os mais pragmáticos pegam veículos mais concretos e seguros em busca de outras paragens.
O certo é que, quando arrumamos os teréns e ganhamos o mundo, percorremos sempre duas estradas. Uma mais palpável e visível que se abre à nossa frente e que nos descortina novas paisagens, novas perspectivas e novos costumes. Rapidamente saltamos das nossas vidinhas resumidas , sintéticas e cotidianas para a exuberância do universo com suas portas largas, suas infinitas verdades e suas veredas desconhecidas e incomensuráveis.Nesta nova dimensão, já não cabem nossas pequenezes, nossos juízos pré-formados, nossas certezas aparentemente sólidas e inabaláveis. Parece que ,de dentro do ovo, bicamos a casca e deixássemos entrar a luz que nos ilumina e revela novos ângulos e arestas da nossa existência. Descobrimos que a unicidade reside na diferença e que as nossas certezas são apenas pequenos ladrilhos que necessitam se juntar a uma infinidade de tantos outros para desvendar o quebra-cabeça da verdade.
A outra estrada, por outro lado, se estende para dentro de nós mesmos, já que toda viagem é uma busca , uma procura . É como se tentássemos descobrir, em meio a tantas perplexidades, nossa exata localização no universo.Qual nosso papel no enredo? Que máscaras precisarão ser desfraldadas para que possamos fitar a real compleição da nossa alma? Talvez , por isto mesmo, nos sintamos tão alegres e felizes tanto na ida para o desconhecido quanto na volta, para o aconchego das nossas casas. É que de repente percebemos que a história é mais importante que a geografia e que todas as estradas, por mais esburacadas e tortuosas que sejam, sempre terminam ali, na beirinha do nosso quintal.

BlogPoem



Poética

Estou farto do lirismo comedido
Do lirismo bem comportado
Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente
protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor.
Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar
no dicionárioo cunho vernáculo de um vocábulo.
Abaixo os puristas
Todas as palavras sobretudo os barbarismos universais
Todas as construções sobretudo as sintaxes de exceção
Todos os ritmos sobretudo os inumeráveis
Estou farto do lirismo namorador
Político
Raquítico
Sifilítico
De todo lirismo que capitula ao que quer que seja
fora de si mesmo
De resto não é lirismo
Será contabilidade tabela de co-senos secretário do amante
exemplar com cem modelos de cartas e as diferentes
maneiras de agradar às mulheres, etc
Quero antes o lirismo dos loucosO lirismo dos bêbedos
O lirismo difícil e pungente dos bêbedos
O lirismo dos clowns de Shakespeare
— Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.


Manuel Bandeira( 1886-1968)

POTOCAS. COM


Meia-idade é um estado de espírito. Mas, não importa que idade você tenha, saiba que você já está na meia-idade quando:



1...Gosta mais do inverno, que do verão.
2...Viaja todo ano pro mesmo lugar.
3...A ressaca de sábado se prolonga até a segunda pela manhã.
4...Começa a preferir um restaurante em vez do MacDonald's.
5...Prefere uma fazenda ao invés da praia.
6...Homem: presta mais atenção numa mulher quando ela fala, do que quando anda.
7...Mulher: consegue se divertir mais ao lado de um homem, que embaixo dele.

8...Consegue entender a letra de "Águas de Março".
9...Seus artistas favoritos têm mais de 20 anos de carreira.
10...Não estranha nem se aborrece quando alguém jovem e atraente chama você de "tio" ou "tia".
11...Prefere MPB ou um Jazz" ao Rock.
12...Prefere ver o desfile das escolas de samba pela TV, e com ar condicionado no máximo.
13...Sente dor no ouvido quando escuta "Bonde do Tigrão".

14...Prefere ir à praia antes das dez da manhã ou depois das quatro da tarde.

15...Não recebe convite para nenhum casamento há mais de dez anos, e quando ele chega é da filha de seu amigo, aquela, que faz pouco tempo você foi ao batizado.
16...Prefere que alguém dirija pra você.
17...Chama o Francisco Cuoco de "aquele galã" da Globo.

18...Homem: Seu símbolo sexual é a Sonia Braga.
19...Mulher: Seu símbolo sexual é Antonio Fagundes.
20...Achou a primeira versão de "Irmãos Coragem", "Selva de Pedra" e "Pecado Capital" muito melhores que o remake.
21...Acha que silicone é coisa de travesti.
22...Fica meio angustiado quando ouve a letra de "Como Nossos Pais".
23...Mulher: Lembra das pernas sensuais do goleiro Leão.
24...Sabe que a Vera Fischer já foi miss.
25...Pior que isso: sabe o que é miss!!!
26...A maioria dos seus CDs é composta de coletâneas.
27...Homem: Prefere uma sessão de alongamento a jogar uma partida de futebol.
28...Mulher: Consegue ir ao shopping com um objetivo definido e sair de lá em menos de uma hora. E sai.
29...Consegue passar horas com seu (sua) parceiro(a) na cama...conversando.

30...Mesmo morando no litoral, só vai à praia quando viaja.
31...Relê os clássicos e descobre que eles não eram tão chatos assim.
32...Não lembra da última vez que andou de ônibus.
33...Não lembra mais como se prepara uma mamadeira.
34...Tem mais cabelos na toalha que na cabeça.

35...Mulher: Não presta mais atenção nas próprias celulites.

36...Homem: Troca a cerveja por vinho tinto, whisky ou até mesmo uma cachacinha.
37...A maioria dos telefonemas que recebe em casa são para seus filhos.
38...Consegue falar, por menos de cinco minutos, ao telefone.

39...Não precisa mais ir pra show, pra ver seus artistas favoritos, pois eles estão todos na Globo.

Portal do Crato - Atualização 06/05/2007



Olá, Amigos,

É com Grande satisfação que anuncio que o nosso PORTAL DO CRATO - O QUE ACONTECE NA CIDADE - está atualizado. Pequenas mudanças, mas, interessantes. Quem tiver interesse em contribuir publicando matérias, estamos ao inteiro dispor. Entre em contato via e-mail.

Visite em:

www.portaldocrato.com

Atenciosamente,

Dihelson Mendonça

Crato, capital da Cultura, ou Capital do LIXO ??



Crato, capital da cultura, ou capital do LIXO ??

Veja matéria também no PORTAL DO CRATO:
www.portaldocrato.com


Crato, CE, cidade onde outrora, foi o centro de toda uma região. Berço de inúmeros vultos que fizeram história, berço de poetas, músicos, escritores, e todo tipo de artistas. Ponto de referência na história Brasileira, por ter sido palco dos primeiros levantes contra a corôa portuguêsa. Terra para onde outrora, atraía dúzias de ônibus lotados de estudantes que afluíam de outras cidades próximas a fim de desfrutar da cultura, da educação de qualidade oferecida por esta cidade...

Crato, cidade que FOI um pólo de desenvolvimento, de Educação e de Cultura.


Hoje, vemos uma cidade transformada!
Uma cidade, onde, durante décadas, praticamente todos os prefeitos que entraram no Palácio Alexandre Arraes, sede da atual Prefeitura, foram pessoas mais preocupadas em "não fazer nada", e alguns deles, em destruir o patrimônio histórico que ainda havia no Crato.
Para onde foi a famosa casa onde nasceu Bárbara de Alencar, que existia até há poucos anos na praça da sé ? Destruída. Nossos inémeros monumentos históricos, quase todos destruídos por falta de uma política de preservação do patrimônio histórico, pela ignorãncia, pela incompetência!

O contexto se traduz em INCOMPETÊNCIA e IGNORÂNCIA.
Duas coisas que, se colocadas juntas, destróem qualquer princípio de civilização em qualquer parte.

Os Cratenses de uns 20 anos para cá ( e não desejo me referir nem ao atual prefeito, nesse caso, para não criticar uma administração que se comprometeu a reverter esse processo ), os Cratenses têm sido muito infelizes em escolher os administradores da cidade. Houve até um prefeito que intentou destruir o Museu de Arte Vicente Leite, a fim de fazer passar a Av. Duque de Caxias direto para a rua Miguel Limaverde!! Um bárbaro!

Mas, chegamos, por outro lado, a questionar até que ponto a culpa é dos políticos, ou a culpa é nossa mesmo, porque sem nosso voto, essas pessoas jamais teriam ocupado cargos públicos. E o que falar dos nossos ex-vereadores? Onde eles estavam ? porque nada fizeram, quando a cidade estava sendo destruída ? São cúmplices do caos! É bom que se tenha em mente o nome dessas pessoas, para que elas nunca mais possam vir a ter qualquer espécie de cargo público nessa cidade!

Bem, deixando todo esse, digamos assim, prelúdio, de lado, tema excelente para discussões, que abordaremos diferentemente em outras oportunidades, eu gostaria de me deter, desta feita, no problema do LIXO do Crato. Embora, as pessoas do poder garantam que as coletas estão sendo feitas regularmente, e na prática sempre possamos ver os caminhões das coletas passando para recolher o lixo, na prática, as coisas não estão funcionando bem assim. Alguma coisa está muito errada. Ou a coleta pública é ineficiente, ou o lixo da cidade, indubitavelmente está aumentando, ou uma triste realidade:

= O povo do Crato, de maneira geral, não tem educação! =

Tenho andado pelos quatro cantos dessa cidade, fotografado, e constatado: a todo momento, o que mais se vê, são pilhas mais pilhas de LIXO. À tardinha, os amantes do ar puro desta cidade não têm mais paz, porque pessoas ignorantes simplesmente tocam fogo em montes de lixo acumulados em terrenos baldios, promovendo fumaça, um olor insuportável, e gerando uma camada de fumaça, que quando direcionada pelo vento, deixa no céu da cidade, uma tonalidade acizentada. Crato, cidade poluída.

De quem é a culpa então ? Do poder ? do povo ? Por melhores que sejam os governantes, eles não fazem milagres quando o assunto é recolher o LIXO. As pessoas também, precisam se conscientizar, de que não podem, não devem jogar lixo em plena rua. Isso é uma coisa básica da convivência social ! Se não existe, deveria existir uma lei municipal punindo de prisão qualquer pessoa que jogasse lixo na rua, ou que tocasse fogo em Lixo!

Estamos falando de coisas básicas. O mínimo possível da convivência em sociedade. Em lugar nenhum se pode conceber que pessoas que se dizem civilizadas possam jogar o seu lixo diretamente na rua, ou simplesmente deixar ao "deus dará" ... será por este motivo também, que o Crato atualmente enfrenta uma epidemia de Dengue ??

O ser Humano colhe aquilo que planta! Se as pessoas não se conscientizarem da real necessidade de serem educados, não merecem viver dentro de uma sociedade. Não estarão longe dos animais irracionais.Sendo assim, faço esse questionamento sobre os verdadeiros culpados pelas pilhas de lixo que todo dia se acumulam na nossa cidade, sobre as fogueiras que as pessoas fazem, gerando gases tóxicos, incomodando quem mora no Crato.


O poder público pode fazer algumas coisas:

01 - Promover campanhas de reeducação da sociedade. Através de campanhas na mídia, utilizando-se de carros de som volante, estações de rádio, pode-se perfeitamente instruir, admoestar a população para que não jogue nem queime o lixo. É preciso um intenso trabalho de reeducação nas ruas, nas escolas, veiculadas nos meios de comunicação. O que custa ? O que custa fazer uma campanha dessas ? Muito mais se gasta em coisas menos profícuas!!!

02 - Aumentar e regularizar a coleta de Lixo: Toda cidade que cresce desordenadamente, como o Crato, e como sempre, com pessoas de menor acesso à informação na periferia da cidade, possui uma tendência a aumentar a quantidade de lixo nas ruas. Mesmo com campanhas informativas. Então, é preciso paralelamente, aumentar a coleta de lixo, e promover campanhas de reeducação da população.

E o povo ?

Bem, essa é a grande incógnita!
As pessoas, que deveriam cumprir seu papel de cidadãos, de pessoas instruídas, muitos daqueles que gostam de gabar-se de que o Crato foi um dia uma capital de educação e cultura, esses sim, é que devem dar bom exemplo, instruir os menos afortunados na educação, e cooperar, evitando jogar lixo nas ruas, e promovendo o bem-estar da população em geral. Só é preciso que cada um cumpra a sua pequena parte. E olha, que é é apenas uma pequena parte!

Afinal, queiramos ou não, vivemos numa em sociedade com leis e com ética, e para tal, devemos e podemos ser pessoas civilizadas!


Dihelson Mendonça
06/05/2007

Vem aí, a nova edição de A PROVÍNCIA !!



Estive conversando com o Jornalista e professor Jurandir Timóteo, por esses dias no calçadão do Crato. Ele me garantiu que a próxima edição da famosa e tradicional revista "A PROVÍNCIA" deve sair nos próximos dias. Já está sendo impressa em uma nova e excelente gráfica. Segundo ele "A qualidade da impressão gráfica da nova edição, é incomparável!". Vale a pena conferir sempre as inúmeras curiosidades dessa revista que se tornou um ponto de referência para a cidade de Crato.

Foto acima: O Jornalista e Professor Jurandir Timóteo.