24 novembro 2007

O Tédio - Henrique Hine



Venho doutor, fazer-lhe uma consulta. A doença que me punge e esteriliza a mocidade e o espírito, Resulta de uma chaga que nunca cicatriza.

Muito embora comum a toda gente, a de que sofro, atroz hipocondria, Tanto me torna pensativo e doente, que já não sei o que é paz nem alegria.. Sendo o mais sábio clínico do mundo, sois também um filósofo notável, do Peito humano auscultador profundo, curareis este mal inexorável.

Que me destrói o organismo fibra-a-fibra

Que me enevoa o cérebro e o condensa.

Eu tenho um coração que já não vibra

Suporto uma cabeça que não pensa.


Autor: Henrique Hine
Leitura: Antonio Vicelmo
Piano: Dihelson Mendonça
Música: O Cisne - Camille Saint Saens

( ouça no player principal )

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.