29 novembro 2007

O maior pianista do mundo vem ao Crato proferir palestra dia 06/12



Resiliência, Superação e Determinação.

O Pianista João Carlos Martins, o único pianista do mundo que gravou a obra completa de Johann Sebastian Bach e é considerado pela crítica internacional como um dos maiores pianistas do mundo de todos os tempos virá ao Crato no próximo dia 06 de Dezembro proferir palestra no Teatro Salviano Saraiva Arraes ( antigo Cine Moderno ).

O pianista, que não consegue mais tocar devido a inúmeros problemas de saúde ao longo da vida com as mãos, é um exemplo de perseverança, de superação e de determinação ( vide biografia logo abaixo ).

João Carlos vem ao Crato por ocasião do quarto seminário de Desenvolvimento estratégico promovido pelo SEBRAE que conta com diversos parceiros incluindo: Cariri Shopping, Prefeitura Municipal do Crato, e Banco do Nordeste BNB.

Os temas a serem abordados na palestra:
- Como superar obstáculos para alcançar seu objetivo
- Os princípios fundamentais da Auto-Estima
- A importância de lutar pelo que você acredita
- Como desistir com humildade para começar de novo
- Como desafiar as probabilidades
- Como alcançar o sucesso respeitando seus próprios limites
- A adversidade pode transforma-se numa oportunidade
- O segredo para assumir riscos
- A relação entre uma orquestra e uma empresa
- A música Venceu !

João Carlos Martins ( fonte wikipedia ):

João Carlos Martins começou seus estudos aos oito anos com o professor José Kliass e após nove meses vencia o concurso da Sociedade Bach de São Paulo. Seus primeiros concertos trouxeram a atenção de toda a crítica musical brasileira. Aos dezoito anos foi escolhido no Festival Casals, dentre inúmeros candidatos das três Américas para dar o Recital Prêmio em Washington. Aos vinte anos estreou no Carnegie Hall, patrocinado por Eleanor Roosevelt. Tocou com as maiores orquestras norte-americanas e gravou a obra completa de Bach para piano. Foi ele quem inaugurou o Glenn Gould Memorial em Toronto.

Um amor tão grande pela música, uma dedicação tão intensa e meritória de admiração e respeito. João Carlos Martins viu-se por diversas vezes privado de seu contato com o piano, quando teve um nervo rompido e perdeu o movimento da mão direita em um acidente em um jogo de futebol em Nova Iorque.

Com vários tratamentos, recuperou parte dos movimentos da mão, mas com o correr dos anos desenvolveu a doença chamada LER, que ocorre devido a movimentos repetitivos e causa o estressamento de nervos. Novamente teve que parar de tocar, e dessa vez acreditou seria para sempre. Vendeu todos seus pianos e tornou-se treinador de boxe, querendo estar o mais longe possível do que sua carreira significava como músico. Mas sua incontrolável paixão o fez retornar, e realizou grandes concertos, comprou novos instrumentos e tentou utilizar o movimento de suas mãos criando um estilo único de tocar e aproveitar ao máximo a beleza das peças clássicas.

Mas ao realizar um concerto em Sofia na Bulgária, sofreu um ataque em um assalto, e um golpe na cabeça lhe fez perder parte do movimento de mãos novamente, e quando quer que ele se esforçasse sofria dores intensas em suas mãos, e novamente pensou que nunca mais voltaria a tocar. João perdeu anos de sua carreira em tratamentos, treinamentos e encontrou novamente uma nova maneira de tocar, utilizando os dedos que podia em cada mão, mas dia a dia podia tocar menos e menos.

Essa paixão de João Carlos pela música inspirou um documentário franco-alemão chamado Martins Passion, vencedor de quatro Festivais internacionais. O documentário franco-alemão sobre a sua vida - "Paixão segundo Martins" - já foi visto por mais de um milhão e meio de pessoas na Europa. Também já foi exibido em algumas oportunidades na TV aberta no Brasil, no caso a TV Cultura.

“Eu estava sem rumo, em 2003, já sabendo que não poderia mais tocar nem com a mão esquerda. Sonhei então, que estava tocando piano, com o Eleazar de Carvalho, que me dizia: - vem para cá, que eu vou te ensinar a reger.” - palavras de João Carlos em uma entrevista.

Em maio de 2004 esteve em Londres regendo a English Chamber Orchestra, uma das maiores orquestras de câmara do mundo, numa gravação dos seis Concertos Branndenburguenses de Johann Sebastian Bach e, já em dezembro, realizou a gravação das Quatro Suites Orquestrais de Bach com a Bachiana Chamber Orchestra. Os dois primeiros CDs já foram lançados (lançamento internacional).

Incapaz de segurar a batuta ou virar as páginas das partituras dos concertos, João Carlos faz um trabalho minuncioso de memorizar nota por nota, demonstrando ainda mais seu perfeccionismo e dedicação ao mundo da música.

João Carlos realiza também, na Faculdade de Música da FAAM, um programa de introdução à música com jovens carentes.


Incrições:
Crato/Juazeiro do Norte: (88) 3523.2025 / 3512-3322
treinamento.cariri@ce.sebrae.com.br

Por: Boanerges/Dihelson Mendonça
Fotos: Divulgação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.