01 dezembro 2020

O mistério do Inconsciente - Por: Emerson Monteiro


De uma profundidade a bem dizer inalcançável, existe uma camada de nós que significa todos os mistérios da Natureza, o Inconsciente. Dotados de muitas definições através de inúmeros pensadores, representa a matéria prima das descobertas necessárias ao encontro definitivo da Consciência maior.

Do Inconsciente vêm os sonhos, as artes, as intuições, as religiões e tantos outros fatores das revelações isto além da realidade externa, manifestada. Verdadeira usina de produção dos avanços da ciência, ele conduz a personalidade ao domínio de si mesmo, permitindo avanços inestimáveis do equilíbrio emocional e espiritual.

A busca do Inconsciente resume toda a história humana durante todo tempo. Jamais se verão em desamparo os que desvendam, por mínimos que sejam, esse segredo guardado nas furnas desse universo interno que nós o somos. 

Nisso a literatura traz considerações imaginativas que indicam o mito do Inconsciente, por exemplo, a caverna de Platão, célebre citação dessa possibilidade aberta a todos de um dia descobrir e exercitar a libertação por meio da luz exterior que projeta nossa sombra de encontro às paredes deste mundo até nos voltarmos para fora e sair em evolução. Outro exemplo disto, o conto das Mil e Uma Noites, de Aladim e a Lâmpada Maravilhosa, indicação de um instrumento de poder que existirá dentro da caverna de nós mesmos, entre pedras e joias preciosas ao dispor dos que estenderem as mãos e aceitaram sua utilização. 

Há imenso caudal de riquezas no íntimo de todos, carecendo tão só desenvolver métodos dos pensamentos e sentimentos os quais devem focar a essência da concentração mental e causar uma prática fiel. Uns chamam de fé, outros, de atenção, meditação, ioga, etc. O que conta, na verdade, é estarmos vivos nesta intenção fundamental de achar a porta do Reino de Deus, de que nos fala Jesus, a fim de purificarmos os reais objetivos de nosso viver e galgar o encontro definitivo com Deus, causa origem de tudo.