15 novembro 2020

Luto

 (por Luiz Philippe de Orleans e Bragança, deputado federal por São Paulo)

     Até dia 14 de novembro de 1889 havia liberdade de imprensa, respeito as liberdades individuais, habeas corpus, separação dos três poderes, eleições, respeito a constituição, equilíbrio fiscal, prosperidade e paz. No dia seguinte ocorreu um golpe de estado. A partir de então, surgiram dois ditadores, estados de sítio, fechamento do parlamento, censura, perseguição política, conspirações, desequilíbrio fiscal, dívida externa, inflação, violações da constituição, guerra civil e mortes.

     Isso tudo, logo nos primeiros 5 anos da República. De alguma maneira somos levados a crer que o golpe de estado foi legítimo e que ele foi para termos avanços na democracia. Mas, mudança de sistema político à parte, é pedir demais reconhecer o fracasso do sistema presidencialista republicano e contar a verdade a sociedade brasileira? Só com um debate honesto teremos o avanço que merecemos.

     Quando a data de hoje pesar na consciência nacional será o dia em que teremos o que comemorar.