10 junho 2020

Deputado Federal Luiz Philippe Orleans e Bragança sugere a saída do Brasil da Organização Mundial da Saúde–OMS



   O deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança  encaminhou ao Poder Executivo a Indicação 639/2020 que sugere a retirada do Brasil da Organização Mundial da Saúde. De acordo com o documento, o desencontro de informações como em relação à necessidade ou não de lockdown para controlar a disseminação do novo coronavírus; o amplo uso ou não das máscaras de proteção; as pesquisas relacionadas ao tratamento com a cloroquina / hidroxicloroquina; e agora a disseminação por assintomáticos colocaram a instituição em descrédito.

   Além da saída da organização, Luiz Philippe sugere que o País não pague uma suposta dívida de R$ 170 milhões de reais que o Estado brasileiro possui, sem que antes sejam apurados os danos causados pelas sucessivas orientações da organização.
COMENTÁRIO DE ARMANDO LOPES RAFAEL

Estão viralizando nas redes sociais, curtas mensagens, sobre a Organização Mundial da Saúde–OMS, o que comprova a perspicácia do povo brasileiro, bem superior a outras populações de outros países.

São frases curtas tipo:
“Frase do Ano: “Mais perdido do que a OMS em meio de Pandemia”
“Só sei que nada sei”– Sócrates (Hoje repetida pela OMS).
E por aí vai...

O brasileiro raciocina rápido, o que não acontece com alguns povos, de alguns países, alguns bem mais ricos e poderosos do que o nosso Brasil, que não ousam contestar as sucessivas “derrapadas” da OMS nestes últimos 3 meses. Na verdade, dificilmente a comprometida mídia brasileira (que visivelmente torce pelo coronavírus),  conseguirá arranjar desculpas para  as, digamos, “vacilações” da OMS.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.