03 junho 2020

Crato: mesmo sem a presença do povo, Igreja Católica promoveu a Coroação de Nossa Senhora


Fotos: Site da Diocese de Crato

   A solenidade religiosa da Coroação da Virgem Maria, uma das mais belas tradições católicas de Crato – realizada todo dia 31 de maio, desde 1900, há 120 anos – não sofreu solução de continuidade em 2020, apesar da pandemia do coronavírus.

   A coroação da imagem da Santíssima Virgem ocorreu em ambiente fechado, no altar-mor da catedral de Nossa Senhora da Penha, sob a presidência do Bispo Diocesano, Dom Gilberto Pastana de Oliveira. Segundo o site da Diocese de Crato: “O altar, ornado com flores, trazia no centro a singela imagem de Maria sob o título de Nossa Senhora de Fátima, que em sua história impeliu a humanidade a busca da Oração incessante pela Paz no mundo. Excepcionalmente neste tempo de Pandemia, onde a aflição e o medo brotam nos corações dos homens, Maria reforça a súplica ao seu Filho para que não os desampare, mas livre-os do Mal”.

História da Coroação

   A tradição de coroar a imagem da Virgem Maria foi introduzida na Cidade de Frei Carlos, em 1900, pelo então Vigário Padre Quintino Rodrigues, depois primeiro bispo de Crato. Desde então, todos os anos, os párocos/curas da Catedral de Crato sempre se esmeraram em proporcionar aos fiéis um belo espetáculo de beleza e fé.

    É de Olga Gomes de Paiva, ex-Chefe da Divisão Técnica do Iphan-Ceará, esta declaração: "A Coroação de Nossa Senhora, na Catedral de Crato, é uma das mais belas celebrações católicas no Ceará! A participação das crianças, com suas famílias, é a constatação do repasse de importante tradição cultural que, sem nenhuma dúvida, representa o fortalecimento dos laços familiares, nos quais se destaca o respeito pela figura materna e o enaltecimento para nós, mães de família. O patrimônio imaterial do Cariri não poderia ser mais bem representado do que nessa solenidade de coroação da Virgem Maria na cidade de Crato!". 

A imagem coroada em 2020

   Este ano a imagem coroada foi a histórica escultura, do altar de celebração de Nossa Senhora de Fátima, venerada na capela lateral esquerda da catedral de Crato. Trata-se de uma imagem com cerca de um metro de altura, esculpida em Portugal, em 1954, por Guilherme Thedin, o mesmo escultor da imagem-peregrina de Nossa Senhora de Fátima que peregrinou pelo mundo inteiro. Para a confecção dessa imagem – ofertada à catedral pelo Sr. João Bacurau – seguiu de Crato para Portugal um toro de cedro brasileiro. A capela onde ela é exposta, construída por monsenhor Rubens Gondim Lóssio, foi inaugurada, em 8 de dezembro de 1955.

(Texto de Armando Lopes Rafael)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.