14 dezembro 2019

Pisando o solo sagrado de Genazzano –– por Armando Lopes Rafael


Pequeno quadro de Nossa Senhora do Bom Conselho de Genazzano

  Até parecia um sonho para mim!
  No dia 6 de dezembro de 2019, primeira sexta-feira deste mês, chegávamos à cidadezinha de Genazzano, situada na região do Lácio, próxima a Roma. Vínhamos em peregrinação ao Santuário-Basílica de Nossa Senhora do Bom Conselho. Na véspera da viagem, encontrei-me com Dom Fernando Panico, Bispo-emérito de Crato  – na Basílica Maior de Santa Maria Maggiore – e ele prometeu que às 9:00h do dia seguinte passaria com um táxi, a fim de levar-nos – eu e minha esposa Yêda – a Genazzano. Pontualmente, Dom Fernando chegou ao Hotel Windrose, localizado na Via Gaeta nº 39, próximo à Piazza Della Republica, em Roma.

Um resumo da história da Mãe do Bom Conselho

     Quando, em 1467 – após 23 anos de tentativas – os muçulmanos turcos conseguiram dominar a Albânia, ocorreu naquela pequena nação um fato miraculoso. Para evitar que fosse profanado, pelos infiéis islâmicos, a Divina Misericórdia interveio num afresco da Santíssima Virgem, existente numa parede de uma igreja católica, na cidade de Scútari. O pequeno reboco se desprendeu. Alçou um suave voo dentro do templo e elevou-se, ainda mais, quando chegou na parte externa da igreja. Dois soldados albaneses (chamados Georgis e De Sclavis), que se encontravam ajoelhados em oração naquele momento, levantaram-se e seguiram a imagem.

    Chegada do santo afresco a Genezzano, em 25 de abril de 1467. (Pintura existente na igreja de Genazzano)

Esta imagem, conduzida por anjos celestes, atravessou a parte mais estreita do Mar Adriático, e, sempre envolta em luminosa nuvem, chegou a Itália. Na tarde de 25 de abril o milagroso afresco pousou suavemente numa igreja inacabada, na cidadezinha medieval de Genazzano.

    
    Envolta numa névoa de mistério sobre sua origem, essa pintura, feita sobre fina camada de reboco, mede apenas 31 cm de largura por 42,5 cm de altura. Ninguém sabe quem a pintou. E a notícia desse extraordinário fato, ocorrido em Genazzano, logo se espalhou por toda a Itália.

     Desde então, há mais de sete séculos, o afresco de Nossa Senhora do Bom Conselho de Genazzano se encontra numa capela da igreja-matriz daquela cidade, espargindo bênçãos e realizando milagres incontáveis. Comprovamos o que sempre nos diziam: a pintura parece ter sido feita há poucos dias. E, no entanto, há 552 anos ela se encontra na igreja de Genazzano. Sem falar no tempo que esteve na cidade de Scútari, na Albânia. Hoje, são incontáveis os devotos da Mãe do Bom Conselho de Genazzano em todos os países do mundo.

      Para aumentar as bênçãos advindas dessa nossa peregrinação, Dom Fernando Panico celebrou uma Santa Missa, no altar da capela da Mãe do Bom Conselho. Celebrando em italiano, ele fez um pequeno sermão – em português – para nós. Na sua fala, Dom Fernando ressaltou que diante do santo afresco, os pedidos feitos a Mater Boni Consilii nunca deixam de ser atendidos. Ou seja, nas nossas dúvidas, provações, sofrimentos e perplexidades, Maria Santíssima nos traz ao fundo da nossa alma, de alguma forma, os bons conselhos e as misericordiosas consolações que necessitamos. Eu sou testemunha de que isso é verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.