10 novembro 2019

O STF contra o povo e a favor do crime



    Os brasileiros de bem estão mais uma vez indignados com o Supremo Tribunal Federal, que por 6 votos a 5 pôs fim à prisão após condenação em segunda instância, com o objetivo de tirar da cadeia o ex-Presidente Lula, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. Mas, junto com Lula, voltarão às ruas 85 mil criminosos da pior espécie, pondo a população em risco.

    Votaram para salvar Lula, a favor do crime e contra o povo os Ministros Marco Aurélio de Mello, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e o próprio Presidente da Corte, Dias Toffoli, (ex-)advogado do PT. O que esses Ministros devem ao ex-Presidente? Não sabemos. O que é certo é que eles jantaram lagostas e brindaram com champanhe após a votação, tudo pago com o nosso dinheiro.

     A Constituição Imperial de 1824, em seus Artigos 101 e 154, dava ao Imperador, através do uso do Poder Moderador, a prerrogativa de suspender os Magistrados por queixas contra eles feitas, após ouvir os acusados, reunir as informações necessárias e se consultar com o Conselho de Estado. Não há dúvida alguma de que, restaurada a Monarquia no Brasil – e esperamos que isso ocorra em breve –, a execução desses Artigos estará entre os primeiros itens da ordem do dia.

Fonte: Facebook Pró Monarquia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.