08 março 2019

O que foi o Brasil sob a Monarquia, e o que tem sido sob a República -- Armando Lopes Rafael (*) -- 1ª Parte



“O país cujo povo é o mais feliz no mundo é o da Dinamarca; a Nova Zelândia é o país do mundo que mais investe em tecnologias limpas; o Parlamento onde o número de homens e mulheres é mais igual é o da Suécia. Todos estes países possuem regimes monárquico-parlamentaristas. Mas, de acordo com a desinformação da mídia brasileira, dos livros de história e de “republicanos desinteressados” no bem comum do Brasil, “a monarquia é coisa do passado”...  ( Agência de Notícias “Press Periódico” em 29-08-2016)

      Preâmbulo

   A imensa maioria dos brasileiros não sabe a diferença entre “forma” e “sistema” de governo. Isso, não obstante, um plebiscito, aqui realizado em 1993, quando a população brasileira deveria optar por uma nova forma e novo sistema de governo para o Brasil. Prevalece, após o plebiscito,  a ignorância – do nosso povo – sobre tão relevante matéria.

    As formas de governo são duas: República e Monarquia.  Essas formas abrigam os   sistemas, que são dois: Presidencialismo e Parlamentarismo. Ao longo da sua existência, o Brasil já foi governado sob as duas formas e os dois sistemas acima citados. Nossa Pátria viveu sob a forma monárquica de governo, desde o seu descobrimento, ou seja, de 1500 até 1889.  O Brasil foi monarquia, durante 389 anos, os quais – na feliz expressão do Prof. Denizard Macedo – vivenciaram “... todo o seu cortejo de princípios, hábitos, usos e costumes, não sendo fácil remover das populações esta herança cultural, tão profundamente enraizada no tempo”.

             Após nossa independência de Portugal, o Brasil continuou sob a forma de governo   monárquico-parlamentarista. E sob ela funcionou (e funcionou muito bem) durante 67 anos, de 1822 a 1889. Somente em 15 de novembro de 1889, foi implantada – por meio de um golpe militar, sem consulta ao povo e sem apoio popular – a república presidencialista ora vigente. Deu no que deu.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.