26 março 2018

3 MESES PARA UMA CONSULTA COM UM ESPECIALISTA ! - Por: Dihelson Mendonça


A profissão mais lucrativa que existe hoje no Brasil deve ser a do médico especialista. Aqui na minha região, por exemplo, se você precisar de um médico, pode até MORRER antes de ser atendido. As consultas precisam ser marcadas na maioria das vezes com 3 ou 4 meses de antecedência, tal é a procura. Você não consegue uma consulta com um especialista, com um dermatologista, com um oftalmologista, um endocrinologista, ou qualquer "logista". Até para clínicos gerais, aqueles que mexem com tudo, mas apenas alguns poucos resolvem, a coisa está complicada. Não entendo porquê tanta gente reclama de falta de oportunidades, quando faltam tantos médicos no Brasil. É preciso que se formam mais especialistas em todas as áreas da medicina. O nosso povo não pode padecer por falta de médicos. Agora, pior que a falta de médicos é a falta de hospitais bons, o segundo maior fator de risco. No Cariri, se nesse momento, um parente seu ou você tiver um ataque cardíaco, um infarto, você tem a mínima idéia de para onde o levaria às pressas ? Para o Hospital São Francisco em Crato ? Para o São Miguel ? Para o Regional ? É bom você pensar bem e ter já o seu esquema de segurança todo preparado, pois nunca se sabe quando poderemos precisar desses valiosos serviços. Um bom médico e um bom hospital fazem a diferença entre a vida e a morte. 

( Ah, e antes que eu me esqueça, é bom você ter dinheiro de sobra. Muitos médicos não atendem por planos de saúde, e as consultas variam entre 300 e 500 reais. Imagina se um médico atende 10 ou 20 pacientes por dia na base de R$ 300 por consulta, resulta em ganhos de 3.000 a 6.000 reais POR DIA...deve ter gente milionária aí com a profissão; Como é que se pode reclamar de crise ? Torne-se um médico especialista e faça consultas particulares, e não haverá crise ).

Por: Dihelson Mendonça
Blog do Crato



Boa notícia: Soldadinho-do-Araripe terá área de Refúgio da Vida Silvestre no Crato

Fonte: jornal O POVO|

A ave, criticamente em perigo de extinção, terá 5.103 hectares de área totalmente preservada. Em Barbalha, a ave é protegida no Parque Riacho do Meio, uma área do Geopark Araripe
   O raro Soldadinho-do-Araripe (Antilophia bokermanni) será mais protegido nas poucas áreas onde a espécie faz o favor de resistir. No Crato, município do Cariri cearense, acaba de ser criado um território para o Refúgio da Vida Silvestre (Revis). Uma Unidade de Conservação Integral e Municipal, prevista pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (Snuc).
     Na prática, a prefeitura do Crato demarcou 5.103,38 hectares de mata, nascentes e outros recursos naturais que não poderão ter a interferência humana para destruição ou avenço da urbanização insustentável das cidades.  
    De acordo com Fábio Nunes, biólogo da Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis), a delimitação do Revis proíbe a supressão de árvores, caçadas, desvio do curso de rios e riachos ou qualquer investimento que cause o desequilíbrio da floresta esquadrinhada por lei.  
     E não é para menos. A existência do Soldadinho-do-Araripe depende, principalmente, da floresta e fontes d´água preservadas. A espécie, endêmica do Ceará e restrita aos municípios de Barbalha, Crato e Missão Velha, foi descoberta em 1996 pelo zoólogo brasileiro Werner Bokermann.  
     De lá para cá, com a destruição de habitats, quase desapareceu e é considerado uma das cinco espécies da fauna cearense mais ameaçadas de extinção global na lista oficial brasileira de 2003 (MMA/Ibama). Também está classificada como “criticamente em perigo” pela União Internacional para a Conservação da Natureza (BirdLife International 2004) 
     O Revis tende a garantir a vida do Soldadinho-do-Araripe na natureza e, por tabela, beneficiar outras espécies da fauna e da flora, que passam a ser protegidas integralmente nas encostas do Crato, do distrito de Campo Alegre até Romualdo.  
     Segundo dados da Aquasis, em 2000, a população de soldadinhos era estimada em menos de 50 indivíduos. Sendo que apenas três machos e uma fêmea foram catalogados. Em 2003, em novo levantamento, a estimativa subiu para 250 indivíduos e, hoje, estão sendo feitos novas pesquisas. Além dos recursos da prefeitura cratense, os estudos técnicos para a criação da Revis custaram R$ 176 mil para o Governo do Ceará.   

A passagem da caravana de Lula pelo sul do Brasil

Está no "Painel dos Leitores", da "Folha de S.Paulo", desta 2ª feira, dia 26, uma carta da leitora Vera Magalhães:
 "É pau, é pedra, é o fim do caminho"...
Ninguém aguenta mais mentiras, hipocrisia, corrupção e impunidade neste país ... achando que vai ter que ser resolvido assim ...
Dizem que quem planta vento colhe tempestade. Lula deu o golpe no povo brasileiro, enganou, corrompeu e foi corrompido. Enfim, pintou o diabo. Agora, ele colhe o resultado de sua semeadura: pau, pedradas, ovadas e cadeia.
A caravana de Lula pelo Sul, que começou com protestos de produtores rurais em Bagé, foi esquentando até chegar a Santa Catarina onde, cada vez mais acuado, o petista despiu o figurino da vítima de perseguição política para convocar seus militantes a partirem para a porrada.
O resultado foi que grupos rivais chegaram a trocar pedradas em Chapecó. Para quem vê os caminhos políticos e jurídicos se estreitarem, o contato com a realidade hostil deve mostrar a Lula que ele não tem mais o condão de inflamar o país apenas a seu favor".

Apenas seis pessoas são presas após "noite de caos" no Ceará

Poder público trabalha com a hipótese de que criminosos queiram enfrentar autoridades e impedir instalação de bloqueadores de celular nos presídios
 Ônibus é incendiado na Praça Coração de Jesus, em Fortaleza (CE) - 25/03/2018 (TV Globo/Reprodução)

    Seis homens foram presos como suspeitos de participar da série de ataques a ônibus, carros, motos, torres de telefonia e prédios públicos de Fortaleza e do interior do Ceará. Os crimes ocorreram entre a noite de sábado, 24, e a madrugada deste domingo, 25, e deixaram ao menos três pessoas mortas – que estariam envolvidas nos ataques, de acordo com a polícia.
     Uma das principais hipóteses para a onda de violência é que facções criminosas querem intimidar o governo cearense para impedir a instalação de bloqueadores de celular em presídios do Estado.
Em Fortaleza, cinco ônibus foram incendiados. A frota foi recolhida no início da noite de sábado e só voltou a circular em comboio e com escolta policial. O prefeito Roberto Cláudio (PDT) condenou o que chamou de “atos de vandalismo”. Ele disse ainda que está somando “todos os esforços entre os órgãos da Prefeitura, Governo do Estado e organismos do Poder Judiciário”.
    Os bandidos também atearam fogo em prédios públicos. As sedes das secretarias executivas regionais 3 e 4 foram atingidas por bombas caseiras (de coquetel molotov). O prédio do Juizado Especial Cível e Criminal, no bairro Itaperi, foi atacado a tiros de madrugada. Duas antenas de telefonia foram danificadas no bairro Jardim Iracema e na Avenida Maestro Lisboa, no bairro José de Alencar.
    No interior, aconteceram ataques em Cascavel, Caucaia e Sobral. Em Cascavel, bandidos tocaram fogo em um depósito de veículos apreendidos, atingindo cerca de 50 carros e motos. Em Sobral, a 240 quilômetros de Fortaleza, o prédio da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) também foi atacado. Em Caucaia, um ônibus foi incendiado.