22 março 2018

Domínio do pensamento - Por: Emerson Monteiro

Ele exerce função primordial, tanto quanto essencial, no entanto somos nós mais do que ele, vez que se não o dominarmos, ele nos dominará. Alguns comparam o pensamento a um macaco solto na selva das existências. Vaga impaciente à procura de tudo, contudo sem objetivo certo, pois somos a sua guia. Qual instrumento de busca, nos oferece oportunidades mil, apelos infinitos que, transformados em desejos, amores e prazeres, sujeitam os humanos ao estresse das contradições em delírio.

O pensamento, quando acelerado aos extremos, significa uma pedra de tropeço nos quadrantes dos dias. Lente de aumento das atribuições individuais, ele arrasta o dono em todos os sentidos e pede comando tal as pipas nos céus a pedir linha.


A necessidade do domínio sobre o pensamento, portanto, eis o portal das maravilhas deste mundo, abertura principal do território do Inconsciente. Joia rara por demais, requer conhecimento, devoção, atitude a qualquer ocasião, agente transformador dos destinos. Não raro confundimos pensamento com personalidade, quando, na verdade, representa o caçador dos elementos que a compõem, seja através da observação ou da determinação de nossas ações.

Por isso, na meditação das escolas místicas o segredo vital do crescimento rumo à perfeição requer o refinamento dos instintos do pensamento. Nas palavras do budismo, por exemplo: Difícil de conter, arisco, vagando por onde lhe apraz, tal é o pensamento. Domá-lo é coisa salutar; domado ele granjeia felicidade.



E quando esgotadas as funções do pensamento, no limbo das existências, isto em planos elevados da consciência, ver-nos-emos face a face com o que determinamos nos idos deste chão. Ali, segundo as possibilidades da imortalidade, aquela máquina intensa de luzes e impaciência dormirá à sombra da árvore que plantou, sejamos quem sejamos, frutos dela, dele, do pensamento. Então, qual criança travessa, passadas as peripécias aonde nos levou, rirá de nós ou viverá as eternidades do que fizemos juntos, eu e meus pensamentos, nas oficinas da Salvação.