02 março 2018

1º de março de 1870:Como morreu o ditador paraguaio Solano Lopez

Solano Lopez foi ferido pelo cabo do Exército Imperial Brasileiro, conhecido por  "Chico Diabo". Com sua morte acabou-se a Guerra do Paraguai com a vitória do Império do Brasil
   Solano López (foto à direita)  é um personagem extremamente controvertido, sendo considerado herói nacional do Paraguai, enquanto no Brasil é considerado um ditador sanguinário que levou seu país à ruína. Deve-se a ele o início da Guerra do Paraguai, após a invasão do território brasileiro ordenado por Solano.
     Mas como foi a morte do ditador paraguaio?
     O final da perseguição a Solano López, ditador paraguaio e culpado pela Guerra do Paraguai, se deu no seu último acampamento, em Cerro Corá.  Na região, foi cercado pelas tropas imperiais comandadas pelo General Câmara, e mesmo cercado, López ainda, e contra todo o bom senso, não se rendeu e esboçou uma reação contra a numerosa tropa que o cercava, na esperança de fugir mais uma vez (coisa que já vinha fazendo há tempos, onde usava crianças, mulheres e idosos como escudo para escapar).
      Mas não houve espaço para isso.
     Registra a História que a tarefa de identificar Solano pelos seus perseguidores foi facilitada em razão dele ser o único indivíduo robusto, notadamente gordo entre os seus, estes raquíticos, devido à falta de alimento e padecendo as maiores misérias devido a guerra, já perdida.
      Não conseguindo fugir, o ditador foi intimado a se render, mas não aceitou a rendição, apostando na resistência e, ficando separado dos que lhe defendiam, foi ferido pelo cabo "Chico Diabo" e intimado a render-se novamente.
       Neste momento já estava caído dentro do riacho Aquidaban-nigui (um afluente do rio Aquidabã), momento em que foi intimado a render-se novamente; como não aceitou a rendição, o General Câmara mandou desarmá-lo, ao que ele impôs fraca resistência, acabando por levar um tiro do soldado gaúcho João Soares, morrendo em razão dos ferimentos sofridos.
Fontes:Wikipédia/ Face book “Movimento de Restauração da Monarquia no Brasil”