25 janeiro 2018

ARAJARA JAZZ E BLUES FESTIVAL - Um Festival de nível internacional, no cariri




É com imensa satisfação que anuncio a realização de um grande evento musical, que certamente irá passar a fazer parte da história do Cariri, e do calendário artístico/cultural do Ceará. Trata-se do ARAJARA JAZZ E BLUES FESTIVAL, evento que terá sua primeira edição em julho deste ano ( 2018 ) no distrito de Arajara, no sul do Estado, na região do cariri, ao sopé da Chapada do Araripe, na confluência das cidades de Crato, Juazeiro e Barbalha. O evento, que acontecerá durante em 3 dias consecutivos, trará cerca de 18 atrações entre grupos da moderna Música Brasileira de Qualidade ( MBQ ), tais como artistas da MPB, bem como artistas e grupos alinhados à música instrumental, ao Jazz e ao Blues.

Das 18 atrações, abriu-se espaço para, através de um edital, serem escolhidos mais 3 grupos/artistas a fazerem parte do "line up" do evento, independentes das contratações da produção. ( As inscrições para a participação nestas 3 vagas, acontecem de 20 de janeiro a 30 de março do corrente. Maiores informações na página do Festival, ao final deste artigo ).

POR QUÊ ARAJARA ?

Arajara é um dos mais belos locais do Estado do Ceará, próximo à Chapada do Araripe, onde em julho, obtemos temperaturas da órdem de 15 a 20 graus, além de uma paisagem exuberante, onde a natureza transborda em sua beleza. Por ser de fácil acesso a todas as cidades do cariri e na confluência destas, nada mais natural do que a escolha de Arajara para o festival. A palavra "arajara" na língua dos índios Kariris, os primeiros habitantes da região, significa: "lugar de fontes de águas cristalinas". E Arajara é exatamente isso.


A HISTÓRIA

Para os que me conhecem há mais tempo, talvez alguns saibam da minha carreira de músico instrumentista, ligado ao Jazz, ao Blues e à MPB por quase 40 anos viajando pelo Brasil. Participei de inúmeros festivais, às vezes como músico ou jurado, bem como fui diretor musical e maestro de todas as edições do festival CHAMA ( Chapada Musical do Araripe de MPB ), que aconteceram na década de 90 na cidade de Crato, e que até hoje são uma referência histórico/cultural na região.

Sempre foi meu desejo a continuação daquele evento, ou criação de um novo, mas como tudo tem seu tempo, finalmente surgiram nos últimos anos pessoas que pensam no mesmo sentido, que possuem uma larga experiência na produção de eventos, captação de recursos e marketing. Refiro-me à excelente empresa MB PRODUÇÕES, do amigo Milton Bezerra, que atua no cariri há muitos anos. Da grande amizade e firmeza de propósitos, surgiu a idéia de realizarmos um Festival de Jazz e Blues no cariri há cerca de 7 anos. E com isso, a idéia foi sendo amadurecida de lá para cá, pensando-se em todos os detalhes, que variam desde a quantidade de atrações, à seleção de pessoas trabalhando, bem como palco, som, luz, banheiros químicos, etc. Um festival ao mesmo tempo, de altíssimo nível musical, democrático, para o povo, ao ar livre, com entrada franca, ao modelo dos festivais de Jazz que acontecem nos Estados Unidos e Europa, exigiu a construção antes de tudo, de um grupo sólido de pessoas e empresas, todos engajados, firmes e direcionados à mesma idéia, sendo cada um, especialista em sua área, para a produção e realização do ARAJARA JAZZ E BLUES FESTIVAL.

DO OBJETIVO


Vale salientar que o Arajara Jazz e Blues Festival, além do aspecto artístico/cultural presente em suas atrações, também contará com oficinas musicais e ambientais, e um evento dessa magnitude obviamente, fomenta o desenvolvimento turístico, econômico e cultural para a comunidade, além da geração de emprego e renda, dentro dos padrões de desenvolvimento sustentável.

Assim é que lançamos desde o dia 20 de Janeiro, o edital para a composição de 3 das 18 atrações que constarão no Festival, e queremos contar com o apoio da comunidade, das pessoas que têm bom gosto musical para participarem e prestigiarem o evento. Queremos contar com a simpatia de todos os músicos instrumentistas deste país, aqueles que nunca arredaram pé em acreditar que ainda é possível salvar o que ainda temos de música de qualidade no Brasil, resgatando grupos, pessoas, artistas que batalham por um lugar ao sol, a fim de mostrar o seu trabalho. Evidentemente, para contemplarmos essa visão de forma total, que é em si, extraordinária, precisaríamos não apenas de 3 dias e 18 atrações, mas certamente de um festival acontecendo o ano inteiro, tal é a quantidade de artistas de qualidade que temos no nosso país. Mas esta é a primeira edição do ARAJARA JAZZ FESTIVAL. Outras seguirão, cada vez com mais atrações, e ainda mais possibilidades.


Estão à nossa disposição toda uma gama de mídias e parceiros que dentro de poucos dias se fará notar a sua atuação.
O ARAJARA JAZZ E BLUES FESTIVAL veio para ficar, e de nível nacional ( E até com atração internacional ), foi carinhosamente planejado ponto a ponto, vírgula por vírgula, para estar logo logo entre os melhores do Brasil. E para isso, nós queremos contar apenas com uma coisa: O seu apoio, a sua participação e o seu entusiasmo neste projeto.

Viva a Música de Qualidade !

Dihelson Mendonça
Diretor Musical e Coordenador de Mídia do ARAJARA JAZZ E BLUES FESTIVAL

Milton Bezerra
Produtor e Diretor Geral do ARAJARA JAZZ E BLUES FESTIVAL

-----------------------------------------------------------------

Outras informações podem ser obtidas nos seguintes endereços:

Página oficial do Festival no Facebook:
https://www.facebook.com/arajarajazzeblues/

Site: BLOG DO CRATO - www.blogdocrato.com

Rádio Chapada do Araripe Internet - 24h Música de Qualidade
www.radiochapadadoararipe.com

TV CHAPADA DO ARARIPE:

www.tvchapadadoararipe.com

-----------------------------------------------------------------

PÁGINAS ADICIONAIS NO FACEBOOK:

Blog do Crato no Facebook - www.facebook.com/blogcrato
Com 26 mil seguidores

Página Dihelson Mendonça: https://www.facebook.com/dihelsonmendonca/

-------------------------------------------------------------------
Grupos no Facebook:

Música Instrumental Brasileira - 2300 artistas
Filhos e Amigos do Crato
Crato Total
Crato - Problemas e Soluções
Crato, como te Amo

Dúvidas e Contato:
E-mails:

CONTATO OFICIAL - arajarajazz@gmail.com
Contato para informações gerais: blogdocrato@hotmail.com

Contato no whatsapp sobre dúvidas e informações:
Dihelson Mendonça - Diretor Musical - 088-9-9434-8634

Fotos usadas neste artigo:
Milton Bezerra
Site: mochileiros.com







www.blogdocrato.com

Medida elogiável:Brasil vai doar R$ 792 mil para obras na Basílica da Natividade, na Palestina

Fonte: Agência Brasil
    O governo brasileiro vai doar R$ 792 mil para as reformas de restauração da Basílica da Natividade, na cidade de Belém, no Estado da Palestina.
     A medida provisória autorizando a doação foi assinada hoje (25) pelo presidente da República em Exercício, Rodrigo Maia. O Ministério das Relações Exteriores vai intermediar a doação, que será feita com o orçamento da pasta.
     A Basílica da Natividade foi erguida no local onde se acredita ter nascido Jesus Cristo. Sua construção teve início no ano de 339 e desde 2013 passa por uma grande reforma.
      O local recebe milhões de turistas por ano e não passava por reformas há 300 anos. A Autoridade Palestina doou parte dos recursos para a obra. Países europeus também têm doado dinheiro para custear a ação.

Memórias do sentimento - Por: Emerson Monteiro


Nas horas das despedidas de que lembrar? Momentos extremos de vidas que esvaem no infinito, as pessoas seguem o curso natural das existências... Somem pelas encruzilhadas do nunca mais e um dia retornam em outros corpos, em outra geração, noutras idades, qual dizem os reencarnacionistas... De que lembrar quando virão, se nunca antes isto acontecera? Isso vale também aos amigos que tocaram em frente suas histórias imortais diante dos vendavais do destino e desapareceram nas curvas do tempo.

Nesses dias, revemos quais caminhos alumiaram através do exemplo que viveram com alegria e coragem. Semearam a boa semente no coração de nós todos, sempre disponíveis à causa que abraçaram, na força da simplicidade, do talento.

Há, sim, o dia quando os dois planos encontram na razão de ser e destinam as criaturas aos braços do Eterno, na busca incessante das novas oportunidades e do crescimento espiritual. Cruzaram longos percursos de dores físicas, tratamentos, expectativas. Depois, no entanto, deixam este pedaço de mundo e uma ausência que rasga o seio das comunidades, tocadas nos sentimentos, em face da saudade. Agora resta exercitar o que ensinaram nas atitudes e nos praticados, motivo de responsabilidade aos que testemunharam as histórias ricas de transformação e coerência.

Bem isto de falar nos sentimentos que ganham espaço da memória e esvaziam o leito das ausências, nas várzeas dos lugares em que passaram. A situação atual dos humanos limita arranjos de compreensão aos objetos, aos túmulos daqui do chão. Quando alguns aceitam melhor o desaparecimento dos entes queridos, estes são raros, por vezes estudiosos e vinculados a denominações religiosas. A conformação diante das perdas é, pois, fruta rara nos dias de agora.

Porém desde longe que todos querem, incessantemente, as provas do despertar no mundo invisível dos que existiram na matéria. A Natureza possui virtudes inimagináveis, ainda desconhecidas, contudo de sabedoria extrema. Viver significa, antes de qualquer coisa, vinculação com a imortalidade, segundo tantos e em toda civilização.

(Ilustração: Maurice de Vlaminck).