09 setembro 2018

Praça Padre Cícero foi entregue aos juazeirenses na noite de ontem

Postagem original: Blog  Portal de Juazeiro

Logradouro passou por reformas voltando à paisagem que tinha na década 1960



    A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), liberou, neste sábado, 08,  a partir das 18h, a primeira etapa da reforma da praça Padre Cícero. O equipamento teve os serviços iniciados em janeiro deste ano e buscou resgatar o seu traçado original.

    No local foi realizado um projeto de paisagismo com gramado, plantas como palmeiras, ipês e outras espécies que fazem do ambiente um lugar mais harmônico. Um sistema de irrigação foi implantado, bem como novas luminárias estão dando um charme a mais ao ambiente. 18 novas lixeiras foram espalhadas pelo interior da praça.

     Novos bancos foram acomodados e passagens abertas para que os transeuntes possam caminhar com mais comodidade. Houve a substituição do piso e, durante esses oito meses de obra, foi detectada a necessidade de drenagens nas ruas em volta da praça. A Coluna da Hora passou por uma pintura superficial com colocação de mármore branco em sua escadaria, enquanto que a estátua do Padre Cícero passou por um processo e recuperação.

     Na próxima etapa da reforma, esses dois equipamentos, tanto a Coluna quanto a estátua, passarão por uma reforma mais ampla, como restauração completa da máquina mecânica do relógio, incluindo confecção de novas peças do mostruário, limpeza, adaptação e restauração dos sistemas,  revitalização dos cabos de aço, restauração do indicador das fases da lua, além de outras peças como satélite, gabinete, etc.

Um comentário:

  1. Tempos atrás li o comentário abaixo, publicado no jornal “O Debate”. Vale a pena compartilhar com os leitores deste Blog.

    “As praças estão entre os mais importantes espaços públicos, desde os tempos em que as urbes começaram a ser construídas. Desde as bem ajardinadas e até sofisticadas, até aquelas menores, nas comunidades mais simples, as praças são pontos de convergência para a população, local de lazer, encontros, comércio, eventos culturais, entre muitas outras atividades.
    A existência de praças públicas caracteriza o conceito de priorização da qualidade de vida da população. São espaços que, além de embelezarem a cidade, propiciam a melhoria da qualidade de vida dos moradores e visitantes, constituindo-se, sempre, em uma boa opção de lazer. É nas praças que é possível ver desde crianças correndo e brincando ao ar livre, aposentados batendo papo e relembrando velhas histórias, pessoas simplesmente passeando, até casais de namorados.

    Quem se der ao trabalho de fazer uma revisão na história da humanidade, constatará que havia uma relação íntima entre homem e natureza e que o avanço tecnológico modificou essa relação, fazendo com que muito se perdesse do ponto de vista da qualidade ambiental. É nesse contexto que se resgata a importância das praças, no cotidiano das pessoas que vivem nas cidades.

    Praças públicas interconectam padrões de ruas e cortes pequenos na malha urbana. Elas também têm um atributo de espaço cívico. Quando prósperas, elas agem como um espelho da cidade, contribuindo para a representação da verdadeira identidade do espaço urbano. O espaço representado pelas praças é livre para todas as pessoas.

    O potencial de lazer das praças abrange as atividades de caráter coletivo ou individual. Estas atividades podem ocorrer simultaneamente, ou sobreporem-se aos diversos tempos do mesmo espaço. Já dissemos, mas não custa repetir, que na escala do individual e do cotidiano, pode-se observar a utilização das praças como lugar de descanso, de fruição da natureza, de caminhadas, de corridas, jogos, simples conversas e tantas outras atividades.
    Como se pode observar, ao contrário do que possam pensar os críticos gratuitos à construção de praças públicas, elas são de suma importância para a vida de uma comunidade”.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.