12 junho 2018

Centenário de Dom Vicente Matos: mensagem enviada por Dom Fernando Panico


O Bispo-emérito de Crato, Dom Fernando Panico, hoje residente em João Pessoa(PB), enviou a mensagem  abaixo, que foi lida na missa celebrada na Sé Catedral de Crato, no dia 11 de junho de 20128, data do aniversário de 100 anos de nascimento de Dom Vicente de Paulo Araújo Matos.


"Estimado Dom Gilberto Pastana,
Caríssimos irmãos e irmãs da Diocese de Crato:

    Fisicamente ausente, meu espírito compartilha – à distância – das alegrias pelas festividades do centenário de nascimento de Dom Vicente Matos. Alegro-me, sobretudo, pelo reconhecimento feito pela atual geração a todo o bem que Dom Vicente proporcionou à população do Sul do Ceará, durante 37 anos -- ou seja, de 1955 a 1992--, quando ele foi pastor diocesano desta vasta porção territorial do centro nordestino.

    Foi com júbilo que fiquei sabendo dessa reparação, com o reconhecimento, embora tardio, do valoroso trabalho desenvolvido por Dom Vicente Matos, no Cariri. Trabalho, ao seu tempo, nem sempre valorizado como devia ter sido. Conquistas conseguidas, muitas vezes, em meio às incompreensões, às maledicências e às ingratidões. No entanto, todo trabalho que é feito para a construção do Reino de Cristo, neste vale de lágrimas, não fica sem reconhecimento.

    Fui o segundo sucessor de Dom Vicente Matos, e no tempo em que estive à frente da querida Diocese de Crato pude aquilatar a grandiosidade da obra sócio-pastoral dele. Uma obra hercúlea, onde cada passo dado por ele, cada gota de suor, cada esforço, começa agora a ser reconhecido.

    Louvado seja Deus por tudo isso!

    Temos certeza de que, no Paraíso, Dom Vicente já recebeu o reconhecimento e a consolação por todo o bem e por todo o sofrimento que padeceu. Deus não ignora nossas lágrimas. As lágrimas de tristeza serão transformadas em cantos de alegria. Deus consola aqueles que choram pelas injustiças e incompreensões. Cada lágrima que derramamos é registrada por Deus, porque ele, Pai de Misericórdia, nos ama muito e é único a nos conhecer completamente, e a compreender nossas reais intenções.

    Monsenhor Montenegro, em seu livro “Os quatro luzeiros da Diocese” conseguiu sintetizar o trabalho e ação do terceiro Bispo de Crato quando escreveu: “Dom Vicente Matos: Um grande benfeitor de Crato! O Bispo da Ação Social! O Mendigo de Deus”. É este o sentimento que também tenho na alma e que é, certamente, o sentimento de todos vocês.

     Ao celebrarmos o centenário do nascimento de Dom Vicente Matos, é mais do que justo fazer memória do serviço desinteressado deste Pastor que serviu ao seu Povo, sem esperar elogios e reconhecimentos humanos. Ao contrário, hostilizado e humilhado pelos contemporâneos, como a história costuma tratar os que incomodam, sabia que somente de Deus, e não dos homens, vem o premio da vitória, que é para sempre, como rezava o seu lema episcopal: “Ao vencedor darei o maná” (Ap 2,17). 

     Que as comemorações alusivas ao centenário de nascimento do terceiro Bispo de Crato, incentivem a fidelidade da nossa Diocese, também centenária, para buscar a vitória que Deus tem preparado aos seus servos bons, humildes e de reta intenção.

Dom Fernando Panico
Bispo Emérito de Crato"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.