27 novembro 2017

Neoescravatura - Por: Emerson Monteiro

Há dias imaginei tratar esse tema, outrossim contive a vontade, visto figurar constatação grave na relação dos humanos com eles mesmos, isso num tempo de sérias contradições. Falar de assuntos que remexam as feridas nem sempre seria por demais conveniente, porém necessário. Bom, em sendo assim, vamos lá, pois as drogas escravizam.

Olhar em volta e chegar a determinadas conclusões claro que magoa o conforto, sobretudo quando nos vemos nisso envolvidos. Olhar e ver, invés de passar por cima. Ver o quanto os instrumentos se voltaram contra os artesões das novas modas. As peças com que contávamos de modificar o sistema, oferecer meios de viver melhor, deram na senzala que ora toma conta desse mundo. Quiseram investir na tecnologia, e a tecnologia parece haver dominando seus investidores. Trabalharam teoremas e fórmulas, e a física moderna rendeu o que agora invade o território das liberdades e fez do homem boneco de papel nas ilhas do faz de conta.

Aceitassem ver, saber-se-ia a que distância andávamos da sonhada felicidade. O carro, por exemplo, comedor das dimensões, controla as ruas e praças, sequenciado das motos, síndromes de estatísticas e sustos que avassalam. Prisões, currais, viraram o Planeta de cabeça no chão, afã de manter em funcionamento as máquinas rebeladas. A extensão dos lares, o ventre das baleias das cidades, gerou fome de lugares, parques de estacionamento, campos de concentração contemporâneos, sujeitos ao domínio dos ditadores anônimos, ativos em algum ponto da propaganda; um Estado fora de qualquer controle. Aquele cidadão médio dos humanismos não mais existe. Nuvens isoladas de poder apenas agitam membros isolados, na ilusão de conduzir processos abstratos e sórdidos de administração pública. Ainda inexistem rotas de fuga. Dependência extrema impõe tais condições inevitáveis, pois as drogas escravizam.

Tudo representa a apreensão dos profetas dos livros antigos; Moloc habita lá no alto da pirâmide, entretanto invisível, talvez inexistente; números, ondas elétricas, fábricas, resultados matemáticos de instituições arcaicas e frágeis. As ficções do século XX bem que descreviam o que hoje acontece, sob o olhar flamejante dos visionários. No presente, os quadros aí demonstram, sem precedentes, os escravos da própria criação, criadores das ferramentas que viraram enigma, neocativos de outras revelações em vias de acontecer.

Vem aí "Chumbo Grosso": Simpatia de jovens por Bolsonaro preocupa PT; sem Lula, eleitores migram para o deputado

Fonte: "Folha de S.Paulo", 27-11-2017.

Retrato da quimera A simpatia dos jovens por Jair Bolsonaro tornou-se motivo de preocupação para o PT, que agora traça estratégias para minar o potencial do rival nessa fatia do eleitorado. A sigla identificou que, sem Lula na disputa pelo Planalto, parte dos jovens que o apoia migra para o deputado. Embora não faça sentido para os que ainda se aventuram na análise partidária/ideológica tradicional, o movimento, para o partido do ex-presidente, é prova do descolamento entre a sociedade e a política.
Falo por mim Em análises internas, petistas avaliam que entidades como a UNE, que antes faziam a ponte da legenda com os estudantes, perderam representatividade em parcela expressiva da juventude. Para tentar reverter esse fenômeno, o partido tenta se reconectar a diretórios estudantis —onde o PSOL passou a ter forte presença.
Aos números Segundo a última pesquisa Datafolha, publicada em outubro, Bolsonaro alcança sua melhor marca entre os eleitores de 16 a 24 anos: 24%. Lula também. Ele chega a 38%. Sem o nome do petista na urna, o deputado oscila para 27%.

Como surgiu o Colégio Santa Teresa de Jesus – por Armando Lopes Rafael


   A criação do Colégio Santa Teresa de Jesus resultou de um sonho, dos vários sonhos alentados e concretizados por Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, primeiro Bispo de Crato. Tinha razão Marden quando dizia: “Todos os homens que realizaram grandes coisas eram grandes sonhadores”. Também Dom Quintino foi um sonhador! Não é nossa intenção falar aqui, no curto espaço de um artigo, sobre o vasto patrimônio das obras – materiais e espirituais – deixadas pelo primeiro Bispo de Crato. Nosso objetivo é abordar unicamente uma dessas obras: o Colégio Santa Teresa de Jesus. Bem escreveu o Pe. Azarias Sobreira: “(Dom Quintino) Não contente de prover, com semelhante solicitude à educação da juventude masculina, tomou a peito a criação (em Crato) de um colégio equiparado à Escola Normal do Estado, onde a mulher sertaneja recebesse a conveniente formação. Mil obstáculos se antolharam a esse desiderato”. 
    Com efeito, tendo assumido suas funções episcopais em 1º de janeiro de 1916, e por ser um homem visionário, progressista e humanitário, Dom Quintino tomou a si a imensa tarefa de dotar as regiões centro e Sul do Ceará (território da diocese que lhe fora confiada) de vários benefícios. Dentre esses, o de criar uma escola de segundo grau destinada à educação de moças, uma vez que inexistia um estabelecimento com essa finalidade, na citada vasta área do interior do Estado do Ceará.
    Àquela época, as escolas secundárias funcionavam separadamente para homens e mulheres. Inexistiam as escolas mistas como é praxe, nos dias atuais. E, neste Estado, as poucas escolas de segundo grau para mulheres só funcionavam na capital cearense, distante mais de 600 km de Crato, num tempo quando não havia estradas regulares, nem facilidade de comunicação. Os contatos entre o Cariri e Fortaleza eram feitos unicamente por telegramas e cartas. Por isso, no território da nova Diocese de Crato, somente as moças pertencentes às famílias bem afortunadas financeiramente podiam se deslocar para a cidade de Fortaleza, a fim de estudar.
    Milhares foram as alunas que passaram pelos bancos escolares do Colégio Santa Teresa de Jesus. Muitas ganharam destaque. Citá-las nos levaria a incorrer em graves omissões. No entanto, vêm-me agora à lembrança algumas ex-alunas: a atual deputada federal Luiza Erundina, ex-prefeita de São Paulo– a maior cidade da América Latina e a sexta maior do mundo; Maria Alacoque Bezerra, nascida em Juazeiro do Norte, a primeira mulher cearense a ocupar uma cadeira no Senado da Republica; Maria Violeta Arraes de Alencar Gervaseau, que foi Secretária de Cultura do Ceará e Reitora da Universidade Regional do Cariri e Madre Feitosa, uma das mais respeitadas educadoras do Ceará. Esta além de aluna foi também diretora daquele colégio. 

BOM DIA, CRATO - Segunda-feira, 27 de Novembro de 2017



Nos últimos dias, tem caído uma pequena chuva quase todas as madrugadas aqui em Crato. As temperaturas neste ano, embora altas, estão um pouco menores do que em anos anteriores no mesmo período. Alguns estudos mostram que para 2018 teremos uma boa quadra invernosa. Isso é muito bem-vindo, porque o Ceará atravessa uma das piores secas de todos os tempos. Que tenhamos melhores dias em 2018.

E por falar em melhores dias, quero agradecer às dezenas de pessoas que acrescentaram suas memórias do nosso Cratinho de Açúcar num pequeno texto que publiquei no último sábado ( 25 ). Em breve estarei reunindo os textos, e publicando aqui em forma de um novo artigo, e assim, acrescentando mais memórias, às memórias da nossa querida cidade do Crato.

CURIOSIDADES: Na foto, grandes nomes representantes da música do Crato: Abidoral Jamacaru, João do Crato, e Luiz Carlos Salatiel juntos, em um show realizado no Teatro Municipal.

Dihelson Mendonça
BLOG DO CRATO - Desde 2005 registrando a história do Crato para a posteridade


Governo do Crato encerra debates de preparação para a Conferência Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável



Encerrando a fase preparatória para a Conferência Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, o Governo do Crato, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrário, promoveu na manhã do último sábado, 25 de novembro, a quarta pré-conferência territorial. O debate aconteceu na Escola Rosa Ferreira, onde reuniu a comunidade do Baixio das Palmeiras e Sítio Santa Rosa.

Na oportunidade, o Secretário Municipal de Desenvolvimento Agrário, Zilcélio Alves, enfatizou que o objetivo da pré-conferência é escutar a população e analisar as sugestões a serem colocadas no Plano Municipal de Agricultura, bem como, trabalhar para os benefícios da agricultura familiar. “Eu entendo a agricultura como sendo um conjunto de políticas públicas que podem beneficiar o segmento no município do Crato”, frisou. Durante o momento, foram organizados grupos de trabalho, onde foram tratados os seguintes temas: infraestrutura e serviços públicos; políticas sociais; gestão ambiental e recursos hídricos; economia, trabalho e renda; cultura, memória e identidade. Após as discussões nos grupos, foram apresentadas as propostas de cada um, e escolhidos os delegados que posteriormente estarão na conferência municipal. Os delegados serão do segmento do poder público municipal, estadual e federal; instituições de apoio ao setor rural e Organizações Não Governamentais (ONG’s).

Emanuel Leandro, representante da comunidade do Chico Gomes e Rede de Educação Cidadã, ressaltou que a realização do debate foi de grande importância para que o poder público pudesse escutar a população, acolher as propostas e, dando continuidade aos projetos, implantá-las no nosso município. “É importante pensar a produção de conhecimento, de saberes, a educação na zona rural”. Participaram do encontro, lideranças comunitárias; a Assessora Especial dos Direitos das Mulheres no município, Mara Guedes; representantes do Legislativo Municipal; do Instituto Agropolos e da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A Conferência Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Crato acontecerá no dia 20 de dezembro, no Instituto Federal de Ceará (IFCE), campus Crato, com o tema “Novos Olhares para uma nova Ruralidade: O Rural que Temos e o Rural que Queremos”.

Fonte: PMC
VIA BLOG DO CRATO


Chefe do Executivo Cratense prestigia entrega do Troféu Ernani Silva- Prêmio Lojista do Ano 2017


Na noite da última sexta-feira, 24 de novembro, no Lagarta Pintada Buffet, o prefeito do Crato, Zé Ailton Brasil, prestigiou a entrega do Troféu Ernani Silva- Prêmio Lojista do Ano 2017, ao empresário Severino Ramalho Neto, da rede de Mercadinhos São Luiz. Com o intuito em estimular empreendedores do comércio varejista, o evento, de iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Crato contou com a presença dos associados e convidados especiais. Na ocasião, o atual presidente da entidade, José Alves Lobo, agradeceu a todos e destacou a importância da premiação para o comércio cratense. O prefeito Zé Ailton Brasil parabenizou o homenageado pela empresa constituída, pela unidade no município e enfatizou a parceria firmada entre as associações de classe e a atual gestão no que diz respeito ao crescimento do Crato. “Buscamos constantes parcerias com o comércio, para assim poder colocar a nossa cidade em destaque novamente. Precisamos dessa união com todos os segmentos”.

Presentes no evento, o Secretário Adjunto do Gabinete do Governador do Estado, Fernando Santana; o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL/CE), Francisco Freitas Cordeiro; o Secretário Adjunto do Gabinete cratense, Felipe Correia; o Secretário municipal de Infraestrutura, Luiz Wellington; e a Secretária Adjunta da Secult Crato, Cleia Feitosa.

Fonte: PMC
Via BLOG DO CRATO



Com CPF de terceiros, suspeitos aplicam o 'Golpe da Conta Fácil'


A virtualização de transações bancárias criada para o acompanhamento online de movimentações financeiras, trouxe consigo problemas à segurança do cliente. Com um único documento, estelionatários conseguem aplicar o golpe da "Conta Fácil", que pode ser aberta por meio de aplicativos usando apenas os dados do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), sem burocracia. Em questão de minutos, o consumidor passa a ser vítima, acumulando em seu nome dívidas feitas por criminosos.

Conforme explica o titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), Jaime Paula Pessoa Linhares, a fraude acontece quando o suspeito obtém acesso de forma ilícita ao CPF de terceiros. Duas informações contidas no documento são o bastante para que o golpista avance na prática delituosa: o número de inscrição com onze dígitos e o nome completo do cidadão. O cadastro é finalizado após o falso cliente incluir ainda um número de telefone, que não necessariamente precise ser da vítima. Em posse de dados alheios, o estelionatário tem o auxílio de um celular para então consumar o crime. O aparelho precisa ter um sistema operacional que disponha de uma loja de aplicativos de bancos. Com o programa instalado, ele se aproveita das facilidades de se abrir uma conta nessas plataformas móveis, já que a instituição financeira exige apenas o documento e um número de telefone qualquer, sem comprovação de renda e sem análise da autenticidade das informações cadastradas.

Uso

De acordo com o Banco do Brasil (BB), a "Conta Fácil" assegura ao cliente serviços na tela do celular. "É uma conta de pagamento pré-paga para clientes pessoa física, individual, única por CPF, sem limite de crédito, sem uso de cheques e com controle de movimentação. Permite realizar saques, depósitos em dinheiro, transferências, pagamentos, recarga de celular, compras com cartão de débito, cadastro de débito automático para convênio de água, luz, telefone e gás". Contudo, no mundo do crime, a usabilidade desta ferramenta ultrapassa os reais benefícios. A Polícia acredita que os estelionatários usam a "Conta Fácil" para receber valores de fraudes já consolidadas. "Essas contas servem para os golpistas em dois momentos: para receber depósitos obtidos através de outros golpes, como a ligação premiada, o golpe do sequestro virtual, do parente que está vindo da viagem; e serve também para solicitar cartão fraudulentamente dentro dos limites que a conta permite", aponta o delegado Jaime Paula Pessoa Linhares. Com tantas possibilidades, o titular da Especializada observa que, depois de baixar o aplicativo e abrir a conta, o suspeito vai usufruir de todos os serviços que estiverem ao seu alcance. E o consumidor percebe que foi vítima de um golpe somente cerca de trinta dias depois de se tornar correntista, ou até mesmo em questão de meses, quando começam a chegar cobranças e o seu nome está negativado em cadastros de proteção ao crédito.

Vítima

Foi assim que aconteceu com a estudante Larissa de Sousa, 20 anos, que teve uma conta fraudada em janeiro último, mas tomou conhecimento do golpe apenas no mês de setembro. A mãe da vítima, Florinda, 40 anos, recebeu uma ligação do Banco do Brasil comunicando que a filha possuía um débito pendente no valor de R$ 800.

"A telefonista falou que esse valor era referente aos gastos de um cartão de crédito e de uma 'Conta Fácil' no nome da Larissa. Eu logo disse que ela nunca possuiu conta nesse banco", lembra. Mãe e filha tiveram que procurar presencialmente ajuda em uma agência bancária para obter mais detalhes sobre o golpe e esclarecer que a conta não havia sido feita por Larissa. Ao chegarem à unidade, para a surpresa delas, o cartão de crédito feito em nome da vítima foi usado para adquirir serviços de hospedagem em um hotel na Beira-Mar de Fortaleza e até recarga de celular. O montante gasto é referente ainda a compra de gasolina em posto de combustível.

"Nós fomos orientadas pelo funcionário do banco a procurar uma delegacia para fazer o registro de um Boletim de Ocorrência (B.O.). Depois disso, eles tiraram a cobrança de R$ 800, mas não sei ainda se o nome já saiu do Serasa", informou Florinda Felípio, que disse ainda não ter ideia de quem possa ter aplicado o golpe.

Abordagem

O crime também pode ser executado de forma presencial. Em um dos casos investigados pela Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), um estelionatário abordou uma vítima do sexo feminino e a questionou se ela possuía o aplicativo do Banco do Brasil no celular. Sem perceber a intenção do suspeito, ela emprestou o aparelho, abrindo margem para a consolidação do golpe. Com o aparelho em mãos, o homem abriu uma "Conta Fácil" em nome de terceiros. "Quando eu fui em cima do telefone que fez a conexão com o IP do banco, deu o aparelho da mulher. Quando eu perguntei, ela negou que tenha feito isso. Já o suspeito, no primeiro momento negou, dizendo que pediu o celular para fazer uma ligação, mas nós conseguimos chegar até ele", informou o delegado da DDF Jaime Paula Pessoa Linhares. Em tempo, quatro inquéritos foram instaurados na DDF para apurar dois suspeitos de planejarem o golpe da "Conta Fácil". A reportagem do Diário do Nordeste optou por preservar a identidade dos suspeitos envolvidos nos golpes para não prejudicar o andamentos das investigações. De acordo com a Polícia, eles deverão ser ainda indiciados com a conclusão do inquérito . (Colaborou Felipe Mesquita)

Repasse de dados facilita o golpe

"Por mais que a gente saiba, os nossos dados pessoais são muito expostos, mas não custa nada protegê-los ao máximo", alerta o pesquisador em segurança da informação Pablo Ximenes, que orienta o consumidor a não fornecer documentos de identificação para dificultar o risco de golpes.
"É preciso evitar repassar o CPF, data de nascimento e endereço, para quem quer que seja. Muitas vezes, o usuário fica tentado ganhar um desconto fazendo um cadastro, só que isso exige dados extremamente sensíveis. Se a gente não tiver uma preocupação redobrada com essas informações, nós vamos estar sempre vulneráveis", justifica o pesquisador. O delegado Jaime Paula Pessoa Linhares afirma que, com a proximidade das festas de ano, que estimulam o consumo por parte dos clientes, o cuidado com o repasse de documentos também deve ser levado em consideração, já que entre uma compra e outra, a possibilidade de obtenção de dados é uma realidade. Por outro lado, as instituições financeiras garantem a segurança do cliente, minimizando novas fraudes. Segundo informa o Banco do Brasil (BB), ações de controle de golpes já estão sendo implementadas. "O controle de abertura de contas por dispositivo, a inibição de recebimento de créditos de convênios específicos, o impedimento de abertura de conta em situações identificadas como situação de risco, e validação de dados cadastrais por bases externas fidedignas". Conforme o BB, a partir de 2018, o fluxo de abertura de "Conta Fácil" pelo aplicativo do banco passará a exigir o upload da imagem do RG ou do Cadastro Nacional de Habilitação (CNH), além de uma fotografia na modalidade 'selfie', feita com câmera frontal.

Acesso

De acordo com Pablo Ximenes, os bancos têm apostado na tecnologia para facilitar o acesso a serviços bancários por meio de dispositivos móveis. "É uma tentativa de desburocratizar o uso das contas, tornando-as mais fáceis. Existe a possibilidade de abuso, mas essas empresas investem muito em segurança da informação", diz. Em casos de fraude, explica o pesquisador, o próprio banco com o apoio da Polícia consegue identificar que a abertura da conta fraudulenta não foi determinada pelo usuário. "Eles identificam uma fraude, e fazem todo o procedimento para reparar o cliente. Através do número de celular, que não vai estar em seu nome, pelo endereço de IP, que também não vai estar registrado em sua titularidade e através das próprias transações bancárias que não têm nenhuma relação com a vítima, a Polícia vai ser capaz de identificar que a vítima não era, de fato, o titular da conta fraudulenta", pondera Pablo Ximenes.

Fonte: Portal Verdes Mares
VIA BLOG DO CRATO


Correios buscam cortar 5 mil vagas



Os Correios abriram um novo programa de demissões voluntárias (PDV) para enxugar mais sua folha de pagamento, após o plano de incentivo a desligamentos realizado no primeiro semestre ter terminado com adesões inferiores à meta da companhia. O prazo de adesões vai até 29 de dezembro, último dia útil do ano.

O objetivo, como antecipou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, em agosto - quando o PDV foi aprovado pela diretoria-executiva da estatal -, é fechar 5,46 mil vagas. Se confirmado, isso significará uma economia mensal de R$ 54,5 milhões com pagamento de salários. Só entre carteiros os Correios pretendem tirar 2 mil profissionais das ruas. Com o PDV realizado no primeiro semestre, quando os pedidos de demissão chegaram a 6,26 mil, os Correios já tinham conseguido enxugar em R$ 68,6 milhões os gastos mensais com o efetivo. Apesar do grande número de adesões, o total ficou aquém da meta da estatal.

Última Hora
VIA BLOG DO CRATO


Livro inclui Padre Cícero na categoria de "santos fortes"



Pensar o Brasil a partir da crença nos santos. Esse foi o impulso inicial para o livro "Santos fortes -- raízes do sagrado no Brasil", escrito a quatro mãos pelos historiadores Leandro Karnal e o sorocabano Luiz Estevam de Oliveira Fernandes. Antes mesmo do lançamento oficial (em 7 de dezembro a dupla lança a obra no Rio de Janeiro), "Santos fortes" já figura nas listas dos livros de não-ficção mais vendidos do país desde a pré-venda iniciada no mês passado.

Publicado pela editora Rocco, sob o selo Anfiteatro, o livro de 216 páginas discorre sobre o culto, as vidas e as lendas em torno desses homens e mulheres a quem os brasileiros recorrem para reforçar os pedidos de interferência divina. "Selecionamos santos com mais popularidade no Brasil, mas claro que sempre alguém vai reclamar que faltou um ou outro. Procuramos abordar a faceta deles na vida do brasileiro, de onde surgem algumas relações curiosas como o gesto de colocar o santo de ponta cabeça ou tirar o Menino Jesus dos braços", exemplifica Fernandes.

A publicação também aborda os "santos fora do altar", como os autores chamam aqueles que são objeto de culto, apesar de não terem sido canonizados pela Igreja Católica, como Padre Cícero e João de Camargo, que viveu na região de Sorocaba. Luiz Fernandes detalha que durante a pesquisa para o livro mapeou dezenas de santos "não-oficiais". Segundo ele, são recorrentes em cidades de todo o Brasil manifestações de devoção a crianças mortas tragicamente, como a menina Julieta, conhecida como a "Santinha de Sorocaba", assassinada 1899, cujo o túmulo é um dos mais visitados do Cemitério da Saudade.

O historiador comenta que a palavra santo, que para a Igreja Católica é "aquele que está no paraíso", tem origem em "sancto" (sanção, em latim), ou que "possui sanção para estar no céu". "A igreja não transforma ninguém em santo, porque eu, você e o leitor do Cruzeiro do Sul têm potencial para ser santo, mas ela apenas reconhece a santidade nessas pessoas", assinala.

Doutor em História Cultural e professor da Universidade Federal de Ouro Preto, o historiador sorocabano radicado em Campinas destaca que o livro não tem a pretensão de analisar dogmas religiosos ou sequer os milagres atribuídos aos santos. "Não é um livro apenas para religioso. É uma abordagem histórica e sociológica, para todos os públicos, curiosos, protestantes, ateus...", afirma.
De acordo com os autores, os brasileiros, de maneira geral, nutrem forte simpatia por santos, fruto da colonização portuguesa católica, misturada às entidades das religiões africanas, cujas as divindades eram cultuadas nas figuras aos santos de origem europeia. Desta mescla, defendem, nasce uma espiritualidade peculiar, bastante distinta das praticadas na maior parte do mundo. "No Brasil, a história de santos e orixás, como Santa Barbara e Iansã e São Jorge e Ogum se entrelaçam. A gente também procurou falar dessa relação nem sempre cordial com a fé dos outros. Mas além dos problemas e mazelas, a gente conta histórias curiosas e pitorescas", acrescenta.

Curiosidades, aliás, não faltam no livro, especialmente nas histórias atribuídas aos santos não-canônicos. É o caso São Longuinho, invocado quando o devoto perde algum objeto e que, ao ser encontrado, é recompensado por três pulinhos. O santo, segundo os autores, seria um romano que teria perfurado o corpo de Cristo na cruz com uma lança e seu nome tem origem na corruptela de "Longinus", a forma latinizada do grego "lonche" - que identifica cinco mártires.

Fonte: Jornal Cruzeiro

Apenas 48% dos domicílios do Ceará têm acesso à internet


Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, referentes a 2016. A média Nacional é de 63%. Apenas os estados de Alagoas, Piauí e Maranhão apresentaram percentuais inferiores ao Ceará. De acordo com a pesquisa, o Nordeste é a região com o menor percentual de domicílios com acesso à internet, com 50% do total. Entre as unidades da federação, o Distrito Federal apresentou o maior percentual de domicílios com acesso à internet, com 84% do total. Entre todas as regiões, o Sudeste apresentou o maior percentual, com 71%. Os dados foram divulgados na sexta-feira (24) pelo instituto Brasileiro de Geografia e estatística - IBGE.

Para o economista Alex araújo, o fato de o Ceará ter menos de 50% dos domicílios com acesso à internet, mostra o desafio que ainda existe para o desenvolvimento econômico e social do Estado. Ele destaca que o acesso à internet se reflete no acesso ao mercado de trabalho, sendo também um indicador de desenvolvimento de cada região. Ainda de acordo com dados da pesquisa, no Ceará, o telefone celular é o equipamento mais utilizado para o acesso à internet, estando presente em mais de um milhão e trezentos mil domicílios. Em seguida aparecem os microcomputadores, tablets, televisão e outros.

DN
Via BLOG DO CRATO




Luciano Huck decide não disputar a presidência da República


A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, neste domingo (26). O apresentador do “Caldeirão do Huck” havia recebido um ultimato da TV Globo e teria que deixar a emissora mês que vem caso quisesse ser candidato. O anúncio oficial será feito pelo marido de Angélica nesta segunda, durante entrevista em São Paulo. Nesta semana, uma pesquisa divulgada pelo jornal “O Estado de S.Paulo” informou que sua aprovação chegou a 60%.

Ainda de acordo com o colunista, o apresentador, que nunca confirmou sua intenção de tentar substituir Michel Temer, continuará envolvido com os movimentos suprapartidários Agora! e Renova BR. E sua decisão de não se candidatar foi tomada na última quinta-feira, quando a pesquisa do “Estado” foi divulgada. Em maio passado, Huck já havia dito que não tinha interesse em ser presidente da República, porém manifestou sua vontade de fazer algo pelo País. “N ão vou deixar de me envolver e de me dedicar à transformação do País. Acredito que, de onde estou, posso fazer muito e contribuir muito mais”, escreveu em artigo o apresentador.

O povo Online
VIA BLOG DO CRATO


Crato/CE - O tradicional Colégio Sta Teresa de Jesus.



Na foto, já um pouco "antiga", vê-se ao fundo, a torre da sé catedral. Hoje em dia, o que mais mudou nesta cena, foi que retiraram o asfalto da rua, trocando por um belo piso concretado, na reforma ocorrida em 2010/2011 pelo Governo do Estado, no chamado Plano de Requalificação urbana. O local ganhou também lombadas e passagens para pedestres, além de placas com mapas que sinalizam para os turistas, os diferentes locais da cidade ( Na verdade, boa parte do centro teve este tratamento, com a retirada do asfalto nas ruas principais ). Juntamente com o Colégio Diocesano do Crato, é uma das mais tradicionais instituições de ensino. Outras duas que merecem destaque, são o colégio Estadual Wilson Gonçalves e o Estado da Paraíba.

Para outras fotos do Crato, acesse e curta a página FOTOS DO CRATO - https://www.facebook.com/fotosdocrato/


Prefeito de Juazeiro, Arnon Bezerra, apresenta o filho como pré-candidato a deputado federal na Região Norte do Estado



Arnon e Pedro Augusto com lideranças de Pires Ferreira e região. Maior incentivador do filho Pedro Augusto, o prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra esteve no final de semana, visitando correligionários na Região Norte do Estado. No sábado (25), Arnon levou o filho até o município de Pires Ferreira, onde o apresentou e pediu votos para deputado federal nas eleições de 2018.

Pai e filho foram recebidos pelo ex-prefeitos Torrim e Corrinha, hoje na oposição. Após seis mandatos consecutivos Arnon quer deixar o legado político para o filho, muito embora, Pedro Augusto, ainda não tenha demonstrado disposição para tal pretensão. Em Pires Ferreira, a reunião teve ainda a participação de ex-prefeitos da região, que assumiram compromisso em apoiar Pedro Augusto. "Sou grato ao povo de Pires Ferreira e a gratidão se estende a Arnon, que tanto fez pelos piresferreirenses, o seu retorno ao município através do seu filho Pedro Augusto, significa a certeza de dias melhores para nossa gente", disse Torrim.

Flávio Pinto
(foto: aconteceuipu. net)
VIA BLOG DO CRATO