23 novembro 2017

Em Si há consciência - Por: Emerson Monteiro

Isso de projetar lá fora a superação da condição humana deixou de ter prioridade, conquanto existem suficientes testemunhos dos meios de revelar à consciência pelos caminhos de libertar o ser em Si. Através dos instrumentos de que dispomos, a resposta indica outra dimensão além da matéria aonde seguimos habitando. Que daqui nada se leva resta claro por demais. Os insistentes tendem a entrar em pânico diante da realidade do tempo infalível.

Porém a inteligência reclama alternativa. Tão sábios, bonitos, ricos, poderosos, trabalhadores, importantes, e simplesmente morrer ao término da jornada horroriza sobremodo aos audazes das estrelas, deste mundo farto de tudo e quase nada. A quem aguentar possa, o mistério indica esse portal de libertação através da ciência espiritual. Há um Poder maior, há imortalidade nas almas, há seguimento desta vida...

Vem de dentro da alma a Salvação. A Humanidade dispõe desse conhecimento. Insistir na desistência de superar a materialidade significa regressar tantas vezes quantas necessárias sejam de achar a porta que liberta. A isto chamamos Reencarnação. Apenas negar conhecer representa unicamente perder as oportunidades do encontro consigo mesmo neste corpo. São respostas inevitáveis.

A prática do que aprende representam as virtudes morais que sustentam a limpeza do coração. Renunciar ao desespero e exercitar o ânimo de viver com sabedoria, eis a equação definitiva de equilibrar as funções do raciocínio com as normas do sentimento. Escolas falam disto a quantos buscarem.

O transcorrer das civilizações revelou possibilidades espirituais aos humanos, que agora investem na autopreservação largando os apegos materiais e desenvolvendo o aspecto místico da personalidade, nos propalados sinais do fim dos tempos conhecidos. Haveria de chegar a isso as múltiplas experiências vividas no transcorrer das muitas eras.

O esforço dos grupamentos nos trouxe a tais compreensões. A saída, pois, virá de dentro do indivíduo, no salto da quantidade material à qualidade espiritual, jeito único de sobreviver ao desaparecimento.

Cratense diz que ama o Crato - Volta pra cá ? #QUERONADA !!!



ESPERANDO UM CRATO DE 40 ANOS ATRÁS ? NÃO HÁ MAIS.
.
Muita gente que foi morar fora, diz que tem "saudades" do Cratinho...volta pra morar aqui ? #Queronada ! e #Euquerooquê ? E não é só pela buraqueira, é a cidade mesmo que involuiu. Parou no tempo. A sorte do Crato, por incrível que pareça, hoje é o Juazeiro, que caminha a passos largos e logo vai engolir a região ( Depois discutiremos o porquê isso aconteceu em detalhes, mas resumindo, que a culpa é dos próprios cratenses mesmos, que "dormiram no ponto" ). CRATO já foi o maior polo do sul do Ceará. Juazeiro já foi Crato. A maioria das cidades já foi Crato, e hoje em dia, nossa cidade sofre pela falta de investimentos, que já dura décadas. Faltam oportunidades, o comércio está nas últimas, e é por isso mesmo que muitos cratenses foram morar fora, foram construir suas vidas em outros locais e hoje são felizes mas com saudade. Quando vêm visitar o Crato, acham a cidade feia e descuidada, porque eles esperavam encontrar aqui aquele esplendor de 30, 40 anos atrás...porém, uma triste notícia, amigos: Roma foi saqueada pelos bárbaros, e não temos mais nenhum Júlio Cesar para trazer o brilho dos belos tempos, onde Crato era a princesa do Cariri. Sinto muito que o seu próprio povo QUIS assim !

Por: Dihelson Mendonça 
BLOG DO CRATO


Crato participa do Fórum de Cidades Médias G20+20 do Banco do Nordeste



Evento acontece hoje e amanhã em Fortaleza vislumbrando impulsionar o desenvolvimento dos 40 municípios de toda a área de atuação do Banco. As cidades foram selecionadas a partir de análise do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste – Etene.

O município do Crato é uma das cinco cidades cearenses que irão participar da primeira edição do Fórum de Cidades Médias G20+20. O evento é uma organização do Banco do Nordeste e tem como objetivo criar plataformas de negócios e de governanças entre participantes. O fórum será realizado nos próximos dias 23 e 24 de novembro, em Fortaleza, na sede da instituição no bairro Passaré.

Durante o evento, os gestores públicos e empresários terão a oportunidades de realizar rodadas de negócios com o objetivo de impulsionar o desenvolvimento dos 40 municípios de toda a área de atuação do Banco. As cidades foram selecionadas a partir de análise do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste – Etene.

O fórum contará ainda em sua programação, com palestras voltadas para o aperfeiçoamento dos gestores e empresários participantes, dentre elas, o Papel das Cidades Médias no Desenvolvimento Regional, o BNB no Financiamento à Infraestrutura, Programação Governamentais Alinhados ao G20+20 e BNB no Financiamento ao Setor Produtivo.

“A participação da Gestão Municipal do Crato é de grande importância para o desenvolvimento do município, pois através desse evento teremos a oportunidade de formar parcerias com objetivo de buscarmos investimentos nas áreas da infraestrutura, saúde, educação, segurança e outros segmentos que tornarão o Crato uma cidade mais desenvolvida e com mais qualidade de vida para a nossa população”, destacou o prefeito, Zé Ailton Brasil.

Fonte: PMC
VIA BLOG DO CRATO


Definido local para a implantação das salas de cinema no município do Crato



O Governo do Crato, recebeu na manhã de ontem, 22 de novembro, no Gabinete do Prefeito, o Secretário adjunto da Casa Civil, Quintino Vieira e o Secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba. A pauta da reunião foi a definição do local para a construção das salas de cinema no município. O equipamento cultural é um projeto do Governo do Estado com a contrapartida da Prefeitura.

Entre as propostas apresentadas durante a audiência pública, ocorrida no último dia 14, onde foram sugeridos e debatidos alguns locais para a implantação das salas, foi vista a possibilidade das salas de cinema serem implantadas no Largo da RFFSA. Depois de analisado, ficou decidido que a implantação do equipamento será realmente na antiga estação ferroviária, hoje Centro Cultural do Araripe, ficando a organização das salas próxima ao Restaurante Popular.

Segundo o Secretário de Cultura do Crato, Wilton Dedê, o local atende às exigências estabelecidas pelo Ministério da Cultura, que são as seguintes: proximidade a centros culturais; áreas de periferia; praças; hotéis; restaurantes; pontos de transporte coletivo e fácil acesso.

O projeto referente às salas de cinema resulta da parceria entre a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), Agência Nacional de Cinema (Ancine) e Programa Cinema Perto de Você, do Ministério da Cultura. Serão duas salas, uma com 210 e outra contendo 105 lugares, ambientadas em instalações modernas e climatizadas. Também será agregada uma área de convivência.

Após a reunião, a comitiva do Governo do Estado visitou o local onde será construído o equipamento cultural, e segundo Wilton Dedê, a obra terá início nos próximos 15 dias. Também estavam presentes, o Secretário de Infraestrutura do Crato, Luiz Wellington; o Chefe de Gabinete, Fabiano Brasil; o Procurador Geral Adjunto do Município, Renan Lobo; e o representante do Escritório Regional da Secult, Mano Grangeiro.

Fonte: PMC
VIA BLOG DO CRATO


Os pobres e a pobreza -- por Dom Fernando Arêas Rifan (*)

        Celebramos no domingo passado, por instituição do Papa Francisco, o 1º Dia Mundial dos Pobres, ocasião oportuna para refletirmos mais sobre a pobreza e suas implicações morais, na linha da doutrina social da Igreja.
        “Hoje muitos homens, talvez a maioria, não dispõem de instrumentos que consintam entrar, de modo efetivo e humanamente digno, dentro de um sistema de empresa, no qual o trabalho ocupa uma posição verdadeiramente central... Em suma, eles, se não são propriamente explorados, veem-se amplamente marginalizados, e o progresso econômico desenvolve-se, por assim dizer, por cima das suas cabeças, quando não restringe ainda mais os espaços já estreitos das suas economias tradicionais de subsistência... Muitos outros, embora não estando totalmente marginalizados, vivem inseridos em ambientes onde a luta pelo necessário é absolutamente primária... Infelizmente a grande maioria dos habitantes do Terceiro Mundo vive ainda nestas condições” (S. João Paulo II, Centesimus Annus, 33).
        “Quanto aos deserdados da fortuna, aprendam da Igreja que, segundo o juízo do próprio Deus, a pobreza não é um opróbrio e que se não deve corar por ter de ganhar o pão com o suor do seu rosto. É o que Jesus Cristo nosso Senhor confirmou com o seu exemplo. Ele que, ‘de muito rico que era, se fez indigente’ (2Cor 8,9) para a salvação dos homens; que, Filho de Deus e Deus Ele mesmo, quis passar aos olhos do mundo como filho dum carpinteiro, que chegou a consumir uma grande parte da sua vida no trabalho manual: ‘Não é Ele o carpinteiro, filho de Maria’ (Mc 6,3)? Quem tiver na sua frente o modelo divino compreenderá mais facilmente o que vamos dizer: que a verdadeira dignidade do homem e a sua excelência reside nos seus costumes, isto é, na sua virtude; que a virtude é o patrimônio comum dos mortais, ao alcance de todos, dos pequenos e dos grandes, dos pobres e dos ricos; só a virtude e os méritos, seja qual for a pessoa em que se encontrem, obterão a recompensa da eterna felicidade. Mais ainda: é para as classes desafortunadas que o coração de Deus parece inclinar-se mais. Jesus Cristo chama os pobres bem-aventurados (cf. Mt 5,3); convida com amor a virem até Ele, a fim de consolar todos os que sofrem e choram (cf. Mt 11, 18). Abraça com a caridade mais terna os pequenos e os oprimidos. Estas doutrinas foram, sem dúvida alguma, feitas para humilhar a alma orgulhosa do rico e torna-la mais condescendente, para reanimar a coragem daqueles que sofrem e inspirar-lhes resignação. Com elas achar-se-ia diminuído o abismo procurado pelo orgulho e obter-se-ia sem dificuldade que as duas classes se dessem as mãos, e as vontades se unissem na mesma amizade” (Leão XIII, Rerum Novarum, 15).
        “A caridade representa o maior mandamento social. Respeita o outro em seus direitos. Exige a prática da justiça e só ela nos torna capazes de praticá-la. Inspira uma vida de autodoação: ‘Quem procura ganhar sua vida vai perdê-la; e quem a perder vai conservá-la’ (Lc 17, 33)” (Catecismo da Igreja Católica, n. 1889).

(*) Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney
http://domfernandorifan.blogspot.com.br/

Gol terá dois voos entre Fortaleza e Juazeiro



Poucas semanas depois de um encontro entre o presidente da Gol Linhas Áreas e o governador do Estado Camilo Santana, a companhia área requisitou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) permissão para operar voos entre Juazeiro do Norte e Fortaleza. A solicitação foi confirmada ontem à tarde pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e as rotas passarão a ser operadas a partir do próximo dia 16 de dezembro, de segunda-feira a sábado.

De acordo com a Anac, serão dois voos diários - um de ida e um de volta - entre as cidades cearenses, com a saída de Juazeiro sendo realizada às 0h40, com chegada às 01h40 da manhã na Capital cearense. O voo de Fortaleza terá saída do Aeroporto Internacional Pinto Martins às 02h10, chegando às 03h10 da manhã. O avião utilizado nas rotas será um Boeing 737, que tem capacidade de 138 passageiros.

Diálogo

No fim do mês de setembro, o governador Camilo Santana se reuniu com o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, para discutir o futuro da companhia no Estado e analisar a possibilidade de novas rotas internas. As negociações supostamente envolviam os aeroportos de Aracati, Jericoacoara e Juazeiro do Norte, e voos que conectassem as cidades à Capital cearense. A reunião aconteceu logo após o evento de anuncio oficial do hub da Air France-KLM, que deve começar as operações em março no Aeroporto Pinto Martins. O novo investimento da empresa francesa no Ceará deverá oferecer voos diretos de Fortaleza para Paris e Amsterdã, além de mais opções para rotas internas e conexões com outros estados do nordeste.

Logística

Nesta quarta-feira (22), o gerente de planejamento de malha da Gol, Rafael Moreira Araújo, participou da Feira Internacional de Logística / XII Seminário Internacional de Logística (Expolog), e comentou, em palestra, alguns dos conceitos de origem do hub da Air France-KLM, empresa parceira da Gol. Durante o evento, Moreira comentou as novas possibilidades de rotas envolvendo o aeroporto de Fortaleza e apresentou estimativa de que o transporte de cargas na Capital, por via aérea, deve aumentar em aproximadamente 23%, com a instalação do hub, em maio de 2017. O representante da Gol também confirmou que a companhia deverá trazer pelo menos cinco Boeings 737 para operar a partir do hub. Todo investimento, segundo Araújo parte, também, da aposta no grande potencial que a cidade de Fortaleza, baseado na localização geográfica, possui para se tornar referência como ponto de convergência mundial para o cliente da Gol. "A posição geográfica de Fortaleza somada aos investimentos que o aeroporto (Pinto Martins) vai receber por parte da Fraport, e ao interesse da Gol e da Air France-KLM, do trade turístico e da cadeia produtiva da região, me faz acreditar que nós conseguiremos fazer de Fortaleza um centro de conexões de referência mundial", disse.

Reestruturação

Araújo também disse que o projeto do hub nasceu a partir de uma análise da Air France-KLM que visava restabelecer um terceiro ponto de atividades no País. A empresa, que já atua em São Paulo e no Rio de Janeiro, escolheu Fortaleza como forma de reforçar a malha de voos no Brasil.

Fonte: Portal Verdes Mares
VIA BLOG DO CRATO


Quase triplica o auxílio doença por chikungunya


Problema de saúde pública, a febre chikungunya continua afastando profissionais do trabalho em decorrência das sequelas nas articulações, levando-os inclusive a solicitar o auxílio-doença previdenciário do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). De acordo com o órgão, de janeiro a outubro deste ano, 395 auxílios-doença foram concedidos a empregados segurados e autônomos, no Ceará, quase três vezes o número de benefícios distribuídos no ano passado, que teve 133 favorecidos.

A chikungunya, assim como a dengue e a zika, é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti e provoca dores nas articulações e inflamação nas mãos, punhos, joelhos e tornozelos. Segundo o Ministério da Saúde, embora não seja uma doença de alta letalidade, a chikungunya tem elevada taxa de morbidade associada à artralgia persistente, "tendo como consequência a redução da produtividade e da qualidade de vida". A fase crônica da doença, alerta, pode durar até três anos. Só o tempo e o tratamento definirão quando o quadro clínico de Cristiano da Silva, 28, mudará. Desde maio, dores fortes acometem seus pés, pernas e cabeça. De tão agudas, elas obrigaram o cortador de tecidos a deixar o trabalho e a buscar o benefício do INSS. "Recebi por dois meses, mas no terceiro não consegui mais", conta. Atualmente, sem capacidade de voltar a atuar no emprego, ele sobrevive e sustenta a família com dinheiro do seguro-desemprego. Segundo Patrícia Coutinho, chefe do Serviço de Reconhecimento de Direitos do INSS, as demandas de auxílio-doença por febre chikungunya têm caído no segundo semestre acompanhando a sazonalidade das arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti. Com a comprovação da doença, o valor pago através do auxílio-doença é igual a 91% da média do salário de benefício, não podendo ser inferior a um salário mínimo.

Nos primeiros 15 dias de afastamento da função é a empresa que deve arcar com o pagamento do empregado. Nesse período, o INSS deve ser contatado para a realização do requerimento administrativo e agendamento da perícia. Na Gerência de Fortaleza, atualmente, esse intervalo dura 22 dias, segundo Patrícia Coutinho. O tempo da licença depende da gravidade do caso e pode ser prorrogado. Para solicitar o auxílio-doença ao INSS, o segurado precisa atender a pré-requisitos, como a carência de 12 contribuições ao órgão (isenta em caso de acidente de trabalho ou doenças previstas em lei), a comprovação da doença que o torne temporariamente incapaz e o afastamento do trabalho há pelo menos 15 dias. Em caso de dúvidas, é possível contatar a central de atendimento do INSS pelo 135.

Reabilitação

No intuito de descobrir novos resultados na reabilitação de pacientes com a doença, o professor Bernardo Coutinho, coordenador do Grupo de Atenção Integral e Pesquisa em Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa (Gaipa), do Departamento de Fisioterapia da Universidade Federal do Ceará (UFC), iniciou uma pesquisa sobre a utilização da auriculoterapia, um tipo de acupuntura em pontos das orelhas, mas sem a utilização de agulhas.

"Normalmente, as pessoas relatam que não conseguem fazer as atividades de casa, ir para o trabalho ou mesmo andar direito, além de quedas de cabelo, depressão, dificuldades para dormir e estresse por causa das dores", enumera o fisioterapeuta, após a realização de mais de mil atendimentos. Os pacientes costumam apresentar dores há dois ou três meses, em média, mesmo depois do uso de anti-inflamatórios, analgésicos e até corticoides.

"A auriculoterapia é complementar ao tratamento convencional e visa a reduzir as dores e melhorar a funcionalidade do paciente de maneira mais natural", afirma Coutinho. O tratamento é composto por cinco atendimentos, uma vez por semana, com sensação de melhora já no primeiro atendimento - desde que a técnica seja executada de maneira correta e com acompanhamento profissional.

Balanço

Das 134.223 suspeitas de chikungunya informadas à Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), em 2017, 96.299 evoluíram para confirmações. Destas, 15.317 acometeram pessoas na faixa etária acima de 60 anos, em sua maioria mulheres. De todos os 184 municípios cearenses, apenas quatro - Catunda, Pires Ferreira, Potengi e Tarrafas - não notificaram casos suspeitos da doença. A enfermidade também já vitimou 136 pessoas no Estado.

Portal Verdes Mares
VIA BLOG DO CRATO


Transporte aéreo de passageiros cresce em outubro, registra Anac


Dados divulgados nesta quarta-feira pela agência retratam aumento na demanda doméstica e no mercado internacional

A participação de mercado conta com as lideranças da Gol e Latam

Pela oitava vez seguida, aumenta a procura de passagens aéreas dentro do País. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) registrou um aumento na demanda doméstica de passageiros de 7,8% em outubro deste em ano em relação ao mesmo mês do ano passado.  A oferta de assentos quilômetros ofertados (ASK) também registrou crescimento no período: 2,5%. No acumulado dos 10 primeiros meses do ano, a demanda subiu 2,7% e a oferta apresentou crescimento de 1%. A demanda doméstica em termos de passageiros quilômetros pagos transportados (RPK) registrou um aumento de 7,8% em outubro deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado, alcançando 7,8 milhões. Os dados foram divulgados pela Anac nesta quarta-feira (22). 

Exterior

As empresas brasileiras registraram em outubro crescimento de 6,2% na demanda internacional em termos de RPK. Este foi o 13º mês consecutivo de alta no indicador. No mês de outubro, foi atingido o maior nível na série histórica, iniciada em 2000: foram transportados 707 mil passageiros pagos por empresas brasileiras em voos internacionais. A participação no mercado internacional em outubro, considerando apenas as empresas brasileiras, foi liderada pela Latam, com 71,1%.

Agência Brasil
VIA BLOG DO CRATO



Camilo pede ao papa beatificação do Padre Cícero




Juazeiro do Norte. Em visita ao Vaticano, o governador Camilo Santana esteve, na manhã de ontem, com o papa Francisco e fez um pedido: a beatificação do Padre Cícero. O chefe do executivo agradeceu pela reconciliação da Igreja com o sacerdote, divulgada em 2015, e entregou em suas mãos as imagens de Cristo e do patriarca deste Município.

De acordo com o Camilo Santana, o pontífice está estudando a beatificação de Padre Cícero de forma positiva. "Foi um momento muito importante e de muita emoção. Disse ao Papa Francisco que éramos muito gratos pela reconciliação do Padre Cícero com a Igreja, que só aconteceu graças a ele", afirmou.

Processo antigo

Segundo o professor Renato Casimiro, que pesquisa a história do Padre Cícero, o processo de beatificação vem desde 2001, quando a Diocese de Crato passou a ser dirigida por dom Fernando Panico. Logo que assumiu, o bispo criou uma comissão para estudar o caso do milagre do sacerdote com pesquisadores, historiadores, teólogos, psicólogos. O resultado do trabalho rendeu 14 volumes de relatório, entregues, em 2007, ao papa Bento XVI. "As pessoas foram refletindo sobre a vida do Padre Cícero e cobrando da Igreja. Ele morreu sem as suas ordens e passou anos sem aplicar sacramento, sem celebrar uma missa. Mas não se afastou da Igreja. Até hoje o homem do Nordeste é fiel em sua devoção ao Padre Cícero", explica. O desejo agora é um reconhecimento definitivo, além da reconciliação. "Tem que chegar aos altares", acrescenta o pesquisador. Para isso acontecer, primeiro, o Vaticano tem que fazer uma proclamação pública, dizendo que Padre Cícero foi Servo de Deus. Em seguida, será beatificado e, por último, canonizado. Assim, ele se torna Santo cultuado universalmente. "É um processo gradual. Mas não é estranho a Igreja possa fazer, em breve, uma proclamação de que quer a beatificação do Padre Cícero. Em outros casos, foi mais rápido. Estamos esperando isso há quase 130 anos. A visita do governador, abaixoassinados, servem mais para sensibilizar a Igreja", completa.

Divulgar as virtudes

Enquanto isso, o bispo da Diocese de Crato, dom Gilberto Pastana, acredita que é preciso trabalhar na carta assinada pelo cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, e divulgar as virtudes do Padre Cícero. "Ele já é considerado santo por todos os romeiros que o tratam com carinho como 'Meu Padim Ciço'. Mas é claro que o reconhecimento oficial da Igreja, o tornará uma pessoa conhecida nacionalmente e, principalmente, mundialmente, já que os santos são universais", explica. Já Renato Casimiro acredita que a beatificação pode dar um impulso às romarias e à economia de Juazeiro do Norte, como aconteceu em outras cidades.

Fonte: Portal Verdes Mares
VIA BLOG DO CRATO