27 outubro 2017

Conselho de Ministros da Espanha destitui governo da Catalunha e convoca eleições



Medidas foram anunciadas após Parlamento da Catalunha aprovar início do processo de independência.

Conselho de Ministros convocado pelo chefe de governo espanhol, Mariano Rajoy, decidiu nesta sexta-feira (27) destituir o governo da Catalunha, dissolver o Parlamento local e convocar eleições regionais, conforme autorizado mais cedo pelo Senado espanhol, que deu luz verde para a aplicação do artigo 155 da Constituição. Rajoy anunciou a destituição de Carles Puigdemont, presidente da Catalunha, e outras autoridades regionais. O chefe do governo espanhol também anunciou que o Parlamento catalão foi dissolvido e convocou eleições regionais para o dia 21 de dezembro "para restaurar a democracia".

"Não se trata de suspender nem de intervir no autogoverno [da Catalunha], se trata de devolvê-lo à normalidade o antes possível", disse Rajoy. "Acreditamos que é urgente ouvir todos os cidadãos catalães, para que possam decidir o seu futuro e ninguém pode agir fora da lei em seu nome".
Veja as principais medidas aprovadas pelo Conselho de Ministros:

destituição de Carles Puigdemont, seu vice e de todos os conselheiros da Região Autônoma
dissolução do Parlamento da Catalunha
convocação de eleições regionais em 21/12
destituição do diretor-geral da polícia catalã
extinção das representações oficiais da Catalunha no exterior, com exceção de Bruxelas; o delegado catalão na capital belga, por sua vez, foi destituído
extinção do Diplocat (Conselho de Democracia Pública da Catalunha), consórcio público-privado que promove a agenda da região autônoma no exterior
destituição do delegado do governo catalão em Madri


Coreia do Norte diz que ameaça de teste nuclear atmosférico deve ser entendida literalmente



WASHINGTON (Reuters) - O alerta do ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte sobre um possível teste nuclear atmosférico sobre o Oceano Pacífico deve ser entendido literalmente, disse uma autoridade norte-coreana de alto escalão em uma entrevista à CNN transmitida nesta quarta-feira.

"O ministro das Relações Exteriores está muito ciente das intenções de nosso líder supremo, por isso acho que vocês deveriam interpretar suas palavras literalmente", disse Ri Yong Pil, diplomata veterano da chancelaria da Coreia do Norte, à rede CNN. No mês passado o chanceler norte-coreano, Ri Yong Ho, disse que Pyongyang pode cogitar realizar "a detonação mais poderosa" de uma bomba de hidrogênio sobre o Pacífico em meio às tensões crescentes com os Estados Unidos. O ministro fez o comentário depois que o presidente Donald Trump alertou que os EUA irão "destruir totalmente" a Coreia do Norte, que está trabalhando para fabricar mísseis com ogivas nucleares capazes de atingir o território continental norte-americano, caso houver ameaça aos EUA. Na semana passada o diretor da CIA, Mike Pompeo, disse que a Coreia do Norte pode estar a poucos meses de adquirir a capacidade de alvejar os EUA com armas nucleares. Especialistas dizem que um teste atmosférico seria uma maneira de demonstrar esse poderio. Todos os testes nucleares anteriores de Pyongyang foram subterrâneos. Na semana que vem Trump fará uma visita à Ásia durante a qual ressaltará sua campanha para pressionar a Coreia do Norte a abdicar de seus programas nuclear e de mísseis.

Até agora a estratégia não foi capaz de impedir o regime de conduzir testes com bombas atômicas em uma instalação subterrânea e de disparar mísseis balísticos no Pacífico sobre o Japão. Apesar da retórica beligerante e dos alertas reiterados de Washington de que todas as opções, inclusive as militares, estão sendo estudadas, autoridades da Casa Branca dizem que Trump está buscando uma resolução pacífica para o impasse.

Reuters
VIA BLOG DO CRATO


iPhone 8 e 8 Plus já são vendidos no Brasil por até R$ 5,4 mil



Lojas online divulgaram nesta sexta (27) valores dos aparelhos, anunciados em setembro. Preços começam em R$ 4 mil.

Lojas online que vendem produtos da Apple divulgaram nesta sexta-feira (27) os preços dos novos iPhone 8 e iPhone 8 Plus no Brasil. Os valores ainda não foram oficializados pela empresa.
Nos sites das Lojas Americanas, Submarino e Fast Shop, o iPhone 8 é vendido por R$ 4 mil (64 GB) e R$ 4,8 mil (256 GB). Já a versão 8 Plus pode ser comprada por R$ 4,6 mil (64 GB) e R$ 5,4 mil (256 GB). Os celulares estão disponíveis em esquema de pré-venda.

A Apple anunciou em setembro seus novos smartphones. Eles são os sucessores do iPhone 7 e do iPhone 7 Plus, lançados em 2016. Apesar de não levarem o "s" no nome, como vinha acontecendo com a linha de aparelhos a cada 2 anos, eles são atualizações discretas dos modelos anteriores.
Os smartphones da Apple agora são feitos inteiros de vidro, o que permite a tecnologia de recarga de bateria sem fios. E vêm com um novo sensor na câmera traseira, que segue de 12 Megapixels, mas agora é capaz de capturar 83% mais luz, segundo a Apple. O iPhone 8 e o iPhone 8 Plus também são otimizados de fábrica para trabalhar com realidade aumentada.

VIA BLOG DO CRATO


CIA tentou contratar mafioso para matar Fidel Castro, dizem documentos sobre Kennedy



O então procurador-geral dos EUA Robert Kennedy, irmão de John Kennedy, disse que a CIA contratou intermediário para propor US$ 150 mil a mafioso para matar Castro.


Entre algumas das informações presentes nos documentos confidenciais sobre a morte o presidente John F. Kennedy, divulgados na quarta-feira (25) pelos Estados Unidos, estão a de que o FBI tentou contratar a máfia para assassinar o então presidente de Cuba, Fidel Castro. As informações são da rede de televisão CNN.
Um documento de 1975, que detalha o papel da CIA em assassinatos estrangeiros, revela o plano para assassinar Castro logo nos primeiros dias do governo Kennedy, que foi de 1961 a 1963, ano de sua morte.
O relatório informa que Robert Kennedy, então procurador-geral dos EUA e irmão do presidente americano, disse ao FBI que a CIA contratou um intermediário "para se aproximar de Sam Giancana com uma proposta de pagar US$ 150 mil para contratar um atirador para entrar em Cuba e matar Castro".
Robert Kennedy afirmou ainda que esse plano dificultou a tarefa de processar Giancana, um famoso mafioso siciliano. "O procurador-geral Kennedy declarou que a CIA não deve fazer uso de mafiosos novamente sem primeiro consultar o Departamento de Justiça", diz o documento.
A rede CNN também informa que os documentos revelam que uma pessoa ligou para o FBI ameaçando matar Lee Harvey Oswald (apontado como o assassino de Kennedy) um dia antes de sua morte e que os EUA estudaram sabotar peças de um avião que seriam enviadas a Cuba.
O presidente dos EUA John F. Kennedy acena de seu carro em 22 de novembro de 1963, ao lado da primeira-dama Jacqueline Kennedy, pouco antes de ser assassinado (Foto: AP Photo/Jim Altgens) O presidente dos EUA John F. Kennedy acena de seu carro em 22 de novembro de 1963, ao lado da primeira-dama Jacqueline Kennedy, pouco antes de ser assassinado (Foto: AP Photo/Jim Altgens)
O presidente dos EUA John F. Kennedy acena de seu carro em 22 de novembro de 1963, ao lado da primeira-dama Jacqueline Kennedy, pouco antes de ser assassinado (Foto: AP Photo/Jim Altgens)

Um documento datado de 24 de novembro de 1963 mostra o então diretor do FBI, J. Edgar Hoover, falando sobre a morte de Oswald. Hoover afirma que o escritório do FBI em Dallas recebeu um chamado "de um homem falando em voz calma" dizendo que era membro de um comitê para matar o assassino do presidente.
Outro relatório, sobre o conselho de segurança nacional de 1962 --antes do assassinato de Kennedy--, fala sobre a "Operação Mongoose", uma tentativa secreta do governo americano de derrubar o comunismo em Cuba.
O General Marshall Carter disse, em uma reunião secreta em 14 de setembro de 1962, "que a CIA examinaria as possibilidades de sabotar partes de avião que estão programadas para serem enviadas do Canadá para Cuba".

Fonte: G1


Exportação de calçados ultrapassa US$ 1 milhão no Cariri.



Dados apresentados no Miniestudo Setorial de Calçados, realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado Ceará (FIEC), apontam que, de janeiro a setembro de 2017, as indústrias calçadistas caririenses exportaram US$1.361.907. Em municípios como Juazeiro, Crato, Barbalha e Brejo Santo, foi contabilizada a comercialização de 455.484 pares de calçados no período, sendo o primeiro o responsável pela maior produção, com 277.641 pares. 

Apesar de ocupar a última posição em números de calçados, o município de Brejo Santo é o responsável pela maior parte do valor de exportação: US$586.634. Como explicou Abelito Sampaio, empresário do setor de calçados e presidente do Sindicato das Indústrias de Calçados e Vestuários de Juazeiro do Norte (Sindindústria), tal fato se deve ao valor agregado do calçado fabricado no local. Por sua vez, Crato e Barbalha comercializaram, respectivamente, 95.299 e 46.504 pares de calçados, o que representam US$137.090 e US$98.132. 

Países como Argentina, Paraguai e Uruguai são os principais importadores da produção local. “O setor, de uns três anos para cá, naturalmente sofreu uma queda por conta da crise política e econômica pela qual o país passa. De alguns meses para cá, a gente nota uma pequena melhora. A esperança é que volte ao normal”, citou Abelito. Segundo ele, o entorno de Crato, Juazeiro e Barbalha possui cerca de 250 empresas e emprega aproximadamente 15 mil pessoas. 

Para um número preciso, um novo levantamento será feito. Para dar mais visibilidade e incentivar novos negócios, o Sindindústria lança, esta semana, duas feiras de negócios: a Feira de Calçados e Acessórios da Região Nordeste (Fetecc Fashion) e a Feira de Máquinas para a Indústria Coureiro-Calçadista (Femicc), que acontecerão no ano de 2018. O Ceará é o segundo maior exportador de calçados do Brasil. Do início do ano até setembro, de acordo com a Fiec, foram US$221,8 milhões, o que representa uma alta de 8% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Fonte: Jornal do Cariri
VIA BLOG DO CRATO

WhatsApp libera recurso para apagar mensagens enviadas por engano


Aguardada por muitos, função exclui mensagem também para os destinatários, mas só funciona até 7 minutos depois do envio.

WhatsApp começou a liberar um recurso que permite apagar - também para os destinatários - mensagens enviadas por engano ou que geraram, digamos, algum tipo de arrependimento, segundo o site oficial da empresa. Aguardada por muitos, a função faz com que, no lugar da mensagem excluída em uma conversa ou grupo, apareça para o contato a frase: "Esta mensagem foi apagada". Da mesma forma, se a frase aparecer na conversa de um usuário, significa que o remetente decidiu remover a mensagem. Só é possível deletar uma mensagem até sete minutos depois do envio, explica a página de perguntas e respostas do site do WhatsApp. Para usar o recurso, é preciso tocar e segurar a mensagem, selecionar a função "Apagar" e, em seguida, "Apagar para todos".

Versão atualizada

Até agora, só era possível apagar mensagens no WhatsApp para o usuário que a enviou. Ou seja, os destinatários ainda podiam vê-las em suas janelas de conversa. Para que a nova função funcione e as mensagens sejam efetivamente apagadas para todos, o remetente e os destinatários precisam ter a versão mais atualizada do WhatsApp para Android, iPhone e Windows Phone. O WhatsApp não informou quando a função estará disponível para todos os usuários. Também não há informações sobre o funcionamento do recurso no WhatsApp Web, versão do aplicativo para computadores.

G1


Justiça investiga 'sumiço' de arquivos da Lava Jato no Rio



Duas pastas do sistema de arquivos sobre operações da Lava Jato no Rio sumiram da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, comandada pelo juiz Marcelo Bretas. As informações são do jornal O Globo.

O caso está sendo investigado pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). Os documentos fazem parte de ações antigas e em andamento. Caberá ao setor de tecnologia do TRF apontar se o que ocorreu foi um ataque cibernético ou um erro no sistema. Segundo o jornal, o problema aconteceu há cerca de um mês e foi o primeiro da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, que conta com uma estrutura para evitar ataques de hackers e com varreduras para evitar grampos. Alguns documentos que estavam no sistema são sigilosos e os arquivos foram recuperados logo depois porque havia backup. O TRF também aprovou escolta para o juiz Marcelo Bretas. Na 7ª Vara, tramitam os casos relativos aos pagamentos de propina a agentes políticos do estado, sendo o mais notório deles o ex-governador Sérgio Cabral.

Yahoo Notícias
VIA BLOG DO CRATO



Reitor da URCA empossa 23 novos professores efetivos, em solenidade no campus Crajubar





Tomaram posse na tarde desta quinta-feira, 26, os novos professores efetivos da Universidade Regional do Cariri (URCA). A solenidade foi presidida pelo Reitor da Instituição, Professor José Patrício Pereira Melo. A solenidade reuniu 23 dos 42 docentes que passaram por concurso e foram nomeados pelo Governador do Estado, Camilo Santana, no último dia 3 de outubro.

A URCA irá realizar no próximo dia 30 e 31, seminário de apresentação e recepção dos professores à universidade. O restante dos concursados aprovados para cargo de efetivo tomam posse no dia 31, em solenidade presidida pelo Reitor da URCA. Os novos efetivados vêm cobrir um déficit de professores nos quadros da Universidade, sendo esta uma das maiores levas de aprovados e empossados num só período na Instituição. A solenidade de posse foi prestigiada pelo quadro que compõe a Administração Superior da Universidade, incluindo pró-reitores, coordenadores de cursos e diretores de centro e departamentos, além de docentes da URCA, alunos e familiares dos novos empossados. 

O evento foi aberto oficialmente pelo Reitor, com a apresentação dos docentes. Os professores foram chamados individualmente pela Diretora de Divisão de Pessoal, Francy Lobo, que leu o termo de posse. Cada um deles assinou o termo perante o Reitor da Universidade. O Reitor Patrício Melo destacou o momento de fortalecimento da URCA, ao ressaltar a importante contribuição que cada um dos professores tem para dar. Ele incentivou os professores a se inserirem na dinâmica da Universidade, nos programas e chegarem com novas propostas que venham somar, participando das ações. O Reitor ainda parabenizou os familiares, destacando que são tão vitoriosos quanto os novos professores. “A Universidade abraça a todos e quer construir uma Universidade cada vez mais forte e melhor”, afirma. 

O Pó-reitor de Ensino de Graduação, Egberto Melo, felicitou a Universidade por receber os docentes e a todos por terem passado pelo processo difícil de seleção. A partir de segunda-feira, 30, será realizado o seminário de recepção e apresentação da Universidade. No edital, segundo ele, diz que os concursados devem fazer uma disciplina de didática do ensino superior e o seminário é uma parte da disciplina. O evento começa a partir das 8 horas, momento em que haverá a apresentação de todas as reitorias e todos os setores da Universidade.

Fonte: URCA
VIA BLOG DO CRATO


Procurador de Justiça é condenado a 16 anos de prisão por matar delegado no Ceará


Ernandes Lopes Pereira vai poder recorrer da decisão em liberdade. Julgamento aconteceu nesta quinta-feira (26).

O procurador de Justiça aposentado Ernandes Lopes Pereira foi condenado a 16 anos de prisão pelo assassinato do delegado de Polícia Civil Cid Peixoto Amaral Júnior, fato ocorrido em agosto de 2008 em Eusébio, município da Região Metropolitana de Fortaleza. O caso foi a júri popular e o julgamento aconteceu nesta quinta-feira (26), durando cerca de treze horas. O acusado ainda poderá recorrer da decisão em liberdade. Ernandes foi condenado por homicídio qualificado por motivo torpe, ou seja, que contraria ou fere os bons costumes. Durante os nove anos de julgamento a defesa do réu conseguiu que ele respondesse ao processo em liberdade. Além disso, o processo tramitava inicialmente na comarca de Eusébio, onde o crime aconteceu, mas ainda passou pelo Supremo Tribunal Federal, em Brasília e depois voltou para o Eusébio.

As investigações apontavam que o ex-procurador do Amapá e o então delegado passaram o dia juntos, conversando e bebendo. No início da noite, Ernandes atirou contra Cid. Os dois mantinham amizade desde a infância. A defesa alega que o disparo feito por Ernandes havia sido acidental e não havia motivação para o crime. Já para o Ministério Público, que denunciou o caso, não havia dúvidas sobre a autoria e a intenção do disparo que matou o delegado.

Fonte: G1
VIA BLOG DO CRATO


A crônica de Pedro Esmeraldo

Luta contra a desigualdade

Altas horas da noite: permanecíamos sombrios, devido à falta de caráter e honradez de alguns políticos cratenses que permanecem com pensamento negativo. Não possuem o habito no tratamento educativo das pessoas humanas. A maioria deles é irreverente e incapacitado. Não reverte com trabalho digno, e não respeita o cidadão comum, principalmente aquele que possui vontade de exercer o trabalho com dignidade e respeito. Há deles que não possuem vontade de exercer as obrigações do bom serviço. Não se esforçam e não lutam com dignidade, principalmente em época de crise eleitoreira.
Não há até agora nenhuma revolta da população que anda à deriva, já que destoa para o lado da desigualdade e aceita as injunções de outros municípios que vivem dilacerando o Crato. Tiram-nos a certeza de conseguir melhoramentos que forçam avivar a população, solicitando que efetue trabalho sério em defesa do município. Ficam sempre desviado do seu curso histórico e permanecem no contexto desamparado sem crítica, fora da linha e do desejo de avançar, afim de encontrar o progresso esperado. Por isso, o Crato está sempre destronado e desrespeitado. Afasta-se o desenvolvimento. Não tem força para prosseguir e permanecer no cumprimento da dignidade, já que permanecem por aqui esses políticos incapacitados que praticam a desordem administrativa. Para nós seria uma afronta moral ao Município do Crato.

Infelizmente, encontramos poucas pessoas merecedoras, no caminho desta política desvairada, pois que deveriam enfrentar a luta sem medo e procurando avançar no ingresso da esfera política equilibrada, mas totalmente afastados do caminho espinhento.
Todavia, esses homens, às vezes, ficam colados e perdidos no tempo sem anseio, mas quando desejam agir, ficam sem ação porque os mafiosos afastam-nos empurram-nos para não concluírem sua gestão com amor. Forçam os homens a promoverem acordos escusos. Nesse meio há pessoas de má índoles com aspecto de desvario que comumente só atrapalham a boa administração.
Nesse caso, ocorre, um mutismo de parte da população que cai no esquecimento, e tiram no pensamento serio para ruir nas suas atividades progressistas. O cratense, isto é, anda no caminho cheio de meandros pois não há reação, não há perseverança e facilmente entregam tudo que nos leva sem nenhum motivo, mas o destino é enfraquecer o município. Precisamos buscar energia que nos favoreça com o intuito de alcançar os altos escalões do progresso, mas é preciso procurar Deus com fé, que com certeza levará aos degraus gloriosos do progresso.
Sentimos o Crato desigual. É necessários que haja reação e não pensem em fugir, mas procurando melhores metas que nos tirem da desigualdade, que ultimamente nos infringem, que nos vem humilhar com palavras desmerecidas por meios de movimentação escritas e verbais.
Por falar em desigualdade, podemos repetir: Notamos que não desejam relevar a cidade de Crato a categoria de cidade dinamizadora, pois tem-se como finalidade, favorecer um lugar menos aprazível que distancia este município da prática que como sempre foi citado outrora o ponto de desenvolvimento para alcançar a glória do centro Nordeste. Mas isto são palavras infamantes que nos jogam contra o Crato.
Afirmamos que, sempre desejamos que o cratense reaja e não seja cabresteiro, mostre que continuemos líderes e reajam aos estímulos das pessoas malignas, cuja finalidade é esfriar o nosso trabalho de município capacitado, de distribuir o crescimento sustentável.
Por fim, queremos avisar aos cratenses, pedindo que sejamos lutadores, fugimos dessa discórdia que nos afligem, impedindo de avançar, mostrando que não somos povos desmerecidos, procurando conquistar antes de baixar a cabeça, mas sempre relevar com energia procurando afastar essas mazelas com confiança em Deus, com certeza não fugiremos da luta.
Queremos citar uma frase de Alexandre Magno: ‘‘Nada é impossível para aquele que persiste’’. Lembrem que é da conduta de cada um depende do destino de todos.