21 setembro 2017

Crato: Após polêmica e ameaça de greve prefeitura vai pagar artistas e motoristas de Crato


O prefeito do Crato, José Ailton Brasil (PP), garantiu que duas demandas que tem gerado desgaste na sua administração serão resolvidas o quanto antes. A informação foi repassada ao comunicador Marcos Peixoto. As problemáticas existem no âmbito das Secretarias municipais de Cultura e Educação. A primeira, está relacionada ao pagamento dos cachês de alguns artistas que se apresentaram no São João promovido pela municipalidade. A polêmica foi noticiada pela reportagem do News Cariri, nesta quarta-feira,20.  Clique aqui (http://www.newscariri.com.br/2017/09/artistas-cobram-caches-atrasados-nao-pagos-pela-prefeitura-do-crato)

José Ailton afirmou que já determinou a secretaria de Cultura o pagamento dos artistas. Já o segundo problema é pagamento dos motoristas que fazem o transporte escolar do município, cujo atraso já chega a um mês. Estes funcionários chegaram a ameaçar entrar em greve.

No tocante ao transporte escolar, José garantiu que já ligou para a secretária de Educação do município, Otonite Cortez, e nesta sexta-feira,22, estarão reunidos com o Ministério Público(MP) para encontrar uma solução legal para realizar o quanto antes esse repasse. Brasil explicou ainda, que há quatro meses o município vem bancando sozinho o transporte escolar, já que o Governo Federal não vem cumprindo com suas obrigações, ou seja, repassando os recursos.

Por Agência news Cariri
Via Moisés Rolim





Uma Tarde de Lazer – por Pedro Esmeraldo


Estava eu numa tarde de lazer no Crato Tênis Clube, sorvendo um pouquinho de uísque. Lá encontrei com um senhor que estava bebericando, ‘‘um pouco sorumbático”, sua apreciada cerveja. Sua mesa ficava meio afastada, num recanto distante do clube.
Nessa ocasião, fiz uma pergunta, querendo saber a opinião dele sobre o que se murmura nas conversas de rua: que o município de Crato estava decadente, por causa de políticos apáticos, os quais – pouco a pouco – deixaram o Crato no escanteio. Dizem pelas ruas e praças que esses “homens públicos” não possuíam aptidões políticas, que lhes falta de espírito público, coragem e trabalho sério.
Opinei que esses nossos representantes nada devia temer, pois o seu dever é enfrentar o batente político com força e ousadia, a fim de conseguir dar destaque a nossa querida e sofrida cidade e apoiar as administrações públicas locais. O município não está acompanhado o ritmo de progressos de outros municípios do seu porte, porque seus políticos são apáticos, e pouco se interessam em efetuar trabalhos fervorosos e um pouco de interesse pelo segmento do plano econômico, tentando conseguir as melhorias que a nossa comunidade requer.
De pronto, aquele senhor me respondeu: “É porque esses políticos de hoje não estão preparados para exercer e agir, tentando reativar suas atividades com ânimo. Seu modo de pensar é somente proteger seus apaniguados que é o maior caminho apropriado para estender a corrupção”.
Falei com sinceridade. Disse para aquele senhor que não é somente isto que os políticos fazem. Eles se favorecem a si mesmos. São cidadãos compulsivos, que não praticam a meritocracia. O objetivo principal deles é fazer acordo com outros elementos da sua convivência, dando emprego e renda, mas esquecendo de exercer a boa prática do homem público: beneficiar a comunidade inteira.
Fui mais além: Lembrei que houve época em que surgiu um candidato sério, mas apareceu um aventureiro, fazendo-se de vítima, e o povo escolheu este último, para dirigir os destinos do nosso município. Daí em diante, Crato caiu na bancarrota e por muito tempo conservou certa apatia e falta de arrojo administrativo.  Faz-se necessário lembrar que depois desse período apareceu um prefeito dedicado, com ótimos projetos que seriam a redenção do Crato, mas, infelizmente, Deus o levou no meio do mandato.
Novos populistas voltaram a surgir neste município. Pseudo-líderes, despreparados e ineficientes, indolentes e despreparados. Por conta disso, Crato perdeu grandes melhoramentos que impulsionariam o seu desenvolvimento. Por miopia do prefeito da época, a Universidade Leão Sampaio planejou instalar-se em nosso município. O prefeito de então não facilitou esse intento e perdemos um grande empreendimento. A Universidade Federal do Cariri foi projetada para ter sede em Crato. Levaram para outro município.
Tenho grande esperança de que o atual prefeito, que há pouco assumiu as rédeas do poder deverá tirar o Crato desse dilema insuportável. Torço para que um grande investimento, a ser localizado no distrito de Santa Rosa, que é a espinha dorsal do Município de Crato se concretize. Também o bairro São José merece a construção de uma grande avenida, melhorando o acesso para aquele recanto do Crato.  Esse imobilismo de Crato tem que ter um fim.

Dia 21 de setembro também é o dia do radialista - Parabéns a todos !




Curiosidade: Dia do radialista é comemorado em duas datas

Assim como nos anos anteriores muitos radialistas estão comemorando o dia da sua profissão nesta segunda-feira. A data 21 de setembro ficou conhecida no meio radiofônico como Dia do Radialista, porém uma lei alterou a data de comemoração oficial da categoria, passando para 7 de novembro.

A história do Dia do Radialista teve início em 1943, no Governo Getúlio Vargas. O então presidente sancionou uma Lei com a qual fixava um piso salarial, ou remuneração mínima para os profissionais da categoria.

“Consta que numa reunião realizada na Rádio Nacional teria sido decidida a escolha da data do referido decreto Lei, 21 de setembro, como referência para se comemorar o Dia do Radialista. Na primeira comemoração, todas as emissoras do Rio de Janeiro silenciaram. Os profissionais foram à rua participar de uma gincana com corridas de calhambeques e foi servido um churrasco na Quinta da Boa Vista”, informa a professora de radiojornalismo e pesquisadora Débora Lopez


Com uma mudança imposta por uma lei federal em 2006, os radialistas passaram a ter duas datas para comemorar, além do tradicional Dia do Rádio (25 de setembro). O dia 21 de setembro virou uma data simbólica e 7 de novembro a oficial. A mudança aconteceu em decorrência a uma homenagem ao músico e radialista Ary Barroso.

Fonte: Abert



Sesc realiza palestra em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Doença de Alzheimer


Ontem, dia 20 de setembro, o Sesc*, braço social do Sistema Fecomércio-CE,  realizou a palestra "A importância de cuidar e ser cuidado", em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Doença de Alzheimer, lembrado em 21 de setembro. Com a proposta de discutir a prevenção e o tratamento, a palestra aconteceu às 15h, na Unidade Crato do Sesc, no Teatro Adalberto Vamozi.

O evento foi voltado, preferencialmente, para os idosos participantes do Trabalho Social com Idosos do Sesc (TSI), mas qualquer pessoa interessada no assunto pôde participar.  O objetivo da palestra foi abordar o conceito da doença de Alzheimer, desde seu diagnóstico até seu tratamento, levando informações importantes para a população sobre a prevenção e os cuidados com o paciente.

O Alzheimer é uma doença progressiva que afeta algumas funções importantes do cérebro, como a memória. A doença ainda não tem cura, mas pode e deve ser tratada. O Dia Mundial da Doença de Alzheimer é lembrado no dia 21 de setembro, a data foi instituída pela ADI (Alzheimer's Disease International), entidade internacional que congrega mais de 75 Associações de Alzheimer no mundo.

Saiba mais:

A doença de Alzheimer é a forma mais comum de demência. Não existe cura para a doença, a qual se agrava progressivamente até levar à morte. Foi descrita pela primeira vez em 1906 pelo psiquiatra e neuropatologista alemão Alois Alzheimer, de quem recebeu o nome.[1] A doença é geralmente diagnosticada em pessoas com idade superior a 65 anos,[2] embora possa ocorrer mais cedo. Em 2006, existiam no mundo 26,6 milhões de pessoas com Alzheimer e em 2050 prevê-se que afete 1 em cada 85 pessoas à escala mundial.[3] A doença afeta 1% dos idosos entre os 65 e 70 anos, mas a prevalência aumenta exponencialmente com a idade, sendo de 6% aos 70, 30% aos 80 anos e mais de 60% depois dos 90 anos.[4]

Embora a doença de Alzheimer se manifeste de forma diferente em cada pessoa, existem diversos sintomas em comum.[5] Os primeiros sintomas são geralmente confundidos com sinais relacionados com a idade ou manifestações de stresse.[6] Nos primeiros estágios, o sintoma mais comum é a dificuldade em recordar eventos recentes, o que se denomina perda de memória a curto prazo. Quando se suspeita de Alzheimer, o diagnóstico é geralmente confirmado com exames que avaliam o comportamento e a capacidade de raciocínio da pessoa, os quais podem ser complementados por um exame cerebral.[7] No entanto, só é possível determinar um diagnóstico definitivo através de um exame ao tecido cerebral. À medida que a doença evolui, o quadro de sintomas pode incluir confusão, irritabilidade, alterações de humor, comportamento agressivo, dificuldades com a linguagem e perda de memória a longo prazo. Em grande parte dos casos, a pessoa com Alzheimer afasta-se gradualmente da família e da sociedade.[6][8] Gradualmente, o corpo vai perdendo as funções corporais normais, o que acaba por levar à morte.[9] Uma vez que a doença se manifesta de forma diferente em cada pessoa, é difícil prever como irá afetar determinada pessoa. Antes de se manifestar por completo, a doença evolui ao longo de um período de tempo desconhecido e variável, podendo progredir ao longo de anos sem ser diagnosticada. Em média, a esperança de vida após o diagnóstico é de cerca de sete anos.[10] Pouco mais de 3% das pessoas vive mais de 14 anos após o diagnóstico.[11]

A doença de Alzheimer é classificada como transtorno neurodegenerativo. As causas e progressão da doença ainda não são completamente compreendidas, [12] embora se saiba que estão associadas às placas senis e aos novelos neurofibrilares no cérebro.[13] Os tratamentos atuais destinam-se apenas aos sintomas de Alzheimer, não existindo tratamentos para parar ou regredir a progressão da doença. Até 2012, tinham sido realizados mais de mil ensaios clínicos a vários componentes da doença.[14] Como forma de atrasar o desenvolvimento de sintomas cognitivos em idosos saudáveis, tem sido sugerida a realização de exercício físico e mental e uma dieta equilibrada, embora não existam evidências conclusivas em relação a eventuais benefícios.[15]

Uma vez que a doença de Alzheimer não tem cura e é degenerativa,[12] a pessoa afetada torna-se gradualmente dependente da assistência de outros. Em muitos casos, é o cônjuge ou um familiar próximo quem assume o papel de principal cuidador.[16] A doença tem um impacto significativo para os cuidadores, a nível social, psicológico, físico e económico [17] [18] [19]. Em países desenvolvidos, Alzheimer é uma das doenças com maiores custos sociais.

Fonte: Assessoria de Imprensa do SESC Crato
Fonte adicional: Wikipedia




IFCE Crato abre inscrições para competição de robótica


I Cariribot ocorre dia 23 de outubro 


Estão abertas até 15 de outubro as inscrições para a primeira edição do Cariribot, competição de robótica organizada pelo campus de Crato do Instituto Federal do Ceará. Podem participar alunos do ensino fundamental e médio, ensino técnico e ensino superior. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site https://ifcecratogerol.wixsite.com/cariribot, em que também está disponível o edital.

A competição, que será realizada no dia 23 de outubro, é dividida em quatro modalidades: seguidor de linha níveis I e II, labirinto, vôlei e robô ratoeira. Cada prova exige um tipo de controle para os robôs, que podem ser autônomos ou controlados por tecnologias sem fio.

As equipes devem ser formadas por no mínimo dois e no máximo quatro participantes. Para confirmar a participação, os inscritos precisam publicar no youtube, até o dia 15, um vídeo de até um minuto apresentando a equipe e os robôs competidores.

O I Cariribot é organizado pelo Grupo de Estudos em Robótica e Olimpíadas Livres, o Gerol. Segundo o professor Camilo Silva, coordenador do grupo, o objetivo é compartilhar experiências na área de robótica, promovendo a integração de alunos, professores e instituições de ensino, além de estimular o uso da tecnologia na região do Cariri.

Serviço
Competição de robótica Cariribot
Inscrições: até 15 de outubro, pelo site https://ifcecratogerol.wixsite.com/cariribot
Data do torneio: 23 de outubro
Local: IFCE campus Crato




Estácio FMJ realiza “Dia “E” com diversos serviços prestados ao público




Será realizado no próximo dia 27, na Estácio FMJ, em Juazeiro do Norte, o “Dia E” com diversas atividades prestadas pelo curso à comunidade, dentro da 6ª edição nacional. A programação irá acontecer em um espaço estratégico do município, para atender a população local: na praça do Giradouro, bairro Triângulo, das 8 horas às 12 horas.

A programação envolve diversos tipos de atendimento ao público, com os projetos de extensão dos cursos de Enfermagem, Medicina, Farmácia e Fisioterapia, envolvendo alunos e professores da instituição. O “Dia E” Nacional é um projeto corporativo que envolve todos os gestores e acadêmicos, docentes e colaboradores administrativos, com objetivo de realizar ações de Responsabilidade Social, por meio de voluntariado.

Na área da Enfermagem, serão realizados serviços de orientação e prevenção do câncer do colo uterino e de mama. Já na Fisioterapia, serão realizadas orientações relacionadas à gordura corporal e ventosas. No curso de Farmácia, haverá aferição de pressão arterial, glicemia e fitoterapia, além da tenda da vulnerabilidade, com o curso de Medicina.

Fotos: Elizângela Santos
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte 




Problema na válvula do Orós deixa moradores de Jaguaribe sem água por três dias


Em decorrência de problemas na válvula dispersora do Açude Orós houve uma redução do nível de água no leito do Rio Jaguaribe, impossibilitando a continuidade do abastecimento de água dos moradores da cidade de Jaguaribe por pelo menos três dias. O abastecimento de água para a cidade de Jaguaribe está, portanto, suspenso até esta sexta-feira, 22, segundo informações do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), que recebeu orientações da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). A falta de água nas torneiras começou nesta quarta-feira, 20.

Fonte: Diário Centro Sul






Marco Aurélio indefere pedido de suspensão da emenda que extinguiu o TCM-CE



Após o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM-CE) ser ocialmente extinto no último mês de agosto com a publicação da emenda constitucional nº 92 no Diário Oficial do Estado, depois de sua aprovação na Assembleia Legislativa o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, indeferiu, na última segunda-feira (18), mais um pedido para que a medida fosse reconsiderada.

Protocolado pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), o pedido de apreciação de liminar requisitava a suspensão imediata dos efeitos da emenda que extinguiu o TCM-CE e declaração de inconsitucionalidade da mesma, algo prontamente inderido pelo ministro do STF. "É impróprio determinar a suspensão de norma impugnada mediante decisão individual", informou Marco Aurélio Mello. Ainda conforme o ministro, somente uma decisão do Pleno do Supremo, com maioria absoluta dos votos (6), poderia culminar na suspensão da emenda. O assunto, diz em sua decisão, já estr pronto para entrar na pauta do STF, mas, segundo ratifica Marco Aurélio, tal
decisão cabe somente à presidente do Tribunal, ministra Cármen Lúcia.

De acordo com o pedido da Atricon, a aprovação da emenda que extinguiu o TCM-CE ocorreu "em represália à atuação do Órgão na fiscalização de despesas e prestações de contas no âmbito dos Municípios do Estado do Ceará". A Associação alega, ainda, que houve "irregularidade no processo legislativo, de agrado por iniciativa parlamentar", uma vez que o tema teria que ser levantado somente pelo Tribunal de Contas local.




Comando do PT discute suspensão de Palocci



O secretário-geral do partido, Romenio Pereira, levará a proposta ao diretório nacional. A ideia é que ele seja formalmente afastado do partido até a conclusão do processo de expulsão.

"Ele terá amplo direito de defesa", disse Romenio, afirmando que ideal seria um desligamento voluntário do ex-ministro. O ex-ministro dos governos Lula e Dilma negocia um acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava-Jato. Em depoimento ao juiz Sergio Moro, Palocci disse que Lula e o empresário Emílio Odebrecht, dono da Odebrecht, firmaram um "pacto de sangue" após a saída do petista da Presidência da República. Disse também que o empresário fez um caixa de R$ 300 milhões para Lula e o PT e entre a propina ao ex-presidente estavam no acordo o sítio de Atibaia, um terreno para o Instituto Lula e a remuneração por palestras.

No último dia 13, Lula prestou depoimento ao juiz Sergio Moro e disse que Palocci é "calculista, frio e simulador" e negou que tenha feito qualquer tipo de acerto ilícito com a empreiteira Odebrecht. "Conheço o Palocci bem. Se ele não fosse um ser humano, ele seria um simulador. Ele é tão esperto que é capaz de simular uma mentira mais verdadeira que a verdade. O Palocci é médico, é calculista, é frio", disse Lula. Tanto Lula quanto Palocci depuseram na ação em que o ex-presidente é acusado de se beneficiar de vantagens indevidas pagas pela empreiteira Odebrecht - incluindo a compra de um terreno que seria destinado ao Instituto Lula, e cuja negociação teria sido intermediada por Palocci.

Fonte: Agência Brasil




Em setembro, Fortaleza registra segunda menor prévia da inflação no Brasil




Fortaleza registrou a menor prévia da inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), do IBGE, desde que a pesquisa foi iniciada – em 2006.. A deflação foi de 0,24% neste mês de setembro. Este é o menor índice mensal de toda a série histórica da capital medido pelo Instituto.

Além de atingir o menor patamar histórico, o IPCA-15 mensal de Fortaleza também foi o segundo mais baixo do País em setembro, ficando à frente apenas de Goiânia, que apresentou retração de -0,29%. Outras duas capitais do Nordeste, Recife e Salvador, também registraram índices negativos, com -0,09% e -0,19%, respectivamente, enquanto Brasília ficou com o maior percentual mensal, com alta de 0,69%.

O resultado do IPCA-15 de Fortaleza aumentou a retração observada no mês anterior (-0,02%), sendo a quarta queda consecutiva da Capital. A taxa também ficou bem abaixo do resultado geral do País (0,11%).
Dos nove grupos analisados no levantamento, três também registraram deflação na prévia de setembro, com destaque para Alimentação e Bebidas, que caiu 1,18%. Esse grupo já acumula retração de 2,62% no ano.No sentido contrário, foi observada variação positiva de 0,53% em Transportes e acumula alta de 5,54% de janeiro a setembro.

Fonte: Ceará Agora



Crato: SEM RECEBEREM PAGAMENTO, MOTORISTAS PARAM E ALUNOS DO DISTRITO DE SANTA FÉ FICAM SEM TRANSPORTE



Mais Um Problema Se Repete No Distrito De Santa Fé. Nossa Redação Foi Procurada Por Algumas Mães Para Mostrarem A Sua Insatisfação E Pedir A Secretária De Educação Que Resolva Isto O Mais Rápido Possível, Já São Três Dias Que Os Alunos De Santa Fé Não Têm Transporte Escolar.

O Problema Parece Ser Corriqueiro, Esta Não É A Primeira Vez Que Acontece.
“A Cada Dia Em Vez Das Coisas Melhorarem Em Nosso Distrito, Tudo Só Vai Piorando”. Afirmou Uma Mãe Indignada Com A Situação. Realmente Difícil De Entender Que Situações Como Esta, Esteja Acontecendo Na  Cidade Do Crato.

Fonte: Moisés Rolim - Folha Cratense





A “ditadura” do ensino da História do Brasil – por Armando Lopes Rafael


Hoje não falarei sobre o ensino de história nas universidades públicas, onde predominam (ainda) os professores marxistas-leninistas que só  pregar a "luta de classes". Falarei hoje apenas no âmbito do ensino de história do Brasil nas escolas de 2º grau. O que já é uma lástima.

Pedro I, o pai
                                                                    Pedro II, o filho

"Uma imagem vale mais do que mil palavras". A frase me vem à mente enquanto folheio um livro de História do Brasil para alunos de 2º grau. Tenho de dar razão ao prof. Paulo Napoleão Nogueira da Silva, professor de Direito Constitucional na Universidade Estadual Paulista,  que escreveu:
"Nos cem anos durante os quais vigorou a proibição de sequer falar-se em monarquia, o País foi programaticamente induzido (as palavras programaticamente induzido vêm grifadas no artigo) a esquecê-la. Diretrizes governamentais de todos os tipos, explícitas ou dissimuladas, foram adotadas nesse sentido. Substituíram dom Pedro I por José Bonifácio, na iconografia oficial da Independência, mas a figura do Patriarca não calou fundo, além do que ele próprio era um defensor da Monarquia. Então o papel de Tiradentes - relevante no processo de formação e conscientização da nacionalidade, e sem dúvida glorioso, foi enfatizado e realçado a um grau nem sempre compatível com a realidade histórica. Ainda e sempre, para esconder ou minimizar o papel de Pedro I - um monarca - no processo da Independência.
Desde os primeiros dias da República os autores dos livros didáticos para os cursos primário e secundário, segundo critério de orientação e exigências do Ministério da Educação, passaram a só estampar o retrato de Pedro II com as longas barbas e o aspecto cansado dos seus últimos anos de vida, para associar à Monarquia a imagem de velhice, decrepitude e coisa antiga. Esses mesmos livros tratavam, e ainda hoje tratam, de evidenciar as glórias da proclamação da República, o heroísmo de Deodoro e o idealismo dos seus companheiros, como se tivessem participado de uma feroz batalha em prol da liberdade”.
 Tendo sido assim, desde 1889. De lá para cá, as várias gerações vêm sendo formadas (melhor dizendo "deformadas") propositadamente pelos historiadores positivistas republicanos e pelos professores marxistas que deturpam a verdade histórica para beneficiar a ideologia superada que defendem.

Postado por  Armando Lopes Rafael

Um fenômeno que não tem explicação natural: O Sangue de San Gennaro se liquefaz, novamente


Nápoles – Itália (matéria da Gaudium Press) Alegria! Todos os fiéis da nave gritam: “O Sangue está líquido, o sangue está solto”. E, imediatamente, após o anúncio como já é tradição um lenço branco tremula, fora do templo sagrado fogos de artifícios são soltos, para comemorar o milagre.

O Sangue de San Gennaro se liquefaz, novamente.jpg

“Quando eu abri o cofre, o sangue já se dissolveu”, anunciou o Arcebispo de Nápoles durante a celebração na Catedral. “Obrigado ao Senhor que mais uma vez mostrou o seu bem”, disse Dom Crescenzio Sepe.
Na sua homilia o Cardeal Crescenzio Sepe recordou “os dramáticos acontecimentos deste verão”. Lembrou que vivemos em tempos difíceis o qual chamou de “desastroso e doloroso”. Citou o terremoto de Ischia, os incêndios que fez inúmeras vítimas e uma perda para natureza, também com reflexo na própria economia. O purpurado, ainda, comentou a morte de uma família de turistas em Soltarara di Pozzuoli, que a todos deixou de luto.
Referindo-se aos imigrantes disse que são peregrinos e que a igreja de Nápoles criou para este ano a pastoral inspirada no trabalho e misericórdia, “mesmo aqui em Nápoles, ao cuidar dos nossos pobres irmãos, sem distinção de nacionalidade ou religião e cor de pele” mostra nosso desejo de paz, concluiu. 

Sobre a história do sangue de San Gennaro
A esta pergunta do correspondente da Revista Arautos do Evangelho, responde Dom Vincenzo de Gregório, Abade-Prelado da Capela do Tesouro de San Gennaro, em Nápoles:
“Sobre o sangue, não temos nenhum documento antigo a não ser a partir de 1389. É uma crônica na qual se relata que em Nápoles acontece o prodígio do sangue que se liquefaz. Supõe-se que esse documento, originário da Sicília, já existia antes de 1389. Desde quando? Ninguém pode dizê-lo.
“A única coisa que remonta à época de San Gennaro é a forma da ampola. Do ponto de vista arqueológico, ela tem uma forma típica de uma ampola do século IV. As investigações científicas levam a considerar que dentro dessa ampola há sangue humano. Isto é o que se conclui do exame de espectroscopia, que é atualmente o exame mais adequado.”

Mas como garantir que esse sangue é realmente de San Gennaro?
“Este é um motivo de séria reflexão”, responde Dom Vincenzo. “Esse sangue sempre foi considerado de San Gennaro, e, portanto, perde-se na noite dos tempos a tradição oral que mantém esta relação. De outro lado, é verdade que existia o costume de guardar o sangue dos mártires. Há, pois, fundamentos históricos para tomar como segura a tradição popular.”
Esse prodígio se repete anualmente diante de milhares de assistentes na Basílica de San Gennaro, em Nápoles. Uma ampola de cristal contém uma certa quantidade de sangue coagulado de San Gennaro que se torna líquido em determinados dias do ano, em geral na véspera do primeiro domingo de maio, na festa do Santo, 19 de setembro, e no aniversário da erupção do Vesúvio, 16 de dezembro.