xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 15/08/2017 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 agosto 2017

Os sons do inesperado - Por: Emerson Monteiro

Escrever, no mínimo, é prazeroso, instigante. Oferece ímpetos de a gente correr em busca de novidades e encontrar alternativas de jogar com as palavras, em meio às rotinas, viagem por vezes surpreendente. Os sons das palavras saem batendo nas paredes da visão, escarrancham sótãos de lembranças, notícias, pensamentos, sonhos, assim quase vadias, destituídas de propósitos ou direitos, no entanto firmes na intenção de revelar os segredos guardados nas sete capas do inexistente. Muitas, inúmeras, as chances de acalmar o instinto dessa função de transmitir, porém, ainda que tranquilizem durante algum tempo, lá adiante vêm de novo neste desejo de saltar fora e trocar em miúdos o que restara das refeições cotidianas, e tem mais, acham que queiram parar aqui e dividir a solidão das existências, nesta comunhão de pensamentos na mesma aventura das revelações interiores. Palavras, palavras, palavras...

E quando, outra vez, elas descobrem a gente presa da angústia de querer contar o inconfessável, psicografando junto o séquito de andarilhos, de longe, observam os desavisados e trazem sons do inesperado ao texto.

Outro dia, Ceci me falou que, recentemente, ouviram profundo estrondo nas imediações do litoral norte da Bahia, quando identificaram naquilo a queda de um meteoro de maiores proporções. A notícia gerou empenhos dos estudiosos em localizar os pedaços do corpo celeste, disso pedindo à população que tragam às pesquisas tais pedras de corisco que recolheram. Eis dos tais sons do inesperado em que falei. Quantas e tantas ocasiões correm nos céus as estrelas cadentes, riscos de luz desses corpos que penetram a atmosfera da Terra e incendeiam nos fachos luminosos. Deles veem-se os claros, no entanto há dias em que deles também se ouvem o estrondo ao tocarem o solo das proximidades dos núcleos humanos.

Isso lembra os sons das palavras quando invadem o silêncio em volta e chegam ao coração, no instinto de serem transmitidas uns aos outros, pela escrita, no discurso de papel. Algumas viram coriscos e chamegam o território íntimo de quem escreve e adiante dos que leiam.

Homenagem ao Cratense Pedro Bantim Neto - Por: Valdemir Correia de Sousa




Li aqui no Blog do Crato, em um relato de primeira categoria, uma mini-biografia de Pedro Bantim Neto. Endosso tudo o que foi escrito pelo autor do artigo, e ainda quero acrescentar mais algumas
coisinhas que não foram lembradas: Pedro Bantim era uma figura de um humor autêntico, fino, salutar e espontâneo. Na sua sorveteria, os sorvetes que ele fabricava e vendia, os clientes se deleitavam com seus vários sabores, como manga, sapotí, cajú, e demais futas da terra.

O mesmo só vestia de linho branco, com uma impecável camisa silac de 4 bolsos, e também um impecável sapato branco. Era um autêntico médico no modo de trajar, e não fazia restrições a quem o chamasse de Dr. Bantim. Como tinha muita amizade com o mesmo, e sabedor de como ele apreciava brincadeiras, e como se fosse combinado, levávamos o fictício para o  real.

Pois bem, a minha loja era uma galeria que ligava a Rua Dr. João Pessoa, à Santos Dumont, por onde passava uma infinidade de pessoas durante o expediente comercial. O meu birô ficava no meio da loja, e havia sempre muitos clientes, vendedores, etc. Mais ou menos 3 da tarde lá vinha Bantim. Chegava, e dizia: "Boa tarde..boa tarde, Dr.Bantim", respondia eu. Como foi seu dia ? Perguntava, e ele respondia... "Foi mais ou menos, operei somente 6, sendo que destes 6, 3 morreram logo, e creio que daqui pra amanhã os outros 3 também vão partir...". Então, ele saía, e as pessoas que estavam comigo, arregalavam os olhos e diziam... "Eita Dr. da mulesta !"

Todo dia era assim: Um dia, morriam 3, noutro morriam 4, etc, até que um dia chegou lá um caminhoneiro, gaúcho, com uma barriga enorme, e começou a se queixar... Seu Valdemir, estou aqui me vendo com uma dor de estomago, pois comi uma feijoada e me fez mal. Nisso, lá vem Dr. Bantim, e começava o ritual... Dr. Bantim... grande medico...tão dizendo, ele respondia. Aí falou que havia virado um caminhão descendo a serra, tinha muita gente ferida e achava que poucos iam sobreviver.  Então eu disse.. "Dr.bantim este motorista aí está se vendo com uma dor, peço que você examine o mesmo". Aí  o caminhoneiro arregalou os olhos e disse.. não, não doutor, já tô bonzinho". Bantim disse: "Bem amigo, caso a dor volte, vá até ao hospital, que eu lhe opero." Resposta do caminhoneiro... "Vá operar o diabo, eu mesmo não..."

Essas histórias eu contei aos filhos de Bantim, e eles sabiam que não existia nenhuma maldade, e hoje ao ver o mesmo cercado pela família nesta foto, com muitas saudades, quero transmitir a todos. meus votos de estima e consideração.

Um grande abraço, meu amigo. Sei que onde voce está, é somente alegria.


Valdemir Correia de Sousa
Crato, 14 de Agosto de 2017
Para o Blog do Crato






AMIGOS, MUITO OBRIGADO PELAS MENSAGENS DE ANIVERSÁRIO !


Quando se recebe mais de 300 mensagens de aniversário, temos mais é que agradecer ! ( do Facebook )




Estava aqui pensando no que move a humanidade em ser às vezes tão solidária, gentil e agradável, mesmo com quem não conhece, ou pouco conhece o seu trabalho.

Hoje, 15 de agosto, completo 51 anos de idade muito bem vividos. Agradeço a Deus nessa existência, ter recebido o chamamento e o dom da música ainda bem cedo, de ter trilhado esse caminho mágico dos sons que há poucos é dado conhecer, e sobretudo, de haver conhecido pessoas tão maravilhosas em todas as áreas e de tantos lugares, que possibilitaram meu crescimento espiritual e artístico. Posso dizer que sou uma pessoa feliz, que tive uma existência feliz, porque faço aquilo que amo, e amo aquilo que faço. Também trabalho há muitos anos como jornalista, fotógrafo, dentre outras coisas. Estou há alguns meses voltando a me dedicar quase que exclusivamente à música, e em breve teremos novos shows e concertos, sem perder o melhor que aprendi em outras profissões.

E como é estar aos 51 ? Cada vez melhor. A vida até agora tem sido de intensa pesquisa, de amadurecimento, da tentativa de compreensão do mundo e das pessoas ( E de muito trabalho, claro ). Cada vez mais procuro defender a tese de que é possível se ter razão, sem que o outro esteja errado necessariamente. Acredito que a educação, o amor entre as pessoas, e sobretudo, a compreensão, são as maiores ferramentas que possibilitarão que a humanidade dê o seu maior passo em direção a um verdadeiro desenvolvimento. Não será a tecnologia, não será a ciência, mas a busca pelo crescimento interior, pois o grande problema é que o nosso conhecimento tecnológico de há muito superou a busca pelo auto-conhecimento e o crescimento enquanto seres humanos, e por isso vemos tanta violência, tanta maldade, e tanta estupidez no mundo.


Mas isso de forma alguma me faz desacreditar que os grandes sonhos possam se tornar realidade. Ainda acredito que é possível evoluir juntos a um plano superior de existência, de fartura, mesmo aqui na terra, onde, através do auto-conhecimento, quebraremos as amarras que nos prendem. E porquê acredito nisso ? Quando vejo a prática da bondade, de justiça, de amor, de carinho, da solidariedade.

A nossa convivência diária aqui no Facebook acaba nos tornando uma grande família. Sei bem que amizades profundas podemos contar apenas nos dedos, mas de vez em quando me surpreendo com algumas pessoas, e por incrível que pareça, às vezes alguns "desconhecidos" fazem mais por nós, do que os velhos conhecidos, e isto é mais uma lição que se aprende. A grande pergunta também é: O que temos feito pelos nossos amigos ? A amizade é sempre uma via de mão dupla.
Portanto, eu gostaria de agradecer a todos que fazem parte do meu círculo de amizades aqui no Facebook, no Twitter, no Instagram, e outras redes sociais, como o Youtube, onde também tenho muitos amigos, por tantas demonstrações de gentileza, e pela bela convivência ao longo do ano. Creio firmemente que o melhor ainda está por vir, e que cada um ainda não mostrou todo o seu potencial nem seu maior brilho, mas certamente que chegaremos lá.


Por hora, desejo simplesmente AGRADECER e dizer que continuarei a jornada em direção à realização de grandes projetos que envolvam a sociedade, que tragam o bem a muitos, que estes não sejam apenas sonhos ou devaneios, mas realidade firme.

Muito obrigado pelas maravilhosas mensagens de aniversário. Certamente que eu nem as mereço, e muitos fazem por pura gentileza, e é exatamente isso que os tornam pessoas tão especiais para mim. Porque esta é a maior demonstração de solidariedade, a de ser solidário com quem pouco conhecemos. Espero também poder retribuir tanta gentileza e carinho.








E parodiando um grande poeta, "...Para mais tarde, quando a morte, a senhora de todas as almas, bater à minha porta, eu possa abrir calmamente e dizer com alegria: "Podes entrar...eu tive um bom dia !"

Um forte abraço,
Vamos à luta

Dihelson Mendonça


Reitor da UFC critica novos cursos de Medicina criados para o Ceará: não existem infraestrutura de apoio nas cidades a serem beneficiadas


Fonte: “O POVO”, 15-08-2017.


Vista aérea de Crateús, uma das cidades beneficiadas com uma faculdade de Medicina 

O reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry Campos, considera “inadmissível” e até “inexplicável” a decisão do Ministério da Educação de criar cinco novos cursos de Medicina no Interior cearense. Ele chegou a dizer que, da sua parte, não recebeu nenhum comunicado oficial. No Estado, a UFC chancela cursos públicos de Medicina como os de Sobral e Juazeiro do Norte. O MEC, de acordo com o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, autorizou cursos para Crateús, Iguatu, Itapipoca, Quixadá e Russas. Para Henry, não há necessidade de cursos do gênero nesses municípios, até por não contarem com infraestrutura de apoio. “O que precisa é fortalecer o SUS e, com isso, termos um ambiente de formação adequado para os cursos  que já existem”, sintetiza o reitor. 

"Coisas da República": João Santana e Monica dizem a Moro que "estão passando por dificuldades" e pedem liberação de R$ 22 milhões oriundos das propinas

O casal foi preso em fevereiro de 2016 e solto em agosto do ano passado
São Paulo - A defesa do casal de marqueteiros de campanhas milionárias do PT, João Santana e Monica Moura, pediu ao juiz federal Sérgio Moro a liberação de parte de dinheiro bloqueado por ordem do magistrado da Lava-Jato. Segundo os advogados Beno Brandão, Alessi Brandão e Juliano Campelo Prestes, os publicitários contratados a peso de ouro nas campanhas presidenciais de Lula (2006) e Dilma (2010 e 2014) estão "passando por dificuldades".

Saiba mais
Santana e Mônica são delatores da Lava-Jato. O casal foi preso em fevereiro de 2016 e solto em agosto do ano passado. "Os colaboradores estão passando por dificuldades financeiras decorrentes do bloqueio dos valores, bem como, pelo fato de não poderem trabalhar e auferir renda para seus gastos pessoais e de suas famílias, sendo, então, de vital importância a restituição dos valores remanescentes, inclusive, para pagamento dos honorários advocatícios", argumentou a defesa.
Em maio, Moro determinou que do total bloqueado - R$ 28.755.087,49 - fossem transferidos R$ 6 milhões para duas contas judiciais. O restante dos valores, decidiu o magistrado, deveria continuar retido. Os advogados do casal estão tentando a liberação do dinheiro que sobrou. Na Segunda-feira passada, dia 7, a defesa reiterou ao juiz o pedido para que "seja liberado todo o valor remanescente bloqueado".
O Ministério Público Federal, em manifestação a Moro, em junho, foi contrário à liberação da verba ao casal. Os procuradores alegaram que é preciso esperar o repatriamento de valores constantes da conta Shellbill, mantida pelos marqueteiros no exterior.
"Verificando-se que o processo de repatriação ainda está em seu estágio inicial, entende o Ministério Público que servem os valores constritos nos bancos nacionais por meio do sistema BacenJud como garantia ao adimplemento da sanção pactuada, não cabendo o desbloqueio antes do integral repatriamento do saldo da conta Shellbill", afirmou a Procuradoria da República.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31