xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/04/2017 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 abril 2017

Caso de Fidelidade, ou “Carta Aberta a Antônio Correia Lima (por Pedro Esmealdo)

    
Prezado Toinho: Considero você um cidadão de bem.
          Creio que está fugindo da regra. Mostra a ingratidão ao seu torrão natal. Para mim, você é uma figura notável, útil a sociedade Cratense, mas diga-se de passagem, você está à deriva, utilizando coro de um conjunto musical que contraria o bom andamento do Município.
       É uma espécie de cidadão indisposto para enfrentar a fraticida ou usar o tema de sujeito a discursar em querer praticar o movimento separatista a fim de dilacerar o Município de Crato.
            Atualmente, o município do Crato precisa de união, já que todo este município está sofrendo o abalo sísmico da desunião e ainda você não compreende o estado febril da desigualdade, contra a fraternidade e o amor ao município do Crato.
            Quero saber se você anda tonto e não compreende as barreiras que se tornarão intransponíveis, provocados por tantos problemas existentes, pois vêm, querer dinamitar com palavras inócuas e indesejadas. É preciso ter amor telúrico a terra comum para que o Crato com dignidade o seu caminho.
            Por isso, é o desejo de todos: praticar a união e desejar trabalho avançado e pragmatismo. Torna-se uma pessoa desafiadora e lutadora em prol da defesa da natureza. Por isso, passo uma frase que aprendi no estudo rudimentar de filosofia, visto que havia deles que pregavam a violência sem violência. Agora cito que você não é fiel ao Crato, portanto quero agora citar palavras mais abrangente, isto é não ser que seja nociva a prática de avanço da tecnologia moderna, visto que está praticamente absolvido pela falta de amor de alguns de seus filhos que deixam o Crato à deriva que faz aborrecer o cidadão comum.
            Se você não tem amor ao Crato, deixa de lado as ideias nocivas, isto é, que não é prática ao avanço sistemático da tecnologia moderna e está praticando atos absurdos que faz arrepiar cabelos do cidadão Cratense. Por exemplo: você está tirando verbas destinados aos outros recantos da cidade na  circunscrição territorial desse Município em conluio com o prefeito anterior com intuito de beneficiar a si próprio. Insinua a todos que empreguem vantagens destinadas aos seus distritos adjacentes, com o intuito de empregar essas verbas unicamente para o Distrito de Ponta da Serra. Nesse caso, prejudica outras localidades, que ficam marginalizadas, perdidas no meio das trevas.Esses outros Distritos ficam isolados, sem receber grandes melhoramentos.
            Isto é medida abusiva, ou melhor, são medidas que causam transtornos a aqueles que não amam o Crato. Agora, você provoca revoltas, contaminando a mente humana com palavras ocas que não ficam envergonhadas com tanto desnível de tratamento desigual. Principalmente aqueles que amam o seu município e ficam indignado quando observam tratamento injusto que você faz em comunhão com os religiosos. Vivem sem amor e sem compreensão mútua não praticam seriedade. O seu trabalho é indesejado visto que é a separação territorial desse distrito.
            A meu ver, o Brasil atualmente está passando por dificuldades econômicas, financeiras e social, não há condição de acelerar criação de outros municípios que ficam praticamente vizinhos a zona urbana da cidade. Por isso, quero afirmar que religioso, não entende patavina de economia política, pois a sua missão é pregar somente a palavra de Deus.
            Isto não seria soluções para beneficiar o povo que venha permitir visão ampla na passagem circundante deste município do Crato, pois quero lembrar que todos entrem em atitudes serias, já que Deus é solícito, só procura fazer o bem, ainda que a pessoa seja ateia e ingrata.
         Todos vivem como se Deus não existisse. Mas mesmo assim Ele cuida de você: No passado, embora tenha permitido que pratique o mal e ainda Ele entra na vida continua dando apoio a todos que o procuram.
            Continuo com as mesmas perguntas úteis que venham esclarecer a mente do cidadão comum: onde? Como? Quando?. Vejamos provavelmente lembro que tenha feito ainda ontem digo: acabo de abrir os olhos com elogios e luta pelo crescimento deste município. Crato é uma bandeira que iniciou a expansão progressista do Centro Nordeste. Venham Senhores inimigos do Crato, ajudem o Crato com atenção e com trabalhos profícuos com desenvolvimento. Não cruzem os braços que se diz respeito a relação natural das coisas: venham hoje destronar o sal que prejudica a parte educativa, comercial, que às vezes, causam discórdias no seio da população.
            Isso causa inveja para muita gente, traz arrefecimento, deixa o Crato marginalizado por essa inveja dolorosa, realizado por esses invejosos que andam, discursando por aí, pertencente a um grupo social fechado que deseja dominar a região do Cariri. Deixa receosos, com medo de aparecer nos rodeios das causas justas, provocado por pessoas que desejam constituir determinado grupo social, que traz oposição maléfica de certas pessoas que só visam o bem de si mesmo.
            Onde vocês pontaserranos andam querendo encontrar o apoio financeiro no decorrer da vida?
            Vocês não notam que o Brasil está caindo numa marcha violenta que deixa o povo estarrecido, que não tem para onde ir? Por que não buscar uma união duradoura que traz consequência ajuizada que empurra o homem para conseguir apoio moral e financeiro, para conseguir trabalho digno e uma vida melhor?
            Há distrito incompreensível já que não tem objetividade definida e anda desgarrado da tela do desenvolvimento equilibrado que venha trazer boas consequências com equilíbrio moral.
          Ah! Crato velho sofredor, atualmente só aparece intriga que o homem não sabe desvencilhar as dúvidas porque o povo não quer compreender e não quer resolver.

Nota de Pesar

INSTITUTO CULTURAL DO CARIRI - ICC

NOTA DE PESAR

O Instituto Cultural do Cariri – ICC, através da sua Diretoria, vem de público expressar o sentimento de pesar quanto à perda do Revmo. Dom Newton Holanda Gurgel, Bispo Emérito da Diocese do Crato e Sócio Efetivo e Membro de Cadeira deste Sodalício, ocorrida neste dia 06 de abril de 2017.

Apresentamos, assim, nossas sinceras condolências à família e a todos católicos desta Diocese cratense.

Crato CE, 06 de abril de 2017.

José Huberto Tavares de Oliveira
Presidente do Instituto Cultural do Cariri

Heitor Feitosa Macêdo
Secretário

Faleceu Dom Newton Holanda Gurgel, quarto Bispo de Crato – por Armando Lopes Rafael

  Nascido na cidade de Acopiara, Ceará, em 01 de novembro de 1923, Dom Newton Holanda Gurgel recebeu a ordenação sacerdotal em 17 de dezembro de 1949. Foi reitor do Seminário São José de Crato e a nomeação como bispo-auxiliar de Crato veio encontrá-lo como pároco na cidade de Campos Sales.
   Recebeu a ordenação episcopal na cidade de Roma, em 27 de maio de 1979, das mãos do Papa João Paulo II, hoje Beato da Igreja Católica, cujo processo de canonização tem em andamento na Santa Sé. Dom Newton foi bispo-auxiliar até 17 de novembro de 1993, data da sua nomeação como quarto bispo diocesano de Crato. Antes, devido à renúncia de Dom Vicente, foi administrador diocesano de 01 de junho de 1992 até 16 de novembro de 1993.
   Homem simples, dotado de inteligência prática, deve-se a Dom Newton a reabertura, em 1994, do Seminário São José de Crato. A partir daí, a diocese que sofria a carência de vocações religiosas passou a ser um celeiro de sacerdotes, a ponto de hoje a Diocese de Crato ter enviado um sacerdote como missionário na Amazônia.
      Dom Newton ordenou vinte e oito sacerdotes e criou, durante o seu episcopado de oito anos e meio, quatro paróquias. Em 02 de maio de 2001 teve aceitado seu pedido de renúncia em conformidade com o cânon 401§ 1 do Código de Direito Canônico (motivo de idade). Permaneceu como administrador diocesano até 29 de junho de 2001. A partir daí, na condição de bispo-emérito, Ouvia pessoas para confissões e orientações, com espírito acolhedor e sempre bem humorado. Invariavelmente, todo dia, às 17:00h, ele celebrava a Santa Missa na Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que fez construir anexa à sua casa.
       Recentemente ele passou a residir em casa que construiu anexo ao Abrigo Jesus Maria e José, na Rua Rui Barbosa, centro da cidade de Crato. Faleceu em 6 de abril de 2017, dotado de simplicidade,  lucidez e vitalidade impressionantes.
       Características que conservou desde o início da sua missão evangelizadora, iniciada no já distante ano de 1949.



Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30