xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/02/2017 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 fevereiro 2017

A situação dos Correios em Crato - por Armando Lopes Rafael

Nova logomarca, velhas estruturas 
A crise que se abateu, em nível nacional,  sobre os Correios do Brasil tem reflexo na Agência da ECT–Crato. Esta  cidade,  com mais de 130 mil habitantes, dispõe somente de uma única agência da Empresa Brasileira dos Correios. E esta  funciona no mesmo prédio, construído em 1932, na vigência da ditadura de Getúlio Vargas, aliás, a segunda mais longa ditadura da história republicana, pois durou 15 anos.
De década em década, se faz uma reforma naquele prédio para tentar adaptá-lo às conquistas da tecnologia. Na verdade ocorre uma “meia-sola”, sem nenhum acréscimo à área para o atendimento público. Naquela Agência, as filas são grandes e intermináveis. E quando acontece de ser dia de outros pagamentos prestados pelos correios – pagamentos muitas vezes fora do foco da  finalidade dos Correios, como pagamento para inscrição em concursos públicos –  torna-se impraticável para um cliente expedir cartas ou encomendas via Sedex, pois o pequeno espaço da área de atendimento fica tomado pela multidão.

Crescendo igual a rabo de cavalo
Até cerca de cinco anos atrás, a cidade de Crato dispunha de outra agência dos Correios, que funcionava na Rua João Pessoa. Tratava-se de uma unidade franqueada pelo Sr. Edísio Martins, ou seja administrada pela iniciativa privada, que atendia melhor à clientela do que a agência estatal, da Rua Tristão Gonçalves.
No entanto aquela agência franqueada fechou, devido à burocracia exagerada dos Correios e os 130 mil cratenses voltaram a utilizar a única unidade que restou, a que funciona há 85 anos, na esquina da Rua Tristão Gonçalves. Acreditamos que de todas as cidades brasileiras com mais de 130 mil habitantes, o Crato é a única a permanecer com somente uma agência dos Correios.

Crato regrediu no setor de estacionamento de veículos no centro da cidade

Esperava-se que uma das primeiras medidas da nova administração fosse o restabelecimento da Zona Azul

Atualmente, dentre os problemas que afligem as cidades brasileiras de porte-médio consta a implantação de ações para viabilizar o plano estratégico de melhorias no trânsito citadino. Tais ações exigem das prefeituras não só a revitalização da chamada “Zona Azul”, como também a ampliação da sinalização das principais vias e avenidas das cidades. Essas ações incluem também a pintura e revitalização de faixas de pedestres, divisores de fluxo, outras placas de sinalizações indicativas.
Ao invés de progredir nesse segmento, nossa cidade regrediu! O Crato foi o único município do Brasil que, ao invés de melhorar o sistema de estacionamento de veículos no centro da “urbe”, extinguiu este avanço, da implantação da Zona Azul.
Das três maiores cidades da Região Metropolitana do Cariri, Crato é a única que não dispõe do sistema chamado Zona Azul, destinado a disciplinar o estacionamento de carros, no centro da urbe. Juazeiro do Norte e Barbalha – temos de reconhecer – acompanharam o evoluir das gestões administrativas para o crescente fluxo de veículos automotores. Já o Crato...
Aliás, o sistema da Zona Azul, no município de Crato, já foi implantado três vezes e três vezes foi desativado. A última desativação ocorreu no final da gestão do prefeito Ronaldo Gomes de Matos, a qual passou para a história como o “mais desastrado governo municipal” desta Mui Nobre e Heráldica Cidade de Crato.
Esperava-se que uma das primeiras medidas da nova administração, iniciada em 1º de janeiro de 2017, fosse a reativação da conhecida Zona Azul. Lewdo engano. Estamos em meados de fevereiro e hohe continua complicado conseguir espaço para estacionar nocentro da cidade.
Os “flanelinhas”, esses eternos “guardadores de vagas” viraram os verdadeiros “reis da cocada preta” nesse setor. Eles são os "dono do pedaço". Cobram o que querem. Ditam as ordens no estacionamento de veículos no centro de Crato.
 Recuamos ao nível de cidades dos grotões da miséria e do atraso do Nordeste, aquelas que não disciplinam o estacionamento de veículos.Pobre Princesa do Cariri! Nossa cidade, em passado distante,  já foi um paradigma de progresso e avanços em todos os setores de atividades...
Quando será que vai aparecer uma liderança confiante para enfrentar tantos problemas e tanta falta de visão administrativa...

(Texto e postagemn de Armando Lopes Rafael)

O dia que Crato foi consagrado a Nossa Senhora de Fátima -- por Armando Lopes Rafael (*)

   Era o dia 27 de janeiro de 2000. 
   O Palácio Alexandre Arraes, sede da Prefeitura Municipal de Crato, estava lotado. Ante uma belíssima imagem de Nossa Senhora de Fátima, o então Prefeito, Moacir Soares de Siqueira, visivelmente emocionado, comandava a solenidade de Consagração da Cidade de Crato ao Imaculado Coração de Maria, com a leitura do texto a seguir transcrito.

    “Ó Virgem Senhora de Fátima, a cidade de Crato, prostrada aos vossos pés, crê e espera, deseja e implora a realização de vossa grande promessa: Por fim, o Imaculado Coração Triunfará!
      E nós, enquanto Prefeito deste povo fiel, em união com o Santo Padre o Papa João Paulo II, com o nosso Bispo Dom Newton Holanda Gurgel, e todo o clero, aclamamos desde já este triunfo, que fará raiar no mundo o Reinado de vosso Divino Filho, Cristo Jesus, nosso Redentor.
      E, ao mesmo tempo, suplicamos a graça de sermos instrumentos em vossas mãos para edificação deste Reinado, que só será verdadeiramente de Jesus, se for inteiramente vosso! Sois Vós, Senhora, a Estrela da Esperança e a Aurora do Terceiro Milênio. Foi por Vós que Nosso Senhor Jesus Cristo veio ao mundo, e será por Vós que ele reinará no mundo.
       E nós, vossos filhos de Crato queremos buscar em primeiro lugar este Reino, o Reino de Jesus em Vosso Imaculado Coração, bem certos de que todas as outras coisas nos serão dadas por acréscimo.
       Para selar oficialmente este propósito, nos Vos consagramos – tanto quanto nos outorga nossa autoridade de representante civil deste povo católico – nós consagramos ao vosso Sapiencial e Imaculado Coração nossa cidade, com todas as suas famílias e instituições.
       Aceitai, Senhora, esta consagração. Nós a depositamos em vosso Coração Imaculado, para assim nos consagrarmos mais santa e plenamente ao Sagrado Coração de Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Divino Filho. Assim seja.”


        A emoção e o silêncio de todos os presentes dava a entender que Nossa Senhora tinha aceitado esta consagração e parecia dizer a cada coração: “Fiquem tranquilos. Por fim, meu Imaculado Coração triunfará.”

O que significa uma consagração
        O interessante é que a cidade de Crato se antecipou em onze meses a uma decisão, adotada, em novembro de 2000, pelo Papa João Paulo II, dedicando o terceiro milênio a Nossa Senhora! Mas, o que significa uma “consagração”? Utilizado as palavras de Maria Emmir Nogueira, co-fundadora da Comunidade Católica Shalom, podemos sintetizar assim.
         “Em hebraico, a palavra Kadosh significa “santo, separado”. É um termo utilizado em referência a Deus, o único Santo. Para as pessoas “santificadas”, ou “separadas” para Deus, posse exclusiva de Deus, que chamamos “consagradas”, os judeus utilizam o termo Kiddushin, que se refere, entre outras coisas, à santificação pelo casamento, quando o noivo é separado, exclusivo para a noiva, e vice-versa, e ambos são separados para Deus. O mesmo termo é utilizado para o povo de Israel, povo “separado para Deus” através de uma aliança. A este povo Deus refere-se inúmeras vezes, do Gênesis ao Apocalipse, como “esposa”, “noiva”, “desposada”, amada (cf. Ez 16; Os 2,42-5 e 3; Ap 22,17; Ef 5,25).
        Desse modo, consagrar uma pessoa, um casal, um povo, um local (...) é torná-lo santificado, porque exclusivamente pertencente ao Santo, que é Deus”. (...) Quando nós católicos utilizamos a palavra “consagrar”, mantemos o mesmo sentido: “separar para Deus”, “tornar sagrado”, “tornar santo porque pertencente exclusivamente ao Santo que santifica tudo o que lhe pertence, tudo o que “toca”.
        Assim, naquela singela iniciativa de 27 de janeiro de 2000, o Prefeito Moacir Soares de Siqueira – com a legítima autoridade de que estava investido – ao consagrar o Crato a Nossa Senhora de Fátima, separou para Deus esta cidade e seus moradores, oficializando-os – no âmbito civil – como propriedade da Virgem Santíssima. Esta, certamente, cuidará ainda com mais carinho e desvelo maternal, tanto da cidade como do seu povo, que já lhe pertenciam por desígnios de Deus, e cuja pertença foi ratificada por suas autoridades civis constituídas...

(*) Armando Lopes Rafael é historiador

Ministro Edson Fachin abre inquérito contra Sarney, Renan, Jucá e Machado na Lava-Jato


Este é o primeiro inquérito contra o ex-presidente no âmbito da operação. Os investigados são acusados crime de embaraço às investigações
Fonte: Estadão
(foto: Isac Nóbrega/PR e Marcelo Camargo/Agencia Brasi)
O ministro Edson Fachin, novo relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, autorizou nesta quinta-feira a abertura de inquérito contra o ex-presidente José Sarney, os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-diretor da Transpetro Sérgio Machado, para a apuração de supostas manobras para atrapalhar as investigações da Lava-Jato.
Considerando apenas processos relacionados à Lava-Jato, este é o nono inquérito contra Calheiros, o terceiro contra Jucá e o segundo contra Sérgio Machado. Quanto ao ex-presidente Sarney, é o primeiro inquérito no âmbito da operação. Este foi também o primeiro inquérito autorizado por Edson Fachin como relator da Lava-Jato - um sorteio na semana passada lhe destinou a herança dos processos que estavam sob a supervisão do ministro Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo em janeiro.
          

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30