xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 01/02/2017 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

01 fevereiro 2017

Limites imaginários - Por: Emerson Monteiro

Três conceitos principais indicam limites à Consciência, quais sejam: passado, presente e futuro. Passado não mais existe, porém dada a função da memória, esta preserva sua virtual existência a ponto de criar significados, sendo em muitos a razão fundamental da sobrevivência, lá onde ficaram guardadas as fases da vida que se foi, os pretensões lucros do sucesso, amores, vitórias, viagens, festas, etc. Lembranças favoráveis, ou decepções, estas que acarretam os gatilhos que, ao disparar, vez em quando, geram sofrimento, depressões e metabolismos doentios. Bom, ainda que o passado suma na longa estrada dos dias que ficam pra trás, sujeitam dominar o território mental e reverter o quadro atual a mera ausência onde deveria habitar todo tempo o presente definitivo.

Sim, o presente, segundo estágio da Consciência, que deve entregar ao fluir da Eternidade corpo, mente, pensamentos e sentimentos. No entanto ocorrer tantas vezes que o foco da existência, o eu, esquece ou não prevalece na sua vontade, e larga de lado o condão inestimável do presente às malhas do passado lá atrás enganchado na crosta da memória. De comum, dados os impasses desse autocontrole, deficiência em que a grande maioria incorre, o presente foge pelas veias do destino, e outros vivem a vida de quem deveria viver e andar no comando.

Perdidos, pois, do presente, fogem ao passado, ou avançam destrambelhados ao futuro, que ainda nem existe e quando existir será só
presente.

Eis o terceiro limite criado pela mente na ânsia de responder ao questionamento de existir. O futuro, que também inexiste. Criado mentalmente pelo esforço de antecipação, criaturas prendem os dentes no que viria, alucinações constantes de querer criar nas luas da inexistência, porquanto nada assegura, diante da imprevisibilidade e do mistério, que viveremos e viremos presenciar os depois de hoje. Futuro, quimera dos sonhos e país fruto da mais pura das imaginações...

Conquanto responsável pelo presente que a tudo resume, os humanos vadiam soltos entre duas abstrações e desejam ardentemente conhecer a Si longe do reino insubstituível do Presente.

Precisamos Acordar Para o Desenvolvimento – por: Pedro Esmeraldo

     
   Não é possível falar diante da carência de líderes efervescentes que venham    defender o município do Crato.
         Felizmente, aqui e ali, aparecem políticos interessados em gritar energicamente, reclamando a falta de pessoas que se interessem em lutar pelo nosso torrão.
         Alguns deles, procuram evitar as intrigas que surgem constantemente. O seu principal objetivo é esmorecer quando há o processo de associação que se une a outra que na maioria das vezes apresenta maior propriedade de pessoas que poderiam ser deferidas mas lutam contra o desenvolvimento, devido à falta de coragem de enfrentar o desequilíbrio emocional.
         Por isso, de vez em quando, há políticos que preferem permanecer afastados dos problemas sérios e não arriscam à luta que seria instituída pelo fruto carnoso que se tornara apodrecido, porque não há bom desempenho na prática de defender os arrufos que sempre aparecem constantemente nas estradas sinuosas do município sofrido.
         Nota-se que esses políticos de hoje, completamente esmorecidos, não querem enfrentar a luta. Por isso, o progresso deste município, não encontra intensidade. Não possui o maior grau de luta e se deixa cair na bancarrota do trabalho sério. Enfim outros almejam receber propina e não reagem aos estímulos negativos que seriam o mal do comportamento de certos homens. Não enfrentam a concórdia que seria a principal armadilha para proporcionar o mecanismo do desenvolvimento. Por esse motivo, não atingem o pináculo da montanha e parece, que tudo indica, não têm fé em Deus.
         Esquecem que Deus está ao nosso lado. Quando há confiança e amor ao próximo. Não enfrentam as curvas perigosas e não têm condições de enfrentar as ruínas provocadas pelo desespero. Tudo isso é proveniente da falta de amor à terra comum que se despedaçam quando observam a queda desastrosa, provocada pela ganância e a falta de amor ao trabalho. São molengas, já que permanecem à toa e entram sempre em acordo com políticos malcheirosos que só vêm aqui buscar votos e fazer promessas sem ser cumpridas.
         Não se satisfazem em buscar prestígios para satisfazer a vontade dos eleitores que é somente provocar o desenvolvimento com equilíbrio e força de vontade. Preferem entregar os pontos e receber migalhas, dizendo que o que é melhor para si é melhor para o povo, por isso não tem força moral, porque alguns deles não possuem objetividade, a sua meta é fazer da política a sua profissão.
          Assim pensamos: 
Para igualar na saúde em ritmos modernos que seria o melhoramento nas artes práticas da agricultura. Da educação, principalmente trazendo escolas nível superior que poderão avantajar o desenvolvimento na criação de empregos e rendas. Para isso precisamos ir à luta.

             

Exposição de fotografias sobre o Crato será aberta hoje na URCA





Será aberta hoje, as 19h30, a Exposição fotográfica “Passado e Presente da Cidade do Crato”, que ocorrerá no Hall  de acesso da Biblioteca Central da URCA, Campus do Pimenta, Crato.
O evento é uma promoção da Pró-Reitoria de Extensão da URCA e do Clube Foto Cariri, com apoio do Departamento de História da URCA, e ficará aberta à visitação até o dia 17 de fevereiro.

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30