07 novembro 2017

Portas da visão - Por: Emerson Monteiro

O jeito de olhar o mundo lá de fora determinava tudo, enfim. Deixar vir apenas o que alegrar. Limpar a barra quando se nos parece impossível deglutir a realidade dos dias. Eis, assim é se nos parece, do dizer das populações. Nada importa o que pensavam os oráculos de antes. Viemos, sim, buscar o fogo sagrado e desempenhar aqui a missão da descoberta.

Na viagem interestelar, descobrimos o bem que a isto responde o enigma de salvar os elementos. Fomos e seremos agentes, nessa função, mesmo que a muitos parecesse uma causa perdida. Porém tudo acontecia de acordo com as previsões do necessário. Os gestos e as versões apenas representaram peças isoladas do processo infinito. Ninguém está fora de contexto. Acima ou abaixo, todos, sem exceção desempenharam o papel que lhes coube.

Foram longas filas e demorados gestos, corredores imensos a deslizar aos pés e os festivais de atravessar noites escuras. Ainda que difíceis de cruzar, eram o que competia naquele momento do drama milenar hoje comédia. Jogo de cartas marcadas. Deuses sabiam de tudo, haviam escrito o roteiro, enquanto nós aprendíamos viver e sorrir diante das câmeras. Muitos filmes que mergulharam fundo nas telas da memória. Equívocos que representariam frações da monumental esfinge de olhos arregalados e movimentos constantes.

E fugir disso nunca haveria aonde nem quando. Alguns quiseram sair de cena, no entanto também fizeram sua parte com igual perfeição. As farras homéricas, por exemplo, constaram do texto original, e tantos aceitavam tamanha exatidão que aprenderam a somar pontos e ganhar prêmios e flores.

Tais bichos do animado zoológico da visão, cumprimos à risca nossa parte, e agora chegam suavemente os instantes solenes da Paz que encherá o firmamento enquanto os anjos entoarão cânticos de louvor no encontro da gente e da Eternidade.

(Ilustração: Prometeu, Rubens).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.