xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Rei Davi - Por: Emerson Monteiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

05 julho 2017

Rei Davi - Por: Emerson Monteiro

Davi, filho de Jessé, de Belém de Judá, era um pastor de ovelhas. Recém saído da adolescência, cuidava dos rebanhos enquanto outros filhos integravam o exército de Israel, mobilizado em luta contra os filisteus.

Instado pelo genitor, certo dia precisou ir à frente de combate levando suprimentos para os irmãos, acantonados numa das encostas do Vale de Elá sob o comando de Saul, rei dos judeus.

Ao se aproximar das tropas, Davi presenciou, no lado filisteu, cena que lhe causaria profundo espanto: Guerreiro inimigo, homenzarrão de avançada estatura, em torno de dois metros e noventa centímetros de tamanho, deblaterava agressivamente num desafio aos israelitas, chamando-os a combate individual. O gigante deitava e rolava nas ameaças. Armado até os dentes, capacete, couraça e caneleiras de bronze, só a ponta da lança pesava mais de sete quilos, afirmava que quem vencesse o combate escravizaria o exército adversário. Era Golias, procedente da província de Gate, homem aparentemente invencível, deixando reféns os israelitas, nisto há mais de mês a oferecer tantas bravatas, que todos ouviam silenciosos.

Ao considerar aquilo, Davi estarreceu. Que figurão o tal gigante, a por no chão a força reconhecida e soberana do exército do Deus dos Céus?!  A avaliação lhe calou fundo pelas entranhas. O que estaria acontecendo a causar tamanha covardia nos guerreiros invictos do seu querido povo? Muitas e tantas cogitações feriram a consciência, inconsolável face ao que presenciava.  Ninguém do povo de Israel a oferecer qualquer resistência.

Nisso, de pronto, Davi resolveria defrontar o petulante algoz, levando ao conhecimento do Rei a disposição, para espanto de todos, desde os próprios irmãos, que quiseram demovê-lo do intento suicida.

Chegou a experimentar os elmos metálicos comuns à tropa, contudo nele de impossível utilização, dado o corpo franzino. Decidiu ir ao combate usando apenas as armas com que pastoreava os rebanhos, uma atiradeira e seixos de pedras de vencer leões, ursos, lobos e raposas no campo.

A primeira reação de Golias foi de surpresa e ironia, pela fragilidade do opositor. Samuel assim descreve o embate cruel: Quando o filisteu começou a vir na direção de Davi, este correu para a linha de batalha para enfrentá-lo.

Tirando uma pedra de seu alforje, arremessou-a com a atiradeira e atingiu o filisteu na testa, de tal modo que ela ficou encravada, e ele caiu, dando com o rosto no chão.

Assim Davi venceu o filisteu com uma atiradeira e uma pedra; sem espada na mão, derrubou o filisteu e o matou.

Davi correu, pôs os pés sobre ele, e, desembainhando a espada do filisteu, acabou de matá-lo, cortando-lhe a cabeça com ela.

Naquela ocasião, nasceu o mito do Rei Davi, posteriormente sucessor de Saul e lá adiante pai do tão prestimoso Rei Salomão.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31