xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Humildes reflexões sobre a conjuntura política do Brasil – por Armando Lopes Rafael (*) | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

16 julho 2017

Humildes reflexões sobre a conjuntura política do Brasil – por Armando Lopes Rafael (*)



   O domingo amanheceu com um sol convidativo a curtir o dia, portanto propício a algumas reflexões. 16 de julho é o dia consagrado a Nossa Senhora do Carmo. Desde a juventude recebi das mãos de um sacerdote o Escapulário do Carmo. E o conservo no pescoço há 49 anos.
    Mas o que queria mesmo era externar algumas reflexões, oriundas da enxurrada de mensagens recebidas no Whats App, desde que Lula foi condenado – pelo juiz Sérgio Moro – a nove anos e meio de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Petistas raivosos postam mensagens afirmando que Lula foi condenado sem provas. Também o goleiro Bruno foi condenado sem provas, pois o cadáver de Elisa Samudio jamais apareceu. E nunca vi cena de solidariedade ao goleiro condenado sem prova.
   O que restou para a esquerda brasileira foi improvisar uma solenidade de apoio ao ex-presidente. A atmosfera do ambiente mais parecia um velório. Basta olhar a expressão dos olhos melosos do deputado José Nobre Guimarães.
   Aliás, a condenação de Lula, por Sérgio Moro, deixou uma grande lição para esta república caótica. Ninguém está mais acima da lei mesmo com o Brasil em frangalhos. Acabou o tempo em que os poderosos não enfrentavam a Justiça. Restou a Lula apenas fingir que é vítima, encenando uma comédia de perseguido político que não vai levar a nada. Lula não é mais aquele líder que a maioria dos brasileiros achava que ele era. “Deu xabu”, como se dizia antigamente.
   Alegam os seguidores de Lula – ainda no Whats App – que a troca de parlamentares na Comissão de Constituição e Justiça–CCJ, da Câmara Federal, para rejeitar a abertura de processo contra o Presidente da República é uma manobra ilegal. Não tenho simpatias por Michel Temer, mas – infelizmente ou felizmente – não há nenhuma ilegalidade nisso, como definiu amplamente o Supremo Tribunal Federal em recursos feitos nos governos Lula/Dilma.
     Também não entendo porque atacam tanto Michel Temer se ele é oriundo da chapa que elegeu Dilma Rousseff, em duas eleições. Ora, quem votou em Dilma automaticamente votou em Temer. Tinha até a foto dele na urna eletrônica quando a opção era votar em Dilma. Eu, por exemplo, nunca votei em Temer porque nunca votei em Dilma. Como bem afirmou um leitor de um jornal de São Paulo: “Os esquerdistas que hoje apedrejam Temer sãos os que, usando as mesmas pedras, ajudaram a pavimentar o descaminho dos 13 anos da roubalheira petista”.
       No mais, os episódios da semana apenas ratificam uma verdade que a maioria finge não ver: a República Federativa do Brasil chegou ao fundo do poço.
(*) Armando Lopes Rafael, historiador.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30